VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

domingo, 27 de junho de 2010

Decidi, irei torcer pelo Uruguai


Eu já estava empolgado com a celeste está sim é uma seleção guerreira ou melhor aguerrida não a toa Diego Lugano sósia de Malcolm McDowell é capitão desta seleção, jogador que até hoje faz falta ao São Paulo o único jogador a rivalizar em popularidade com Rogério Ceni.
Voltando ao Uruguai a habitual raça Uruguai alia-se a um jogo de qualidade, é divertivo assistir a Celeste que joga como bicampeão mundial. Outro Diego o Forlán (cujo pai fora ídolo do São Paulo) sacrifica-se pelo bem de sua esquadra quantas outras seleções vocês encontram um jogador com este perfil? Geralmente os craques querem brilhar e utilizam a Copa do Mundo para tornarem-se imortais, ao contrário é Forlán quem doa-se para ver sua seleção brilhar.
Em uma copa onde campeões e vices foram eliminadas pateticamente ficando em último lugar nas respectivas chaves é bom ver o gigante celeste ressurgir imponente no continente primervo.
Pa-pum: meus favoritos para o final da copa
primeiramente irei rever minhas opções no ultimo post:

Acertei os classificados do grupo A, B, G e H também acertei EUA em primeiro do grupo C; Alemanha em primeiro do grupo D; Holanda e primeira do grupo E e Paraguai em primeiro do grupo F - Acertei 12 palpites dentre 16 exatos 75%
Tudo bem que eu esperei o final da segunda rodada para palpitar ai ficou fácil então darei meus palpites daqui até o final da Copa

Alemanha X Inglaterra = O polvo Pool do aquário de Berlim previu a vitória da Alemanha vou apostar no molusco vence Alemanha.

Argentina X México = Os mexicanos lutarão como nunca e perderão como sempre vence Argentina.

Holanda X Eslováquia = sem comentários vence Holanda

Brasil X Chile = (sem comentários)x2 Vence Brasil

Paraguai X Japão = Os samurais azuis serão rápidos e letais, limpando suas espadas com o sangue paraguaio vence Japão

Espanha X Portugal = A fúria será a fúria verdadeira e despachará o país das mulheres de bigode vence Espanha

Quartas de final

Uruguai X Gana = Viva a Celeste Vence Uruguai

Holanda X Brasil = Agora a coisa fica feia, os holandeses estão sedentos por uma vitória contra nós desde 94 Vence Holanda

Argentina X Alemanha = Vou apostar mais uma vez na Alemanha, os Argentinos são fregueses desde 90, além disto o time do Maradona ataca muito e tem uma defesa frágil uma pedida para o futebol burocrático Alemão Vence Alemanha

Japão X Espanha = O japoneses terão feito história por terem chego tão longe na Copa, Honda será idolatrado em eu país e jogará num grande centro da Europa, mas a Fúria Roja se fará impor vence Espanha

Semi finais

Uruguai X Holanda = Entrará em campo duas velhas tradições o bicampeão Uruguai e a bi-vice campeã Holanda vence Uruguai

Alemanha X Espanha = Este jogo pegará fogo a fúria irá com tudo para cima porém a síndrome de Perro falará mais alto 1 a 0 Alemanha Vence Alemanha

3 e 4 lugares

Holanda X Espanha = sem a pressão pelo título a Espanha conquistará o terceiro lugar entrando para a História e credenciando-se como favorita para 2014 vence Espanha

Final

Uruguai X Alemanha = Teremos um jogo relativamente fácil para a Celeste, repetindo o que o Brasil fez em 2002 vence Uruguai

Acha difícil? Bom o Uruguai chegou quatro vezes entre os quatro melhores do mundo uma delas foi em54 as outras 3 as outras foram em30, 50 3 70. O Uruguai gosta de anos terminados em zero. A próxima boa campanha Celeste será em 2030.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Mini conto: Aki cobra seu autor


