Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Entre o limite do humor e críticas políticas

Uma das máximas do humor é que “nada é sagrado” não existem assuntos tabus, não existem limites. Se você ri de uma piada deve estar disposta a aceitar ser motivo de outra. É neste clima que venho relatar um moralismo disfarçado de crítica política ou quem sabe seu inverso um posicionamento político disfarçado de moralismo. Ambas as interpretações são possíveis.
 
Recentemente Dani Schwery, candidata a vereadora pelo PSDB de São Paulo, foi alvo de críticas após postar uma piada em seu perfil no Facebook. A postagem da candidata era mais ou menos assim:
 
Um prédio de quatro andares pega fogo. No primeiro andar viviam famílias de filhos de presidiários com auxílio do governo, morreram todos; no segundo andar viviam pessoas sustentadas pela bolsa-família, todos morreram queimados; no terceiro andar viviam famílias de ex-guerrilheiros, filiados a um certo ParTido e beneficiados pelo governo. Morreram todos. Porém, no quarto andar, onde viviam engenheiros, advogados e outros trabalhadores ninguém morreu! A presidenta mandou instaurar um inquérito para saber por que só os companheiros morreram. A resposta: Os moradores do quarto andarestavam todos trabalhando na hora do incêndio.
Em primeiro lugar estamos falando de uma piada, já não chega à ridícula perseguição contra Rafinha Bastos e sua piada? Não se pede desculpas por uma piada! Não se justifica uma piada! E acima de tudo o humor é destrutivo, humor é crítico! Não existe humor politicamente correto.
A principal crítica foi feita por Willian Vieira, colunista da Carta Capital. A opinião dele deve ser respeitada como a opinião de qualquer pessoa, porém sua principal crítica (e de seus leitores) foi a de chamar a candidata de conservadora. Justo ele que está sendo politicamente correto, ou seja, careta ao criticar uma piada?
Qual a diferença da piada da candidata e as piadas exibidas no SNL? Quem viu o esquete cômico sobre o Cirilo de Carrossel cantando sobre sua vida, dizendo que tem muitos irmãos, que sobrevive com o bolsa família e que seu pai é muito legal quando não está bêbado. Será que os críticos também vão criticar o programa de humor? Não assistiu veja aqui e tire suas conclusões.
Porque não pedir o banimento de todos os comediantes de Stand Up? O humor de Danilo Gentili é politicamente correto? Alguém pode dizer que eles são comediantes e a Dani é uma política. Quer dizer que apenas os comediantes podem fazer críticas ácidas? Por favor. Quem criticou Dani Schwery por ser reacionária está sendo reacionário, está sendo puritano e moralista.
Em segundo lugar a piada de Dani Schwery faz uma revelação, assim como toda piada. Uma parte da população está cansada de trabalhar, ser maltratado, ser discriminada por ter estudo e não esconder o seu salário, de ser chamada de arrogante e prepotente. Você acredita que candidata exagerou? Que ela não deveria postar esta piada em sua página do Facebook? Podemos discutir o assunto civilizadamente. Porém a opinião de Dani não pode ser descriminada porque ela representa a opinião de uma parcela da sociedade e o eleitorado irá decidir se ela merece ou não o seu voto.
O senso de humor dela causa espanto em um país cada vez mais politicamente correto como o “esquete cômico” onde Dani Schwery exorciza um esquerdista o mandando trabalhar. Você acha que o gosto é antiquado? Que sua postura política pode ser questionada? Esta é uma opinião como qualquer outra, porém as críticas devem ser pertinentes e no caso de Dani muitas das críticas foram exageradas e de cunho político, em meio ao desespero de um ParTido que vê seu candidato estacionado nas pesquisas após Lula ter feito um acordo com Paulo Maluf que tem opiniões semelhantes a de Dani Schwery.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...