Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

terça-feira, 15 de junho de 2010

Um dia no séc. XXI uma seleção asiática será campeã do mundo ou quando o jogo estiver ruim olhe para a torcida


Dividirei este tópico futebolistico em duas partes a primeira uma análise do futuro: Pelé acreditava que um dia uma seleção africana poderia vencer uma copa inserindo-se entre América do Sul e Europa (como a África está inserida entre América e Europa), o que tenho visto nesta copa é uma evolução do futebol Asiático que de sexta força no mundial (América do Sul, Europa, África, CONCACAF, Árabe, Asiático, Oceania) tenciona colocar duas equipes entre as oitavas de final - tarefa difícil.
Hoje o futebol asiático superou o futebol árabe e aproxima-se da CONCACAF (outra escola futebolistica que tem evoluído) enquanto o futebol africano vem em franca decadência. Mas como decadência?
Se olharmos para os grandes clubes europeus cada um deles tem ao menos um grande jogador africano. Primeiro a minha análise: existe um rodízio entre as seleções africanas em 82 a surpresa foi Argélia, em 90 o grande Hit foi Camarões, já 94 e 98 a bola da vez foi a temida Nigéria, na copa passada Costa do Marfim era cotada como principal força africana mas um grupo filho-da-puta interferiu em seus planos para 2010 não entendo a Costa do Marfim como grande força prefiro Gana mesmo sem muito brilho. Em resumo não existe uma sequência de um país africano, as gerações terminam e as seleções não se renovam.
Agora a análise que assisti na ESPN: os africanos possuem excepcionais jogadores porém são todos de marcação ou de ataque, faz tempo que a África não produz nenhum armador de jogadas, assim quando formam-se as seleções eles aprontam uma correria, sem disciplina tática dependendo de seus astros para fazerem o lançamento para eles mesmos, cruzarem a bola, correrem para o centro da área e cabecearem. Ao contrário os asiáticos investem altas quantias na formação de seus jogadores, famílias japonesas enviam seus filhos ao Brasil para estudarem em escolinhas de futebol.
O jogo de hoje Japão e Camarões mostrou o resultado deste investimento Camarões dependendo muito de Eto´o e da correria pelos lados dos campos, enquanto o Japão arma um ferrolho, não dando espaço para os leões indomaveis trocarem passes, anulando a transição de bola do meio para o ataque, forçando os camaroneses a chutarem de qualquer forma, brigando pela segunda bola, enquanto no Japão fica óbvio a evolução de 2006-2010, a saída de bola lembra muito a dos times brasileiros: troca de passes na defesa, tranquilidade até encontrar uma brecha, seus lançamentos foram precisos (fruto da escola brasileira) e um gol do melhor jogador da partida, Honda que chamou a atenção na UEFA Chanpions Leagle, ele é um jogador "malandro" - algo que Zico sentia muita falta, que chama a bola de você, Eto´o também chama a bola de você, mas não hoje.
Minha aposta para surpresa da Copa é a Coreia do Sul, favorita para a segunda vaga do grupo B, depois a coisa complica, mas quem sabe 2014 - quanto a minha previsão tenho 90 anos para acertar.
A segunda parte do post: Quando o jogo estiver ruim dê uma olhada na torcida feminina na arquibancada, em alguns grupos a disputa será boa:
  • Grupo A destaque para francesas que integram beleza e sofisticação e as "calientes"porém bregas Mexicanas, as Uruguaias também merecem atenção uma mistura de beleza européia e charme latino.
  • Grupo B o destaque é todo das Argentinas, é tarefa difícil encontrar uma argentina feia, as coreanas sempre chamam a atenção já a Grécia mostra que a pesar de ter um time velho, grosso, lento que não sabe atacar e nem defender possui uma torcida feminina interessante (neste quesito é a terceira força do grupo).
  • Grupo C: Aqui a coisa complica Americanas e Inglesas não destacam-se pela beleza (a estrutura facial de ambas é terrível, do tipo que você coloca um saco de papel na cabeça) são as Eslovenas, do leste europeu fábrica de mulheres lindas, quem salvam o grupo.
  • Grupo D: Destaque para Australianas - a pesar da ascendência inglesa as mulheres tiveram sorte (e os homens também) com torcedoras da Sérvia, algumas alemãs salvam a pátria, mas não o suficiente para destacarem-se.
  • Grupo E: Talvez o mais equilibrados além das japinhas temos a "beleza mais bela" da Europa as dinamarquesas, se as japonesas se destacam a dinamarquesas ganham pela quantidade, não existe mulher feia na Dinamarca, deve ser algum decreto da rainha Margrethe II a menina que nascer feia será jogada de um abismo, nunca podemos descartar as holandesas, não tão belas como as dinamarquesas porém lindas e provindas de um país liberal : ).
  • Grupo F: Outro grupo equilibrado a Itália conta com apenas 1.00 torcedores, por isto elas são poucas, mas belas (a pesar do narigão italiano), as paraguaias são menos bonitas que Argentinas, mexicanas ou uruguaias, mas mesmo assim merecem respeito. As Eslovacas pertencem a escola do leste europeu enquanto a Nova Zelândia obedece a regra australiana.
  • Grupo G: Aqui o Brasil ganha fácil, a mistura de raças gera muitas mulheres lindas, verdade que para cada beldade existe uma raimunda, realmente o Brasil é um país de extremos, não sei se existem torcedoras da Coreia do norte (nem sei se algum torcedor veio), mas devem ser todas padronizadas com aquele corte de cabelo masculino típico de países fechados e comunistas, restam as portuguesas.
  • Grupo H: As espanholas, quem não gosta de uma boa espanhola? Elas são lindas, latinas, descontraídas e sem moralismo barato. As suíças também merecem destaque embora sejam um povo emburrado elas são bonitas a final a Suíça tem influência francesa e italiana.
Divirtam-se com a Copa.

2 comentários:

  1. Quem ganharia a sua copa da torcida feminina?

    Gracia

    ResponderExcluir
  2. Gracia a final iria para a prorogação e seria decidido na 19o. cobrança de pnaltis (putis fui politicamente correto)...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...