Diego estava em seu consultório, sentado confortavelmente à poltrona onde realiza os atendimentos, em sua frente deitada no pequeno sofá estava Aki olhando-o com malícia, imaginando uma maneira de manipula-lo.
- Então?
- Então o que?
- Por que você veio aqui?
- É assim que você recebe suas pacientes?
- Você não é minha paciente, é uma personagem criada por mim.
...
- Esta situação não é um tanto irreal, quero dizer uma personagem sua vindo ao seu consultório para conversar.
- A realidade não existe.
...
Aki acomoda-se no sofá, retirando o sapato do pé direito, seguido pela meia.
- Eu existo?
- As pessoas estão lendo sobre você, logo você existe.
Aki mexia seus cinco dedos do pé no ar em uma cena nada sexy, Aki aproxima-se mais de um macaco do que uma colegial sedutora.
- Como anda o conto principal, a ultima vez que eu vi ele estava paralisado.
- Estes últimos dias foram corridos, mas penso publica-lo em breve. É isto que a incomoda?
Aki coça a orelha com o dedão do pé, fazendo uma careta de prazer por cessar um desconforto temporário.
- Sem esta de eu não tenho tempo, anda logo e termina este conto que eu estou cansada de esperar.
- Você acha que eu não tenho mais nada para fazer?
Aki examina atentamente o dedão com o qual coçara à orelha, havia um pouco de cera sobre a unha, sem pensar duas vezes Aki chupa o dedão, fazendo uma careta por causa do gosto ruim da cera de ouvido.
- Talvez sua preocupação não seja eu não terminar o conto, mas o fato de eu terminar o conto.
Aki senta-se assustada olhando para Diego.
- Filho da puta.
Diego sorri.
- Seu conto transforma "chapeuzinho vermelho" em uma história de terror, onde eu sou a screen queen, quando ele acabar você não vai mais escrever sobre mim.
- É para isto que existem os mini contos.
- A realidade não existe, não é?
- Não, aquilo que as pessoas chamam de real é uma farsa criada por nós, porém está farsa foi tão bem feita que tornou-se autónoma e agora somos reféns dela.
- Igual a Matrix?
- Ótimo exemplo, ao lado de Evangelion Matrix é um dos melhores exemplos do que é a psicanálise.
- Espere um pouco - Aki tem um lampejo e salta do sofá - Você me usou para explicar isto?
- Sim.
- Filho da puta.
- Você tem razão, eu fui muito filho da puta com você.
Ela deita-se novamente no sofá.
- Tudo bem.
...
- Eu posso ficar aqui mais um pouco?
- Claro.
- Eu não vou agradecer.
- Não precisa.
- Chato.

FIM

- Então? Quando você você vai terminar o conto?
- Aki!
Ela pisca o olho sorrindo maliciosamente.

