Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

domingo, 25 de abril de 2010

Kogal - Mini contos: Como ser uma Kogal


Olá a todos, estou escrevendo um novo conto de terror intitulado "Kogal" é uma mistura de chapelzinho vermelho (versão do Perrault) com anime. Em fim está muito divertido escrever este conto por isto resolvi criar mini-contos com as personagens principais em uma espécie de mundo paralelo, ao invés de posta-los no "recanto das letras" com meus outros contos vou fazer uma experiência e posta-los aqui.

Como ser uma Kogal

Aki (minha protagonista) está em uma sala de aula, na frente do quadro negro segurando um apontador (um aparelho de metal que serve para apontar e não aquilo com o que se aponta o lápis).
- O Diego pediu para que eu viesse aqui tentar explicar o que é uma Kogal, em pleno sábado a noite, será que ele não tem vida?
- Faça - voz de Diego irrompendo o silêncio.
- Tudo bem, já vai.
Ainda irritada Aki tentava recompor sua concentração quando as luzes se apagam, a luz de um projetor ilumina o quadro negro revelando a imagem de uma colegial.
- Isto é uma Kogal, boa noite.
- Aki!
- Tudo bem - ela grita contrariada, batendo o pé com força no chão Aki volta para o quadro negro apontando para a figura - vamos começar por cima o cabelo da Kogal pode ser tingido de loiro, castanho claro ou simplesmente ter mexas, eu prefiro o meu preto e liso, o que não quer dizer que não tenha estilo. nossa pele é bronzeada por que frequentamos salões de bronzeamento, eu não uso muito por que estraga a pele, mas é necessário bronzear-se um pouco se você quer ser uma Kogal.
Alguém levanta a mão na sala de aula.
- O que você quer?
- Por que é necessário bronzear-se?
- É para dar um clima californiano - ela já estava irritada - será que eu tenho que falar tudo? Você é idiota por acaso?
Aki aponta para o corpo da figura.
- Usamos uniformes colegiais por que somos colegiais, o suéter é sempre largo dando a impressão de algo infantil, contrastando com a minissaia, muiiiito mini a final somos crianças sensuais - ela pisca o olho seduzindo a plateia.
Ela aponta os meiões usados pelas colegiais.
- Nós usamos estes meiões enrugados envolvendo nossas canelas, não é fofo? - seu ataque repentino de meiguice deixa a plateia sem palavras o que irrita Aki.
- Alguma pergunta - Aki gritava furiosa, ela vira-se para o além - Você viu Diego, eles não tem mais perguntas.
- Apenas termine sua apresentação.
- Finalizando a Kogal quer ser sedutora, meiga e bonita, assim como eu, bom não como eu já que eu não sou bonita eu sou linda aliás minha beleza me garante vida eterna já que Deus sabe se eu morrer irei tomar seu lugar no paraíso pois eu sou perfeita, se vocês quiser podem fazer uma religião ao meu respeito podem mandar suas ideias...
FIM
- Como assim fim? Você não disse que u devia falar? Bom eu estou falando, agora você quer que eu fique quieta...
Sem que Aki soubesse O assassino "Lobo" estava assistindo apresentação enquanto acariciava seu facão.
- "Que belos olhos você tem" disse a chapelzinho.

Continua...

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...