Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sorria você está sendo manipulado ou Apenas apontar os donos não basta, ainda apontando, questionando e incomodando

No dia de hoje 30/05/11 o Ministério das comunicações relatou todos àqueles que têm concessões de rádios e televisão. Poderemos saber quem controla a mídia - palma para eles. Isto é se não acontecer nada entre o dia de hoje (domingo 29/05/11) quando escrevo esta coluna e amanhã (no caso hoje 30/05/11), mas por que escrevo esta coluna um dia antes? Simples tento antecipar alguns tópicos.
Dentre os donos de emissoras e rádios estão 56 senadores e deputados, mais uma vez parabéns ao ministério, porém o que dizer quanto aos jornalistas partidários? Estes também serão apontados?
Tereza Curvinel do jornal O Globo é lulista do PCdoB durante a investigação do mensalão ela não cansou de defender seu senhor afirmando que o mensalão ainda não tinha sido provado.
Kennedy Alencar, da Rede TV! E Folha de São É outro petista assumido - assessor de imprensa do PT e foi taquígrafo oficial de André Singer, secretário de imprensa de Lula.
Alon Feuerwerker do Correio brasiliense é petista e como tal não tem vontade própria e apoia quem o PT mandar.
Paulo Markun da TV Cultura é esquerdista, sem partido definido - este pelo menos segue uma ideologia e não um coronel.
Paulo Henrique Amorim da Rede Record é Lulista dos mais radicais, por trás daquela simpatia televisiva existe um radical bolivariano.
Leonardo Attuch da IstoÉ Dinheiro associa-se com Daniel Dantas, dependendo do humor deste a coluna de Leonardo mudo o tom. Na mesma revista temos Mino carta, defensor de carlos Jereissati enquanto Luiz Gushiken é Lulista. Esta "troca de farpas" gera a sensação de que existe livre opinião na revista.
Outros jornalistas petralhas (para quem não sabe união entre petista e irmãos metralhas) são: Franklin Martins é José Dirceu; Elaine Cantanhêde é Mercadante; Luiz Garcia é lulista e Vinicius Mota é Marta Suplicy.
Acho que consegui demonstrar meu ponto de vista, descobrir o nome dos políticos donos de emissoras, rádios e jornais. Porém ainda é mais importante termos o nome dos jornalistas partidários a um ou outro partido.
Estou partindo do princípio de que neutralidade de imprensa não existe, todos nós tomamos partido por alguém, sofremos influência de ideologias. Eu não condeno um jornalista por ser petista, apenas exijo que ele se assuma como tal, assim a população pode saber qual o ponto de partida de suas opiniões.
Irei concluir com duas notas 1) os relatos dos políticos e seus partidos foi retirado do livro de Diogo Mainardi referência bibliográfica ao final do tópico; 2) todos que seguem mina coluna sabem qual minha orientação política, para quem ainda não percebeu (existe alguém tão burro assim?) sou tucano, não gosto de hipocrisia (a final não sou petista) e quis deixar bem claro a origem do meu ponto de vista.

MAINARDI, D. (2007) Lula é minha anta. Rio de Janeiro: Record.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...