terça-feira, 22 de junho de 2010

A copa das zebras, a queda e resurgimento de gigantes


Acho que não entendo nada de futebol. Como pode a Suíça vencer a Espanha? Eslováquia Itália com a Nova Zelândia? A Eslovénia liderar o Grupo da Inglaterra? Camarões ser a primeira equipe eliminada? A seleção anfitriã estar quase fora? Estive pensando uma teoria para ganhar o bolão da Copa: peça ajuda para alguém que não entenda nada de futebol, melhor se esta pessoa palpitar pela seleção que tiver o escudo mais bonito ou então faça o bolão após tomar quatro garrafas de pinga. Ver a Itália começar uma Copa com o pé esquerdo não surpreende, é até comum mas empatar com a Nova Zelândia é inaceitável - o representante da Oceania não tem uma liga profissional, o futebol lá é amador e seu único time joga na liga australiana seria o mesmo que o Tiete F.C disputasse a série A do Brasileirão; depois a Coréia do Norte quase apronta mas a Zebra estava de tocaia aparecendo disfarçada de vaca suíça no jogo da Espanha. Não bastou para Grécia fazer seu primeiro gol contra a Nigéria, ela venceu jogando bem agora para classificar deve golear a Argentina a Nigéria que vive da memória de 1994 era favorita para ficar com a segunda fase a pesar dos pesares. Mas o que dizer da Eslovénia líder de seu grupo? e mais ainda como pode a Inglaterra dona do melhor técnico do mundial (Capello), um dos melhores meio de campos e um dos melhores atacantes do mundo (Rooney) empatar com a Argélia? E a Alemanha? Perder para a Sérvia? Antes que digam alguma coisa Sérvia não é a Iuguslávia, já faz algum tempo que Camarões não assusta ninguém mas a seleção africana com melhor resultado em mundiais ficar fora já na segunda rodada é sim uma zebra - a pesar da queda das seleções africanas as quais me referi no ultimo post sobre a Copa. O grupo A teve uma zebra estranha a França vinha cheia de problemas, com grupo rachado, uma eliminação precoce na Eurocopa e um técnico que convoca pelo horóscopo resultado: está quase eliminada enquanto Parreira segue em sua sina de ter comandado seis seleções diferentes em copas do mundo e ter vencido apenas com o Brasil (vencido jogos e não copas) mas o Parreiro teve um mérito ter calado as Vuvuzelas ele e Fórlan por falar em zebras é triste ver o Uruguai como zebra de seu grupo, a final ele não vencia um jogo de Copa do mundo desde 1990. Uso o Uruguai para o segundo tema deste tópico o despertar de um gigante por pior que seja a seleção anfitriã e por mais medíocre que seja seu técnico o Uruguai ganhou o jogo e ganhou com autoridade o téc. Oscar Tabárez fez o meio de campo funcionar e o Uruguai voltou a ser a Olímpia Celeste de 1930 e 1950 fazendo uma projeção se Uruguai deve enfrentar na segunda fase Coréia do Sul (minha aposta) Nigéria ou Grécia e deve passar sem problemas há uma quarta-de-final revivendo seus tempos de glória onde a camisa celeste era temida por seus adversários. Olho no Uruguai. Outro gigante que desperta é Maradona, não o jogador, muito menos o técnico mas o mito este ser que têm todas a câmeras apontadas para si ofusca o melhor jogador do mundo e pode apenas com sua majestosa presença levar à listrada ao fim do jejum de 24 anos. Muitos estão decepcionados com a Holanda, não sei por que a Holanda tornou-se a primeira seleção a estar classificada, se o grupo da Holanda é fraco os grupos de Inglaterra, Espanha e Argentina também o são a Holanda está jogando como Alemanha, cadenciando o jogo, esperando o momento certo e dando o bote. A laranja mecânica joga pelo resultado, diferente das outras copas o grupo está unido e ainda conta com dois dos melhores jogadores da atualidade Sneijder e Robben (que deve voltar na terceira rodada). A Holanda é mais favorita do que nunca. Neste domingo o Brasil jogou como Brasil, impôs respeito contra a equipe mais forte de seu grupo, o Dunga define sua seleção como um grupo de guerreiros. A vitória sobre os elefantes foi uma vitória de guerreiros. Outros gigantes caíram É injustificável a Inglaterra empatar com Argélia, principalmente esta Inglaterra o empate com os EUA até passa mas não com a Argélia, a Alemanha é uma incógnita não sabemos se ela é favorita para ser campeã ou um blefe, as glórias Iuguslavas não existem mais a Sérvia é apenas um dos países que restou da Iuguslávia. E quanto a favorita de todos Espanha? Perder para a Suíça acredito que o problema da fúria é o meio de campo ele é muito bom, falta um carregador de piano, alguém que faça o trabalho sujo dê chutão para frente, carrinho se o Gatuso fosse Espanhol a fúria levava fácil. Por falar em Itália empatar com Nova Zelândia é inaceitável e corre o sério risco de ser eliminada. Pa-pum: meus favoritos para classificação Grupo A: Uruguai e México Grupo B: Argentina e Coréia do Sul Grupo C: EUA e Eslovénia (olha a Zebra) Grupo D: Alemanha e Sérvia Grupo E: Holanda e Dinamarca Grupo F: Paraguai e Itália Grupo G: Brasil e Portugal Grupo H: Espanha e Chile

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Rompendo Tabus 1 : o (ir)real ou qual perversão?


