Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

As correntes da moralidade


O que é ser moral? Podemos dizer que a moralidade permite que nós vivamos em sociedade, a moral é um conjunto de regras e normas, a ética e as leis fazem parte desta moralidade. As normas sociais e leis que não estão escritas, mas todos seguimos fazem parte desta moral.
A moral permite que o mundo em que vivemos permaneça como ele é, ao mesmo tempo em que a moral é criada pelo homem, ela é uma invenção que criou vida e agora nos desafia com suas regras.
Podemos concluir que a moral é necessário, precisamos viver em um mundo com certa ordem, mas qual ordem mas qual ordem? Comentei sobre esta ordem nos quatro tópicos sobre a "moral nietzscheana" por isto não vou me deter no assunto. Ao contrário falarei sobre as correntes da moral ou como ela nos aprisiona.
Esta ultima semana foi marcada por duas controvérsias morais relacionadas ao esporte. No ultimo domingo disputou-se o ultimo GP da fórmula 1 com muita controvérsia. Fernando Alonso disputava o título graças ao jogo de equipe da Ferrari que ordenou ao Felipe Massa que desse passagem para Alonso no meio do campeonato. Também especulava-se um possível jogo de equipe na Red Bull, narradores, comentaristas e especialistas argumentavam a diferença entre fazer jogo de equipe no meio e no fim do campeonato.
A outra polêmica esteve no futebol com a "pergunta" São Paulo e Palmeiras deveriam entregar seus jogos contra o Fluminense, prejudicando assim o rival Corinthians? São Paulinos e palmeirenses ficaram indignados, cronistas desportivos gritavam furiosos contra o jogo de equipe, corintianos defendiam-se previamente contra rivais, que pregavam a derrota de suas amadas equipes.
De fato a moral é um conjunto de regras MAS não podemos ignorar que para cada regra existem uma exceção, a moral nos aprisiona ao mesmo tempo que cria brechas. O jogo de equipe é proibido, mas se for na ultima corrida do campeonato onde pode-se decidir um título está tudo bem. Se o campeonato de F1 é decidido pelo somatório de todos os pontos da temporada que diferença faz fazer jogo de equipe na primeira, quinta ou ultima prova do campeonato? E quanto ao futebol o desportista não pode entregar o jogo mas pode entrar desmotivado. Qual a diferença entre perder de propósito e jogar sem vontade de vencer? Sim meus amigos, eis as correntes da moralidade.
Podemos quebrar estas correntes no momento em que quisermos, mas não o fazemos, não conseguimos nos soltar, no momento em que algum espírito livre dá uma bela banana para á moral ficamos ofendidos, rabiosos e tecemos discursos moralistas contra estas pessoas quando na verdade queríamos trocar de lugar com esta pessoa.
Links para a Moralidade Nietzscheana:

Sobre a moralidade nietzscheana I: O ideal é não ter moral

Sobre a moralidade nietzscheana II: A moral nietzscheana no Brasil

Sobre a moralidade nietzscheana III: Ações nietzscheanas na política ou adentrando o lado obscuro do Brasil.

Sobre a moralidade nietzscheana IV: O übermensch nas personagens de ficção

Um comentário:

  1. adoro as ilustrações xDDD
    nietzsche é sempre um ótimo tema, com certeza. a moral tambem foi ótimo foco.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...