Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Sexta-feira 13: Nasce um ícone do horror ou Um Halloween mais simples




Sexta-feira 13 é o mais célebre e importante representante do slasher movie, filmes repletos de assassinatos e cenas sensuais. Este subgênero é mais antigo que a série do mascarado, porém foram Jason e seu arsenal quem popularizaram o gênero, mas este é assunto para outro post.
Não é necessário ser grande fã do cinema horrorífico para saber que Jason Voorhees é mais famoso do que Michael Mayers, o irônico é que Mayers influênciou a criação de Jason. Em 1979, depois do sucesso de Halloween os produtores imaginaram uma formula simplificada da obra de Carpenter. O sucesso do filme deve-se a participação do mago dos efeitos espaciais Tom Savini e da atuação de Betsy Palmer como senhora Voorhees.
Outra curiosidade é a criação de Jason. Sean S. Cunningham, um dos produtores da série e diretor do primeiro filme, nunca gostou da personagem, ele deveria ser apenas uma ameaça invisível ou uma persença ameaçadora para dar tom a série, gradativamente Jason roubou a cena, tornou-se protagonista e ícone pop.
Jason era uma criança, podemos dizer lenta, filho de uma mãe protetora que vivia para o garoto, após sua morte Jason continuou levantando do túmulo em busca de vingança contra adolescentes libidinosos. Se Mayers é o bicho papão Jason é o guardião da moral, uma instância superegoica que pune os adolescentes que cruzam seu caminho.
Os filmes:
Sexta-feira 13 Reza a lenda que 20 anos atrás um garoto de nome Jason se afogou no acampamento Crystal Lake enquanto os monitores transavam sem conseguir descançar o espírito do garoto retornava para punir quem quer que invada seu território. Ignorando esta lenda Um grupo de amigos compra o terreno em volta do lago e prepara-se para reinalgurar o acampamento, quando iniciam os assassinatos.
O assassino não era Jason, mas sua mãe Pâmela Voorhees, que voltou para vingar a morte de Jason. Com boa dose de suspense e mortes criativas, cortesia do mago Tom Savini e a estréai de Kevin Bacon no cinema Sexta-feira 13 revela-se um ótimo filme de terror, Jason surge em um sonho, ele seria o susto final. Um filme obrigatório para qualquer fã do terror.
 
Sexta-feira 13 parte 2 O sucesso de SF13 foi tão grande que no ano seguinte, o assassino não poderia ser outro se não Jason (adulto e não uma criança) usando uma máscara de pano (!) aterroriza um grupo de jovens. É deste filme um dos dois pôsteres mais famosos da série, a silhueta do Jason com o acampamento dentro do contorno de seu corpo.
Uma curiosidade: a parte dois é considerada a mais violento de toda a série, por um simples motivo ele copia uma a uma as mortes do italiano "banho de sangue" de Mario Brava, mesmo assim merece ser conhecido.
Sexta-feira 13 parte 3 Sendo rigorosos podemos dizer que Jason nasceu para o cinema neste filme, pela primeira vez ela veste sua máscara branca. O acampamento Crystal Lake permanece fechado, Jason ataca alguns amigos que acampavam em uma casa de campo ali perto.
O filme fora apresentado nos cinemas em 3D o que explica o alto número de ferramentas e instrumentos cortantes apontados para câmera, temos aqui um dos melhores embates entre mocinha do filme Vs. Jason valendo enforcamento e machadada na cabeça. Existem duas versões disponíveis em DVD uma simples e outra em 3D. Vale a pena ir atrás deste filme.

Sexta-feira 13: Capítulo Final O ano é 1984, os slashers movies invadem o cinema, dentre eles "Natal Sangrento" onde o assassino veste-se de Papai Noel, claro que as mães americanas ficariam revoltadas, de tanto tagarelarem os monstros do cinema foram banidos, preocupada com sua imagem a Paramont decidiu matar Jason e nada melhor do que uma criança para a execução.
Dados históricos a parte este é um dos meus favoritos da franquia a impressão é que os produtores queriam dar uma saideira digna para Jason com mortes espetaculares incluindo a do próprio Jason (mais uma vez Savini), um par de irmãs deliciosas, muita sensualidade e o outro pôster mais famoso da série com a máscara de Jason atravessada por uma faca.