Antes de qualquer coisa gostaria de explicar o título deste post: Tabus são verdades inquestionáveis e só podem ser verdades se não forem questionadas, tabus são proibitivos, quem ousa contempla-los corre o risco de sofrer severas punições: "Por mim se vai à cidade das dores; por mim se vai à ininterrupto dor; por mim se vai à gente condenada. Foi justiça que inspirou meu autor; fui feito por poderes divinais, suma sapiência e supremo amor. Antes de mim, havia apenas coisas eternas, e eu, eterno, perduro. Abandonai toda a esperança, ó vós que entrai!" [1]. Onde existe Tabu não existe espaço para mais nada, não existe reflexão, não existem possibilidades apenas rigidez.
Pois bem chegamos a realidade: quando alguém diz algo absurdo ou desproporcional costumamos dizer "cai na real" ou quando as ideias de uma pessoa estão incoerentes ou suas atitudes (iria colocar comportamento, mas odeio este termo) são rotuladas como estranhas dizemos que tal pessoa está "fora da realidade" - a imagem que faço é de uma criança brincando com um jogo de encaixe onde um quadrado que deve ser inserido em um orifício quadrado, a peça redonda deve ser inserida no espaço redondo e assim por diante nós agimos como se a realidade fosse este brinquedo onde cada um deve se enquadrar.
Seria então a realidade Positivista? Onde cada um tem seu lugar e obedece sua ordem? Quando nascemos já estamos inseridos em um mundo, estas normas são transmitidas por nossos pais e conforme nos desenvolvemos vamos nos apropriando desta mesma realidade. Partindo do tão óbvio que passa despercebido: pessoas são diferentes, sua subjetividade difere, já ouviram dizer que "gosto não se discute"? ou "se todos gostassem do amarelo o que seria do azul"? Tais ditos populares escancaram a realidade, ela não é única, a realidade não é positivista ela é metafísica, disfarçada de positivista.
Pois bem após esta breve apresentação posso aprofundar-me no assunto (ou pelo menos me aprofundar até onde o formato Blog me permite) se a realidade está disfarçada quem a disfarçou? Quem criou o Tabu das normas sociais? Fomos nós. Quando nascemos existem possibilidades de sermos - existem vários reais possíveis e para cada real um eu possível, elegemos um real a ser seguido, este real já estava parcialmente construído - sim construído, pois a realidade não é uma entidade ela é uma construção, nós apenas a aceitamos e colocamos mais um tijolo.
Serei claro a realidade não existe ela foi forjada, a realidade é uma farsa tão bem construída que assume vida própria a qual nos sujeitamos pois esta faça é autoritária ela a farsa intitula-se como Tabu, esta farsa é tão bem feita que aderimos a ela e mesmo quando a questionamos somos suas marionetes "quando nos perguntam a opinião sobre certo acontecimento, ou sobre o mundo em geral o que se espera é um ato de aprovação ou desaprovação, em tudo comparável à torcida por um time de futebol" [2].
A realidade enquanto metafísica pode ser vista em pequenas incoerências em um exemplo que já dei aqui no Bolg Brasília foi arquitetada por um comunista, comunismo pressupõe o poder popular, sem hierarquia e justamente um comunista desenhou Brasília um símbolo do poder, isolado, totêinico e fálico. Em um universo positivista esta incoerência não é possível, esta incoerência escancara a verdadeira mentira que é a realidade. Outro exemplo este anos teremos eleições entrando nas duas principais comunidades do orkut de José Serra e da Dilma percebe-se que seus membros não analisam a campanha ou os candidatos, eles apenas torcem o importante é ganhar e ter razão, a cada pesquisa de popularidade do Lula os petistas dizem: "estão vendo? A minha realidade é mais real do que a sua". Estamos em mês de copa do mundo, a copa é uma criação que surgiu como uma disputa futebolistica, hoje ela envolve patrocínios e um belo e grandioso show onde cada um torce por seu país (ou por seus ídolos estrangeiros), alguns em protesto torcem contra o Brasil ou pela Argentina, o futebol é secundário. A copa do mundo tomou vida e seguiu em um rumo diferente. Em tempo eu adoro copa do mundo e deixo-me seduzir por esta bela mentira. Nós apenas observamos estes fenómenos Ob é um prefixo latino que significa "diante dos olhos" objeto (ob-jectun) é aquilo que foi colocado diante de nossos olhos, observar (ob-servare) significa "conservar diante dos olhos".
É assim que a mentira intitulada realidade se mantém, não existe reflexão apenas observação e contemplação, no máximo opinamos entre duas possibilidades e torcemos para a nossa ser vencedora. "Vemos o que vemos porque o visto fabricou o olhar" [2].
Por fim veja atentamente a imagem ai ao lado, ela foi escolhida a dedo - uma mistura de mulher fatal, excessivamente meiga que derrete enquanto bolina o que parece ser outra mulher ao mesmo tempo em que toma banho com um chuveiro forjado por seus cabelos, podemos ler uma frase desconexa. Esta cena parece absurda? O que seria racional ou pertencente ao bom senso? Seria pervertida? Então me digam o que foi pervertido? Ou melhor o que é perversão? Qual pureza foi contaminada pelas águas negras da sexualidade nesta imagem? Seria esta imagem escatológica? Pois bem onde estão os excrementos? Seria uma cena sem sentido? Está bem então definam o que é sensato o que é coerência?

