Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Vilãs de "Queen's Blade

Elas, as vilãs. criaturas vis, frias. Por que estas criaturas despertam tanta admiração? Simplificando ao extremo podemos dizer que as (os) vilãs(ões) são necessárias(os) para existência do herói o que nos leva à uma máxima as vilãs (e os vilões) representam tudo aquilo que não podemos ser. As vilãs por sua vez são sensuais, eróticas e por que não fetichistas?
Para estrear esta série de posts escolhi as três vilãs do anime "Queen's Blade" uma animação onde todas suas personagens apresentam algum fetiche, a temática é simples: existe um torneio chamado "Queen's Blade" onde qualquer mulher, maior de 12 anos, pode participar. A vencedora torna-se rainha. Com uma temática tão simples só mesmo as personagens se destacam.
As três vilãs são ótimas representantes da categoria: elas ignoram a moral, são manipuladoras, lutam apenas por si mesmas, são extremamente sensuais e cada uma representa um fetiche diferente. O destaque das três foi tanto que o tema de encerramento da segunda temporada "Buddy Body" foi dedicado à elas.


Melona a assassina das mil faces

A "líder" das vilãs é a coelhinha cor-de-rosa Melona (melão em japonês) ela é o que pode ser chamada de má, Melona é uma assassina metaforfa, manipuladora, impiedosa porém impulsiva. É curiosos notar que Melona é uma personagem "fofa", parece uma boneca enquanto esconde uma intenção assassina, é uma legítima famme Fatale pronta para "brincar" com que aparecer pela frente.
Ela pode se transformar em qualquer pessoa, diferentemente do que vemos em outras personagens Melona pode abandonar sua forma sólida manipulando também seu corpo. Exibicionista e maliciosa ela não usa sutiã transformando parte de seu cabelo em duas mãos que apalpam seus seios quando ela fica entediada. O que deixa a dúvida suas orelhas de coelho seriam fisiológicas ou um instrumento de fetiche (impossível não pensar na Playboy)?
Durante uma batalha Melona aperta seus seios espirrando um ácido corrosivo, em uma analogia com o leite materno, fonte de nutrição e afeto transformado aqui em algo destrutivo. Ela representa a sexualidade mais primitiva, fruto de pesadelos ambíguos onde o prazes do sexo vem junto com a morte (vemos a mesma relação nos filmes de terror onde quem faz sexo morre) não existe afeto ou carinho, apenas o desejo.




Airi a Sedutora do utro Mundo

Esta "empregada" é a mais recatada das três, o que não quer dizer menos sensual. Airi é subserviente, no tema de encerramento cantada pelas três a vilã dá a letra "meu encanto é a total submissão". Airi não é exatamente má, ela alimenta-se da energia vital de homens e mulheres caso contrário ela poderá morrer. Ao enfraquecer, o primeiro sintoma é o desaparecimento de suas roupas(!).
Airi pode ser submissa, mas é apenas uma arma de sedução para atrair suas vítimas, ela apresenta uma certa ingenuidade e um ar de Lolita, uma armadilha letal. Quem se aproximar morre, mas é impossível não se aproximar.
vemos novamente uma figura cuidadosa, semelhante ao "leite venenoso" de Melona, diferente desta Airi tem um instinto maternal, cuidando de um menino órfão durante a série, este vive abraçando ela (bobo o garoto) Airi pode até se transformar em uma boa moça, mas continuará seduzindo suas vítimas para absorver sua energia vital.




Menace, Rainha de Amara

Menace é claramente inspirada na Cleópatra, uma das mulheres mais sensuais da história que seduziu os césares e comandou impérios. Menace reinava em Amara até uma rebelião destruir seu reino. Atualmente ela conta com o auxílio de um cetro mágico com cabeça de gato (tarado e tagarela) para reconstruir seu reino.
Menace tem apenas um desejo passar o dia nua, sendo massageada por seus servos e servas, dando preferência para as servas, as quais tem permissão de massagear certas partes íntimas (sim, isto aparece no anime), embora muito forte ela não gosta de lutar, prepotente Menace ordena a todas as pessoas que vê pela frente que torne-se seu servo.
Como eu disse ela representa o poder feminino, sua aspiração lésbica favorece a ideia de ser intocável (para os homens) - Menace é aquela mulher que todos desejam e ninguém pode ter, em parte por que ela ama a si mesma, e seu cetro-gato mas existe um "consolo" quem servi-la pode ver seu corpo nu e toca-lo, mas para por ai. É o voyerismo máximo.





Finalizando até onde vimos as vilãs apresentam um forte apelo sexual, associado a uma proibição - "toque e morra", mas neste meio-tempo vai ser muito divertido. O fetiche funciona como um disfarce para esta proibição. Enquanto prestamos atenção nesta sensualidade não percebemos o que está por trás - tudo aquilo que é proibido pela sociedade e punido pela moral é arriscado, porém mais gostoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...