Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Isto é petismo: A Herança Maldita



A partir deste mês começo um novo tópico: “Isto é petismo”. Inspirado no blog "gente que mente", veja ai do lado, pegarei uma frase da Dilma e apontarei sua manipulação. Convenhamos já fazia algum tempo que eu não falava do assunto e petistas são como baratas existem em todos os lugares e se não tomarmos cuidado invadem nossos lares. Por isto é sempre bom ter uma lata de veneno a mão.
Primeiro uma frase do Lula: “O Obama recebeu uma herança maldita, que foi uma crise financeira sem precedentes. E eu recebi uma herança maldita, que era um país andando para trás. Nossa geração não terá herança maldita”. (Em reunião do G-20 na Coreia do Norte, 12/11/2010).
Agora sim a frase da presidenta: “Nós mudamos a lógica de crescimento do país, e este país tem a força que tem porque temos esta herança, este legado.” (Presidente Dilma Rousseff, negando ter recebido uma herança maldita do antecessor Lula, em Brasília, 03/09/2011).
A Dilma foi guerrilheira, ela matou seus inimigos, assaltou bancos e arquitetou atentados terroristas, mas ela não é hipócrita, pelo menos não ao nível do Lula. Talvés seu passado de crimes tenha lhe encinado um código de honrra diferente dos políticos. Vamos lá: Dilma sabe que o modelo econômico petista é identico ao desenvolvido por FHC, por um simples motivo ele funciona. Lula é um canhalha, mas não é burro, não mudaria o que funciona. Ele apenas tomou posse. A mudança de lógica dita por Dilma refere-se ao assistêncialismo. A diferença entre PT e PSDB é que o PT sustenta vagabundos em troca de votos.
Não gostou dos meus argumentos? Veja os argumentos do "gente que mente": a Controladoria Geral da União que, depois de uma enxurrada de notícias, foi empurrada a agir no Ministério dos Transportes e no Dnit.
R$ 682.232.208,53 é, até agora, a primeira parte visível e o tamanho da herança maldita que a dupla aprontou para ganhar as eleições presidências de 2010.
Apenas esse escândalo resultou na demissão de 25 envolvidos, entre eles o primeiríssimo escalão dos Transportes e do Dnit. Numa operação que o governo, marqueteiramente, começou a chamar de “faxina”, mas depois, pressionado pelos companheiros, recuou.
Agora, Dilma, PT e companhias garantem que nunca usaram o termo “faxina” e que tudo, adivinhem, foi coisa da imprensa marrom. Não é à toa que o sonho dourado do petismo é criar mecanismos para controlar a imprensa.
No último Congresso do PT realizado em Brasília no início de Setembro, praticamente nove meses depois de assumir, discursando para a companheirada e na presença do ex, Rousseff, a beneficiária, não tinha mais como ficar em cima do muro e fingir que o passado não lhe pertencia. E foi assim, levemente constrangida, que assumiu sua parte como coautora da auto-herança maldita que o Brasil enfrenta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...