[1] ALIGHIERI, D (2002) A divina comédia. São Paulo: Nova cultura.

[2] HERRMANN, F. (2001) Amdaimes do real II Psicanálise do quotidiano. 3ª edição. São Paulo: Casa do Psicólogo.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Um dia no séc. XXI uma seleção asiática será campeã do mundo ou quando o jogo estiver ruim olhe para a torcida


Dividirei este tópico futebolistico em duas partes a primeira uma análise do futuro: Pelé acreditava que um dia uma seleção africana poderia vencer uma copa inserindo-se entre América do Sul e Europa (como a África está inserida entre América e Europa), o que tenho visto nesta copa é uma evolução do futebol Asiático que de sexta força no mundial (América do Sul, Europa, África, CONCACAF, Árabe, Asiático, Oceania) tenciona colocar duas equipes entre as oitavas de final - tarefa difícil.
Hoje o futebol asiático superou o futebol árabe e aproxima-se da CONCACAF (outra escola futebolistica que tem evoluído) enquanto o futebol africano vem em franca decadência. Mas como decadência?
Se olharmos para os grandes clubes europeus cada um deles tem ao menos um grande jogador africano. Primeiro a minha análise: existe um rodízio entre as seleções africanas em 82 a surpresa foi Argélia, em 90 o grande Hit foi Camarões, já 94 e 98 a bola da vez foi a temida Nigéria, na copa passada Costa do Marfim era cotada como principal força africana mas um grupo filho-da-puta interferiu em seus planos para 2010 não entendo a Costa do Marfim como grande força prefiro Gana mesmo sem muito brilho. Em resumo não existe uma sequência de um país africano, as gerações terminam e as seleções não se renovam.
Agora a análise que assisti na ESPN: os africanos possuem excepcionais jogadores porém são todos de marcação ou de ataque, faz tempo que a África não produz nenhum armador de jogadas, assim quando formam-se as seleções eles aprontam uma correria, sem disciplina tática dependendo de seus astros para fazerem o lançamento para eles mesmos, cruzarem a bola, correrem para o centro da área e cabecearem. Ao contrário os asiáticos investem altas quantias na formação de seus jogadores, famílias japonesas enviam seus filhos ao Brasil para estudarem em escolinhas de futebol.
O jogo de hoje Japão e Camarões mostrou o resultado deste investimento Camarões dependendo muito de Eto´o e da correria pelos lados dos campos, enquanto o Japão arma um ferrolho, não dando espaço para os leões indomaveis trocarem passes, anulando a transição de bola do meio para o ataque, forçando os camaroneses a chutarem de qualquer forma, brigando pela segunda bola, enquanto no Japão fica óbvio a evolução de 2006-2010, a saída de bola lembra muito a dos times brasileiros: troca de passes na defesa, tranquilidade até encontrar uma brecha, seus lançamentos foram precisos (fruto da escola brasileira) e um gol do melhor jogador da partida, Honda que chamou a atenção na UEFA Chanpions Leagle, ele é um jogador "malandro" - algo que Zico sentia muita falta, que chama a bola de você, Eto´o também chama a bola de você, mas não hoje.