 
Sexta-feira 13 parte V: Um Novo Começo Deve existir uma espécie de maldição envolvendo o número cinco nas franquias terrorríficas. Seja Sexta-feira 13, A Hora do Pesadelo ou Holloween em todas estas franquias a parte cinco é péssima. Vamos lá - ao que parece o clamor dos fãs foi maior do a fúrias das mães moralistas e Jason volta... Bom mais ou menos.
Lembram-se do garoto que matou Jason? Agora ele está adulto e olha que a parte cinco foi filmada um ano após o quarto filme, ele volta ao Crystal Lake para ser tratado em um hospital psiquiátrico, onde começam a ocorrer mortes ao estilo Jason, porém a identidade do assassino é uma surpresa idiota. Só vale pelas atrizes que desfilam com os seios de fora durante todo o filme. Assista por sua conta e risco.
Sexta-feira 13 Parte VI: Jason Vive O nome diz tudo, após o fiasco da parte cinco os produtores ressuscitam Jason e não poderia ser melhor, o garoto que matou Jason está de volta, completamente curado, com desejo de vingança ele escava o túmulo de Jason para atear fogo no cadáver (?!) porém Jason é atingido por um raio e ressuscita.
É neste filme que começam as mortes cômicas como três pessoas sendo mortas ao mesmo tempo ou o início que lembra 007 - a pesar do que pode parecer a parte seis é um dos melhores da série, muito divertido.
Sexta-feira 13 Parte VII: A Matança Continua Jason Vs. Carrie a estranha, uma garota com poderes psíquicos volta para Crystal Lake para se tratar e lidar com a culpa por ter matado seu pai, acidentalmente ela ressuscita Jason. A ideia é esdruxula, mas o filme apresenta a melhor caracterização de Jason (semidecomposto); as mulheres mais bonitas da série, incluindo uma ruivinha peituda, este filme marca a estreia de Kane Hoder como Jason, o favorito dos fãs.

 
Sexta-feira 13 parte VIII: Jason Ataca em Nova York Jason morde a grande maçã ou quase isto. O afogado ressuscita e sobe abordo de um navio que levaria formandos para Nova York. Jason surge onipresente quase como um espírito enquanto a screan queen da vez tenta superar algum trauma de infância. A sequencia final se passa na "cidade que nunca dorme" onde Jason encara uma máscara de hóquei gigante. Estreia de Kelly Ho no cinema.
Jason vai para o inferno a ultima sexta-feira Com o final dos anos 80 a série parecia estar morta, para tentar revigorar a franquia Sean S. Cunningham tenta desmitificar a figura de Jason, mostrando os demais membros da família Voorhees, são todas pessoas normais, um dos mais nojentos da série envolvendo pessoas devorando o coração de Jason e corpos derretendo. O grande equívoco deste filme são os poucos minutos em que Jason aparece na frente da tela.
    Jason X Cientistas tentam capturar e congelar Jason para descobrir o segredo de sua regeneração para usos militares, lógico que as coisas dão errado e Jason é congelado por 400 anos até um grupo de estudantes levar o cadáver congelado de Jason para o espaço onde ele se transforma em Super Jason. Uma dica não leve este filme a sério, não ligue para qualquer ideia ou cena estapafúrdia e você irá se divertir, pois Jason X não é um filme de terror propriamente dito mas sim um filme de humor negro. Uma curiosidade de Jason X o Brasil foi o primeiro país em que o filme foi exibido.
Freddy X Jason Tanto Jason X quanto O Novo Pesadelo haviam dado prejuízo aos cofres do estúdio, uma incoerência devido ao número de fãs, sabendo disto a New Line convocou Ronny Yu, diretor de "A Noiva de Chucky" para cumprir a promessa de "Jason vai para o Inferno" (na ultima cena Freedy recupera a máscara de Jason) e junta os dois vilões em uma ode ao saudosismo.
Freddy estava esquecido e por isto sem poderes, sem escolha o assassino dos sonhos revive Jason para que este inicie uma matança, Freddy ficaria com as glórias. Porém Jason não para, Freddy irrita-se com o afogado e parte para briga. Alguns chatos torceram o nariz para este filme, mas quem realmente é fã de um dos dois adorou o filme e reviveu parte de sua infância/adolescência.

Sexta-feira 13 Temos aqui uma rara refilmagem que não funciona como refilmagem, mas sim como sequencia. A estrutura da série e sua cronologia esdruxula são as principais responsáveis. Um grupo de jovens vai para Crystal Lake e tornam-se vítimas do Jason. Esta nova versão tem tudo: assassinatos, gostosas nuas, um Jason assustador e divertidas transas interrompidas pelo mascarado. Como porém fica apenas o excesso de violência a lá "torture porn" subgênero diferente do slasher e claro o sequestro da garota, de onde tiraram esta ideia? Provavelmente de Halloween de Robie Zumbi.






 


Um comentário:

  1. Parabéns pelo seu blog, está ótimo!
    Estou seguindo e assim que puder volto para comentar.
    Esperamos você no nosso espaço 'Um Pouco Sobre Isso'. Siga-nos!
    umpoucosobreisso.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...