Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Mini conto O ministério de Dilma 05: Alianças Sinistras pt. 2


Dentro do castelo assombrado, localizado no topo de uma montanha sem vida, de solo árido e noite perpétua, encontrava-se a sede do PT. Lula sentava-se em seu trono de crânios humanos localizado na cabeceira da mesa de reuniões, ao seu lado direito estavam Dilma e Marta do lado Esquerdo estavam Zé Dirceu e Genuíno compunham a mesa. Netinho estava no chão espancando a moça do café.
- Muito bem cumpanheiros - começa lula - agora que nóis termino de distribuir os ministérios pêemedebistas, chegou a vez dos nossos cumpanheiros de luta.
- Vamos para luta? - pergunta Dilma sacando sua arma - quem vamos sequestrar?
- Já falei que a nossa nova arma é a mídia, nóis usa a rede Record do cumpanheiro Crivela, para lutar em nosso favor.
- Então?
- Temos alguns membros muito queridos do partido que estão desempregados e merecem nossa atenção - interrompe Marta - eu trouxe alguns amigos pessoais.
Abrem-se as portas da sala de reuniões, entram O Monstro da Lagoa Negra, A Cuca e o genocida Pol Pot.
- O Pol Pot não estava morto? - Zé Dirceu espanta-se.
- É que o PT costuma ressuscitar fantasmas, não é verdade companheiro Dirceu?
- Muito bem - conclui Lula - mas o cumpanheiro Pol Pot não é brasileiro, ele..., sei lá que porra ele é.
- Mas ele é da classe trabalhadora - explica Marta - assim como eu.
- Tudo bem, temos que escolher os ministérios da base aliada, o próximo partido é o PR.
Neste momento Tiririca pula dentro da sala tapando os olhos.
- Adivinha quem é? O abestado!
FIM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...