Minha aposta para surpresa da Copa é a Coreia do Sul, favorita para a segunda vaga do grupo B, depois a coisa complica, mas quem sabe 2014 - quanto a minha previsão tenho 90 anos para acertar.
A segunda parte do post: Quando o jogo estiver ruim dê uma olhada na torcida feminina na arquibancada, em alguns grupos a disputa será boa:
  • Grupo A destaque para francesas que integram beleza e sofisticação e as "calientes"porém bregas Mexicanas, as Uruguaias também merecem atenção uma mistura de beleza européia e charme latino.
  • Grupo B o destaque é todo das Argentinas, é tarefa difícil encontrar uma argentina feia, as coreanas sempre chamam a atenção já a Grécia mostra que a pesar de ter um time velho, grosso, lento que não sabe atacar e nem defender possui uma torcida feminina interessante (neste quesito é a terceira força do grupo).
  • Grupo C: Aqui a coisa complica Americanas e Inglesas não destacam-se pela beleza (a estrutura facial de ambas é terrível, do tipo que você coloca um saco de papel na cabeça) são as Eslovenas, do leste europeu fábrica de mulheres lindas, quem salvam o grupo.
  • Grupo D: Destaque para Australianas - a pesar da ascendência inglesa as mulheres tiveram sorte (e os homens também) com torcedoras da Sérvia, algumas alemãs salvam a pátria, mas não o suficiente para destacarem-se.
  • Grupo E: Talvez o mais equilibrados além das japinhas temos a "beleza mais bela" da Europa as dinamarquesas, se as japonesas se destacam a dinamarquesas ganham pela quantidade, não existe mulher feia na Dinamarca, deve ser algum decreto da rainha Margrethe II a menina que nascer feia será jogada de um abismo, nunca podemos descartar as holandesas, não tão belas como as dinamarquesas porém lindas e provindas de um país liberal : ).
  • Grupo F: Outro grupo equilibrado a Itália conta com apenas 1.00 torcedores, por isto elas são poucas, mas belas (a pesar do narigão italiano), as paraguaias são menos bonitas que Argentinas, mexicanas ou uruguaias, mas mesmo assim merecem respeito. As Eslovacas pertencem a escola do leste europeu enquanto a Nova Zelândia obedece a regra australiana.
  • Grupo G: Aqui o Brasil ganha fácil, a mistura de raças gera muitas mulheres lindas, verdade que para cada beldade existe uma raimunda, realmente o Brasil é um país de extremos, não sei se existem torcedoras da Coreia do norte (nem sei se algum torcedor veio), mas devem ser todas padronizadas com aquele corte de cabelo masculino típico de países fechados e comunistas, restam as portuguesas.
  • Grupo H: As espanholas, quem não gosta de uma boa espanhola? Elas são lindas, latinas, descontraídas e sem moralismo barato. As suíças também merecem destaque embora sejam um povo emburrado elas são bonitas a final a Suíça tem influência francesa e italiana.
Divirtam-se com a Copa.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Mini contos: O que fazer quando se esquece a lição de casa


