Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Especial Halloween II: Novos filmes de Danielle Harris

Pois é, a gastíssima Screan Queen Danielle Harris atuou em dois novos filmes, ainda inéditos no brasil mas disponíveis para Download.

Já falei sobre a Dani aqui, mas segue um rápido resumo de sua carreira
Nascida em Daytona Beach há 34 anos ela esbanja talento, beleza e gritos em seus filmes, uma das poucas atrizes dedicadas ao terror que se afasta do cinema independente ela freqüenta a mídia americana soltando gritos e mostrando sua nova tatuagens de flores na coxa.

Seu início de carreira se deu em séries televisivas, salvo Halloween 4 e 5 ela atuou quase que exclusivamente em novelas e seriados familiares. Já na juventude ela participou de poucas produções em papéis menores ao lado de Bruce Willis e Silvester Stalone. Até ser "resgatada por Robie Zombie" e roubar a cena.

Durante as filmagens de "Halloween" Danielle afirmou ser fã do gênero, notícia que foi encarada como oportunista pela crítica mostrou-se factual em suas produções, seja fugindo de um assassino aos gritos ou empunhando um machado ela é definitivamente o atual rosto do terror. Responsabilidade que a inclui ao lado de nomes como: Christopher Lee, Donald pleance, Robert Englund, Vicent Price, Bella Logosi e outros grandes mestres.

Em 2010 o título de rainha do grito tornou-se oficial pelo jornal NY Daily News e por revistas especializadas, que costumam torcer o nariz para celebridades e filmes comerciais. Danielle é celebridade? Talvez Celebridade B - ficando atrás de grandes astros que carregam filmes em seus ombros. Seu nome também trás público.


Cyrus mind of a serial killer
Inspirado em uma história verdadeira, a repórter Maria (Danielle) e seu câmera Tom, fazem uma matéria sobre uma série de desaparecimentos inexplicáveis em Midwestern pequena município. A história leva-los para a cidade isolada de Arkham Heights, onde se encontram entrevista Emmett (Lance Henricksen), que, em entrevista, revela detalhes do assassino "O Canibal de County Line "- Cyrus.

Devo dizer que este filme foi uma grata surpresa, esperava mais uma película sobre um assassino. "Cyrus" começa com Maria preparando a cabeça de uma matéria sobre estranhos desaparecimentos quando recebe uma ligação de um morador local Emmett que diz saber detalhes sobre o assassinato.

Temos ai um duelo de interpretações Danielle está perfeita como a antiética repórter, uma rara ocasião em que Dani interpreta uma adulta, e Henricksen está inspirado como narrador da história. A conversa dos dois é tensa. Emmett narra a vida de Cyrus, é ai que o filme enfraquece e perde ritmo tornando-se mais um torture porn; seria melhor se o filme ficasse focado apenas na entrevista. Que retorna ao final, um final previsível mas que se faz marcante. Baixar aqui
Stake Land
A história segue um grupo errante em um país invadido por vampiros. O caçador e seu pupilo unem o máximo de armas possíveis e recrutam companheiros para cruzar a América em busca de um lugar para descansarem, no Canadá.

Stake Land bebe diretamente de "Extermínio" e suas inspirações tais como "Walking Dead", "Eu sou a lenda" e "30 dias de noite" com o diferencial de ir além de uma mera cópia aproximando da dramaticidade e profundidade psicológica de "Extermínio". O grupo de amigos - que reúne uma freira, um ex-fuzileiro naval e uma jovem grávida (Danielle) cruzam o país matando vampiros.

Apesar das criaturas da noite a maior ameaça vem da "irmandade" um grupo de fanáticos religiosos que acreditam que Deus enviou os vampiros para punir a humanidade e matam qualquer um que vá contra seus ideais religiosos. O típico fanático/conservador americano.

"Stake Land" é muito bom, recebendo prêmios pelo mundo. As interpretações são convincentes e a história incomoda - como deveria ser, não deixe de ver este belo filme onde vampiros são meras metáforas para a natureza humana. Baixar aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...