Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

JRP - José Roberto pereira

Língua ferina, maluco beleza ou ultimo dos brasileiros legítimos. Estas são apenas algumas maneiras de definir José Roberto Pereira, figura que parece ter saído de uma pornochanchada, na época áurea do cinema nacional.

JRP foi apresentado ao brasil pela revista "Japan Fury" porém fez "fama" como um dos editores da "Animax" - uma das maiores e mais deliciosas fraudes do editorial brasileiro. Publicada nos anos 90 Animax concorria com a "Herói" e vencia de goleada sua prima rica.

A publicação tinha o mérito de trazer opiniões aos seus leitores, diferente da Herói que se limitava a resumir o que ia acontecer num futuro próximo. A "fraude" estava na maneira de ser feita. A publicação se gabava de ter realizado uma entrevista com Naoko Takeuchi, criadora de Sailor Monn, um dos editores (Peixoto) afirmava ser amigo dela. Na verdade a dupla, Peixoto e JRP, traduziram uma entrevista, mudaram alguns dados passando a impressão de uma exclusiva. A falcatrua colou de uma tal forma que até hoje exista quem acredita. Os dois inventaram que Naoko tinha o sonho de desenhar Hentai e mesmo assim ninguém percebeu.

Ainda falando da animax, minha sessão preferida era o editorial, por um simples motivo JRP mandava ver. Durante minha inocente pré-adolescencia li um editorial onde JRP afirmava categoricamente que "animes são produtos". Este texto influenciou minha maneira de ver televisão, filmes, seriados e até as gostosas que saem na playboy, são todos produtos. Outra de suas brigas foi pelo direito de colocar ilustrações das personagens com os seios de fora:

"Quem pressiona a gente? Justamente os vereadores, Deputados Estaduais, funcionários das prefeituras e até prefeitos! Um pessoal de extrema-direita que põe as presas de fora". Neste mesmo editorial JRP conclui se defendendo da acusação de "pornografia" - "Sei que existem revistas que mostram a mulher como um pedaço de bife e essas revistas não deveriam estar nas bancas, mas sim em revistarias especializadas. Sou contra a pornografia em banca, a banca fica entupida de lixo".

Nem só de reclamação e entrevistas falsas vive o homem. JRP aproveitou para comer várias de suas fãs, na sessão de correio ele selecionava as cartas mais "entusiasmadas", entrava em contato com as moças, pedindo seu telefone ou convidando para conhecerem a redação. Quando não funcionava JRP enviava uma revista de brinde, a moça feliz pelo presente entrava em contato.

Posteriormente a dupla brigou, revista durou mais algum tempo, porém sem as sacadas sarcásticas do senhor Pereira, algum tempo depois a publicação terminou. Anos mais tarde JRP retornou na Web com seu extinto blog "pasto coletivo" e no Orkut. Sua sinceridade gerou confusão dos fãs ardorosos de animes e mangás que se sentiam ofendidos quado JR criticava suas séries favoritas. Que não entendiam a postura de José Roberto contra o excesso, o fanatismo e produtos pré-fabricados serem vendidos como obras de arte.
Lá pela metade dos anos 2000 JRP editou a revista "Kamikaze" publicação de um volume, onde, eu, através de uma comunidade no orkut acompanhei a escolha da arte do nome e de alguns artigos tudo por meio de enquetes e opiniões omitidas. Posso dizer que fui um palpiteiro nas horas vagas, porém sem voz ativa em nada. A revista foi mal entendida como um ataque - dai a brincadeira com o nome. Porém o editorial já dizia tudo.

"Muita gente por ai está doidinha para te enganar, te levar no bico, te passar uma conversa..." entendida como uma revista para fãs de animes a Kamikaze foi uma ideia brilhante e suicida.

Aos 45 anos sua ultima crítica foi ao mercado nacional de HQ "Não existe mercado de HQ! Não existe HQ. Existe a sua necessidade de se comunicar. Comunique-se sem se importar com mídia, formato, páginas, nada disso. Diga o que tem que ser dito. Diga o que ninguém quer ouvir ou diga o que todos sabem, mas pelo SEU ÂNGULO, pela SUA visão, chute baldes. O fandom de HQ tá cheio de covardes, crianças e idiotas. Não seja que nem eles. Seja você, sempre!"

José Roberto Pereira - Um homem de virtudes excelsas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...