Aki dormia de boca aberta recostada na cadeira de pernas cruzadas, seu ronco começava a incomodar Rika, esta perde novamente sua concertação reiniciando o parágrafo de seu livro pela terceira vez. Percebendo a dificuldade de sua amiga Hitomi deixa cair uma borracha cor-de-rosa em formado de coelho dentro da boca de Aki, esta acorda engasgada, Rika olha assustada para Hitomi.
- Como você é má.
- Brinca comigo para você ver.
Recuperada do susto Aki encara suas amigas, logo percebe que elas estavam lendo o mesmo livro, assim como alguns de seus colegas.
- Ei Rika, por que todos estão lendo o mesmo livro?
Hitomi e Rika olham assustadas para Aki, que coçava sua orelha com o dedo mindinho.
- O livro está na moda ou foi algum menino que recomendou e vocês querem impressiona-los.
- Você não leu o livro? - Rika estava perplexa - temos que entregar uma resenha hoje.
- Bom - Aki ainda estava despreocupada, olhando com noja para o dedo com o qual coçou a orelha - o que não está feito não está feito.
- O trabalho vale um terço da nota, se você não entrega-lo vai ter que acertar tudo na prova para tirar 6.
- Ma... ma... mas vocês ainda estão lendo.
-meu trabalho está pronto, eu só estou re-lendo para tirar algumas dúvidas.
- Hitomi?
- Eu terminei há duas semanas, como eu gostei tanto do livro estou lendo de novo.
- Vocês me ajudam?
- Não - as duas garotas falam em ressonância.
- Podem me contar a história do livro?
- Não - ainda em ressonância.
- Posso copiar o trabalho de vocês?
- Não - mais uma vez com ressonância e indignação.
Aki olha em volta percebendo que todos estavam com seus respectivos trabalhos sobre a mesa, menos ela.
- Desista Aki o trabalho é para a ultima aula.
Aki sorri maquiavelicamente, ela levanta-se e corre para fora da sala, em alta velocidade ela percorre os corredores, arrombando a porta de uma sala de aula com um chute, ela aponta seu dedo para o nerd Takami (ele também aparece no conto) gritando "você!" sem dar tempo para reações Aki invade a sala de aula, pega Takami pelo colarinho e o arrasta para o pátio do colégio onde o joga num banco e explica sua situação.
- Entendi seu problema, mas é impossível fazer uma resenha em uma hora.
- É por isto que chamei você Takami, você é solitário, esquisito e feio do tipo que as mulheres fogem, logo deve ter muito tempo para ler. Você conhece o livro não é?
- Sim eu li - ele estava irritado com as ofensas de Aki - mesmo assim uma hora é pouco.
- Como pouco se alguém como você não tem nada melhor para fazer? Seus amigos são chatos, as garotas te ignoram, além do mais você gosta de estudar.
Takami levanta-se para ir embora, impedido por Aki.
- Por favor me ajude.
- Um beijo - ele olha superior para a garota boquiaberta - eu troco minha ajuda por um beijo seu.
- Vai para o inferno.
- Então se vira.
Assim que Takami vai embora Aki olha em volta onde mais uma garota estava lendo o mesmo livro, preocupada ela olha em volta procurando outra solução, ela olha para o relógio faltavam 55 minutos para a entrega da resenha, Aki corre para entro do colégio.
Takami estava de volta à sala de aula quando Aki invade novamente a classe correndo ela salta por sobre duas fileiras de estudantes caíndo de pernas trançadas em Takami, ela segura a cabeça dele com suas mãos e tasca um beijo de língua de 10 segundos. Após o beijo ela lhe entrega o livro.
Minutos depois Takami estava do lado de fora da sala sentado no chão escrevendo a resenha, Aki estava atrás dele na mão esquerda ela segurava um enchaguante bucal, com o qual limpava sua boca e na direita um pedaço de bambu com o qual ela incentivava Takami.
- Fica difícil escrever levando pauladas.
- Cala a boca e escreve - Aki pisa repetidas vezes na cabeça dele - sem desculpas.
Faltavam cinco minutos, Aki segurava uma maça de ferro cravada com espinhos de aço para o acaso de Takami não terminar a resenha a tempo. Faltando dois minutos o garoto entrega a resenha para Aki que corre para sua sala, invadindo a classe e entregando a resenha para a professora. Esta pega o trabalho confusa enquanto Aki recupera o fôlego.
- Eu ia falar sobre a resenha, alguns aluno pediram mais tempo e eu adiei a entrega para semana que vêm.
Aki desmaia, deixando sua professora confusa.
FIM

sábado, 5 de junho de 2010

Todo coronel precisa de um cavalo ou como pensa o rebanho



Ao ler o título deste post pode-se fazer a seguinte indagação "o rebanho pensa?" a resposta é um retumbante sim é isto que pretendo demonstrar interpretando ma pesquise de opinião publicada na folha de São Paulo em 30/05/10
Segundo pesquisa data folha Serra e Dilma estão empatados com 37% dos votos porem a imagem destes candidatos é muito diferente para os eleitores (não tinha como ser diferente).
Dentre os eleitores de Dilma 36% consideram o fantoche lulista mais experiente contra 51% de eleitores petralhas que vêem Serra como mais experiente, no eleitorado tucano Serra aparece com 86% opinando que este é mais experiente contra 4% que vêem Dilma "arapuca de peruca" como mais experiente - convenhamos aqui entre nós apenas experiência não significa muita coisa e estes dados são apenas ilustrativos. A coisa começa a ficar interessante quando o eleitorado é questionado de maneira integral (ou seja sem diferenciar quem votaria no Serra ou na candidata cancerígena). Seguem os resultados:

