Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

A Dança dos Ministros no Governo Dilma

O mais recente caso de um ministro envolvido em sujeira é Carlos Lupi, que após ser pego mentido disse "não tenho memória total" e outras frases de efeito como afirmar amar a presidenta. Por algum motivo está sendo bancado pela Dilma.
Puxando pela memória o primeiro ministro a cair foi Antonio Palocci, 7 de junho, na mesma época da primeira pesquise de opinião do seu governo, ao amargar uma queda de popularidade Dilma fez o que sabe fazer de melhor. Soltou os cachorros, reviveu a megera guerrilheira e caçou os queridinhos de Lula, aproveitando para enviar uma mensagem para o nove dedos "agora sou eu quem manda" bom para nós certo? Errado!
Cada vez que um ministro cai sob suspeitas de corrupção as investigações param, a base governista coloca um sucessor do mesmo partido e a Dilma ganha fama de política séria sob a tutela dos petistas da mídia. "Tudo o que é bom para o PT é ruim para o brasil" (Reinaldo Azevedo).
Veja a lista dos ministros caídos, até hoje.

Antonio Palocci, cai em 7 de junho: Já havia caído no governo Lula acusado de corrupção no escândalo do caseiro Francenildo em 2006. Dilma repetiu o erro de Lula, convocou Palocci que cai após o jornal "A Folha de São Paulão" averiguar que o patrimônio de Palocci havia aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010, época do governo petista. As investigações foram interrompidas com sua queda.


Alfredo Nascimento, cai em 6 de julho: Começou a cair em 2 Julho após a Revista veja apurar denúncias de um esquema onde Alfredo cobrava propinas no ministério dos transportes. Seu esquema envolvia o Departamento nacional de Infraestrutura de transportes e a VALEC. Nascimento estava no cargo desde o governo Lula e pediu demissão. As investigações pararam.

Nelson Jobim, cai em 4 de Agosto: O único não envolvido em escândalos Jobim permanecia no ministério da defesa a pedido do Lula, mas pede demissão afirmando não se sentir a vontade ao lado de Dilma. Em 30 de Junho, no aniversário de FHC, Jobim afirmou ser obrigado a conviver entre idiotas. Caiu por dizer a verdade.





Wagner Rossi, cai em 17 de Agosto: Após inúmeras denúncias de corrupção e recebimento de propina em troca de de contratos e favorecimentos para campanha eleitoral, a gota d´agua foi ter usado o jatinho de uma empresa favorecida pelo seu ministério. As investigações pararam.



Pedro Novais, cai em 14 de Setembro: Novais pede demissão após denúncia do jornal "A Folha de São Paulo" de que estaria usando o dinheiro da câmara para pagar o salário de sua governando de Brasília. O jornal "O Estado de São Paulo" revelou que Novais pegou R$ 2.156 da câmara para pagar um Motel em São Luis (MA). Em Agosto ele esteve envolvido em escândalos de verba irregular para ONG Ibrasi.


Orlando Silva, cai em 26 de Outubro: Sua queda foi consequência de denúncia da Revista "Veja" sobre liberação de verba irregular para várias ONGs vinculadas a seu ministério, ele também foi acusado de comandar um esquema de propinas e desvio de dinheiro.






Todas as informações desta coluna foram retiradas do site do Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...