Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 5 de junho de 2010

Todo coronel precisa de um cavalo ou como pensa o rebanho



Ao ler o título deste post pode-se fazer a seguinte indagação "o rebanho pensa?" a resposta é um retumbante sim é isto que pretendo demonstrar interpretando ma pesquise de opinião publicada na folha de São Paulo em 30/05/10
Segundo pesquisa data folha Serra e Dilma estão empatados com 37% dos votos porem a imagem destes candidatos é muito diferente para os eleitores (não tinha como ser diferente).
Dentre os eleitores de Dilma 36% consideram o fantoche lulista mais experiente contra 51% de eleitores petralhas que vêem Serra como mais experiente, no eleitorado tucano Serra aparece com 86% opinando que este é mais experiente contra 4% que vêem Dilma "arapuca de peruca" como mais experiente - convenhamos aqui entre nós apenas experiência não significa muita coisa e estes dados são apenas ilustrativos. A coisa começa a ficar interessante quando o eleitorado é questionado de maneira integral (ou seja sem diferenciar quem votaria no Serra ou na candidata cancerígena). Seguem os resultados:

Mais democrático: Serra 33% Dilma 25%; Mais autoritário: Serra 35% Dilma 25%; Mais inovador: Serra 27% Dilma 27%; Mais simpático: Serra 28% Dilma 29%; Mais inteligente: Serra 42% Dilma 23%; Mais realizador: Serra 40% Dilma 24%; Mais atuante contra a ditadura: Serra 24% Dilma 21%; Quem mais vai privatizar estatais: Serra 38% Dilma 15%
AGORA A COISA FICA MAIS INTERESSANTE
Mais preparado para ser presidente: Serra 45% Dilma 29 %; Mais preparado para combater o desemprego: Serra 33 % Dilma 36%; Mais preparado para combater a violência: Serra 35% Dilma 29%; Mais preparado para cuidar da saúde: Serra 48% Dilma 25%; Mais preparado para cuidar da educação: Serra 34% Dilma 32%
AGORA A COISA COMEÇA A FICAR CLARA
Quem mais defenderá os ricos: Serra 45% Dilma 15%; Quem mais defenderá os pobres: Serra 21% Dilma 37%; Quem mais defenderá as mulheres Serra 14% Dilma 45%; Quem mais defenderá os empresários Serra 50% Dilma 16%; Quem mais defenderá os servidores públicos: Serra 28% Dilma 31%

Bom, desculpem pela longa introdução, mas ela foi absolutamente necessária analisando estes números podemos entender que embora o rebanho considere um dos candidatos melhor votará naquela que irá sustenta-lo. Existe um antigo ditado: "dignidade não enche barriga" ao que parece o rebanho abraçou tal ditado como hino a ser proferido e defendido a duras penas, o rebanho vendeu sua dignidade, aceitaram reproduzir em troca de esmolas, procriarem para serem sustentados, abandonarem suas tão sofridas lavouras para viverem a custa do novo pai dos pobres, o rebanho, estes animais na coleira, a eferma besta, âncora do Brasil, não possuem dignidade, eles á venderam, quem possue dignidade somos nós, eles aceitaram ser o cavalo que sustentará o Lulla.
Voltemos ao título deste post coronéis não podem cavalgar em baratas, eles precisam de cavalos, animais robustos, fortes, orgulhosos porém facilmente adestrados eis o pensamento do rebanho, eles fizeram uma escolha, afundar-se em sua miséria em troca da manutenção da vida, por trás de discursos sobre melhorias de vida da ordem do concreto existe a morte psíquica, a regressão ao estado de bestas. Mencionei no post "Entre Obrigações sociais, prostitutas e Frankenstein" como está situação é criada e mantida, se o rebanho tem culpa por rastejar por sob nosso esgoto nós também temos culpa por espisinha-los, seria injusto acusa-los de aceitarem sua cela, mas também não podemos inocenta-los, passar a mão em suas cabeças e dizer "coitadinho, eu estou aqui".
Existe também a consequencia, não foi difícil perceber uma carga rabiosa neste post - asseguro que tanta raiva é proposital e meticulosamente implantada digo mais ela é ilustrativa, uma das consequencias da aceitação do rebanho em ser rebanho é o ódio. Ódio invejoso das classes mais baixas em depender dos mais abastados, ódio proibido da classe média em ver-se obrigado a auxiliar o rebanho, em dar uma esmola no farol, em comprar lapiseira, canetas, balas ou adesivos em semáforos, ónibus ou trem, somos obrigados a pagar por um show medíocre de malabarismo em semáforos sob o risco de sermos julgados como desumanos. Este sim é um grande câncer social e não há peruca que esconda seus efeitos.
Em breve estarei postando uma ideia de como lidar com este agenciamento da miséria porém devo elabora-lo melhor, até lá...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...