Mais democrático: Serra 33% Dilma 25%; Mais autoritário: Serra 35% Dilma 25%; Mais inovador: Serra 27% Dilma 27%; Mais simpático: Serra 28% Dilma 29%; Mais inteligente: Serra 42% Dilma 23%; Mais realizador: Serra 40% Dilma 24%; Mais atuante contra a ditadura: Serra 24% Dilma 21%; Quem mais vai privatizar estatais: Serra 38% Dilma 15%
AGORA A COISA FICA MAIS INTERESSANTE
Mais preparado para ser presidente: Serra 45% Dilma 29 %; Mais preparado para combater o desemprego: Serra 33 % Dilma 36%; Mais preparado para combater a violência: Serra 35% Dilma 29%; Mais preparado para cuidar da saúde: Serra 48% Dilma 25%; Mais preparado para cuidar da educação: Serra 34% Dilma 32%
AGORA A COISA COMEÇA A FICAR CLARA
Quem mais defenderá os ricos: Serra 45% Dilma 15%; Quem mais defenderá os pobres: Serra 21% Dilma 37%; Quem mais defenderá as mulheres Serra 14% Dilma 45%; Quem mais defenderá os empresários Serra 50% Dilma 16%; Quem mais defenderá os servidores públicos: Serra 28% Dilma 31%

Bom, desculpem pela longa introdução, mas ela foi absolutamente necessária analisando estes números podemos entender que embora o rebanho considere um dos candidatos melhor votará naquela que irá sustenta-lo. Existe um antigo ditado: "dignidade não enche barriga" ao que parece o rebanho abraçou tal ditado como hino a ser proferido e defendido a duras penas, o rebanho vendeu sua dignidade, aceitaram reproduzir em troca de esmolas, procriarem para serem sustentados, abandonarem suas tão sofridas lavouras para viverem a custa do novo pai dos pobres, o rebanho, estes animais na coleira, a eferma besta, âncora do Brasil, não possuem dignidade, eles á venderam, quem possue dignidade somos nós, eles aceitaram ser o cavalo que sustentará o Lulla.
Voltemos ao título deste post coronéis não podem cavalgar em baratas, eles precisam de cavalos, animais robustos, fortes, orgulhosos porém facilmente adestrados eis o pensamento do rebanho, eles fizeram uma escolha, afundar-se em sua miséria em troca da manutenção da vida, por trás de discursos sobre melhorias de vida da ordem do concreto existe a morte psíquica, a regressão ao estado de bestas. Mencionei no post "Entre Obrigações sociais, prostitutas e Frankenstein" como está situação é criada e mantida, se o rebanho tem culpa por rastejar por sob nosso esgoto nós também temos culpa por espisinha-los, seria injusto acusa-los de aceitarem sua cela, mas também não podemos inocenta-los, passar a mão em suas cabeças e dizer "coitadinho, eu estou aqui".
Existe também a consequencia, não foi difícil perceber uma carga rabiosa neste post - asseguro que tanta raiva é proposital e meticulosamente implantada digo mais ela é ilustrativa, uma das consequencias da aceitação do rebanho em ser rebanho é o ódio. Ódio invejoso das classes mais baixas em depender dos mais abastados, ódio proibido da classe média em ver-se obrigado a auxiliar o rebanho, em dar uma esmola no farol, em comprar lapiseira, canetas, balas ou adesivos em semáforos, ónibus ou trem, somos obrigados a pagar por um show medíocre de malabarismo em semáforos sob o risco de sermos julgados como desumanos. Este sim é um grande câncer social e não há peruca que esconda seus efeitos.
Em breve estarei postando uma ideia de como lidar com este agenciamento da miséria porém devo elabora-lo melhor, até lá...

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...