Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

domingo, 19 de agosto de 2012

Glori-Anne Gilbert

A impressão que tenho ao ver Glori-Anne é que ela nasceu para ser scream queen, figurinha fácil em filmes B que vão desde o terror até as produções típicas do finado “Cine Band Prive” Glori-Anne fez sua fama exibindo seu corpo de medidas 110-58-81 cm e simulando cenas de sexo nas películas em que participa. Nós não temos nada contra até agradecemos.






Nascida em 12/06/1976 no Kansas, estado conhecido pelo marasmo, pela religiosidade excessiva, pelos tornados e por não se ter nada para fazer. Este monumento loiro percebeu que seus atributos (110 cm de busto) deveriam ser divididos com o mundo. Sua estreia na sétima arte se deu no filme “Evil Ambitions” de 1996 onde um profissional de relações públicas sacrifica modelos para o demônio; porém seu primeiro papel de destaque foi no filme “Vampire Call Girls” de 1998, lançado diretamente para o mercado de vídeo, seguido por “Night Vamps” ainda no ano de 1998 e “Killer Sex Queens fron Cyberspace” de 1999.
No século XXI Glori-Anne partiu para um cinema diferente com a comédia “Tresure Hunt” em 2002 após alguns filmes erótico/terror a “Ana Glória” tirou a roupa em “Criaturas” (2004) retornando em “Komodo Vs Cobra” de 2005 ambos disponíveis em DVD.
Em 2005 ela filmou “Sub Zero” e “The Witches of Breastwick”. Em 2007 viria outro filme de monstros “Cry of the Winger Serpent” filmado para o SCI-FI Chanel.
Atualmente Glor-Anne vem se dedicando a sátiras exploitations de outros filmes como “The Da Vinci Coed”, “House of Hooter Hill e “The Breastford Wives” – todos de 2007; em 2010 ela atuou na sátira de Viagem maldita “The Hill Have Thigs”.

Todos os filmes de Glori-Anne foram feitos diretamente para a TV a cabo ou para o lucrativo mercado de vídeos e mesmo sem muito talento dramático a moça conseguiu construir uma carreira sólida o que é mais que muitas “atrizes sérias” conseguem. A grande maioria de seus filmes manteve um pé no terror, denotando sua fidelidade ao gênero e ela nunca relutou em fazer uma cena de sexo ou de nudez. O que mais podemos querer de uma scream queen?



Criaturas






Bate Bola com Glori-Anne (tradução de uma entrevista):


Deuses Mortos: Então você amava vampiros quando você era uma criança. Você cresceu para interpretar vampiros no cinema. Eu acho que você é uma vampiresa na vida real e ninguém sabe sobre isso.
Glori-Anne (risos) Não, certamente não!

D.M: Acho que você tem uma vida secreta que ninguém conhece.
G: Bem, se este segredo me impede de envelhecimento, então eu vou ficar com essa história.

D.M: Então, você passa seu tempo livre bebendo sangue?
G: Eu amo a sugá-lo para, o que mais posso dizer.

D.M: O que você tem feito para se divertir ultimamente?



G: Eu vivo trabalhando o tempo todo. Recentemente eu cheguei em casa por volta das nove horas. Eu tive que desfazer minhas malas e faze-las de novo para outro trabalho. Eu gosto de trabalhar assim Livre, me divirto fazendo isto. Eu tive a minha festa de aniversário em Los Angeles dividida em duas partes. Em uma suíte Mac-Daddy tive a minha festa para os meus fãs e depois fui para uma festa de pós-produção.  Assim, algumas das pessoas que conheço em Hollywood vieram a uma delas. Fiquei surpresa que as pessoas mais célebres apareceram. A primeira festa foi organizarada pelos fãs. Então, todo mundo estava perguntando se eles poderiam ver o meu show vampiro na festa também. Então eu fiz isso por eles também. O meu filme “Countess Draculas Orgy of Blood Draculas” tinha acabado de sair essa semana em DVD.

D.M: (risos) Você tem páginas e páginas dedicadas a você na internet. Eu vi uma foto de você como um guerreiro chamado The Den of Arcadia
G: Isso foi para o Dorian. Seu trabalho é vendido em galerias e ele tem vários livros de arte em que eu sou modelo. Eu fui uma das primeiras meninas que ele pintou.

D.M: Como é a sensação de andar em uma loja e se ver na caixa de capas de filmes?
G: É realmente emocionante, porque eu nunca fiz revistas masculinas, porque eu disse aos meus pais que eu não faria. Estou muito satisfeita que quando o meu filme “Criaturas” saiu no canal Sci-Fi que muitos dos meus fãs enviaram e-mails. Eles estavam empolgados e emocionados e não poderia esperar o DVD sair porque queria comprá-lo.

D.M: Como você faz as senas de sexo em seus filmes?
G: Na verdade eu faço as cenas sem dublês. Eu tenho dificuldade nas cenas com outras meninas, porque eu não sou bissexual. Não é que as meninas me desliguem, mas também não me ligam. E assim a minha motivação para ficar ligada é pensando em como os caras ficam quando eles estão sentados lá assistindo.


Glori-Anne gilbert morena em The Breastford Wives


D.M: Então você fingir que o cara está te observando pela TV ao fazer a cena?
G: Não, eu finjo que o cara está ali me vendo fazer a cena. Eu finjo a câmera é o cara. Isso me deixa realmente ligada, porque eu amo transar com rapazes em. Isso é a minha coisa favorita no mundo inteiro.

D.M: Como você era na escola?
G: Bem, eu nunca de beber ou usar drogas. Então, muita gente pensou que eu não estava afim de sexo. Mas quero dizer que eu tenho me divertido todos os dias desde que eu tinha cinco anos de idade. Ser uma pessoa sexual ao fazer seu trabalho é a coisa mais divertida para mim, porque eu tenho que escolher uma fantasia sexual e representá-la. Eu tenho que fingir fazer sexo com uma plateia inteira, porque estou me revelando sexualmente a eles, não apenas meu corpo.
Cena de "Lust Connection"


D.M: Fale um pouco sobre as ultimas cenas de sexo que você filmou.
G: Eu fiz algumas cenas nos últimos dois filmes. Eu fiz um trio com Stormy e Julie Smith. Eu fiz algumas cenas de amor com um cara. Eu não faço tantas de cenas de amor com rapazes. Quando eu faço uma cena de amor com uma menina eu tenho que trabalhar tão duro para se certificar de fique uma cena de sexo convincente. Imagino caras estão assistindo e que eles vão virar meus fãs. Quando eu faço uma cena de amor com um cara que eu tenho que tomar muito cuidado porque eu fico tão excitada, eu odeio dizer isso, mas eu poderia apenas foder o cara. Sabe o que eu quero dizer? Eu fico tão animada e é realmente bizarro, porque não se o cara é realmente bom procurando isso é o tipo de cara que eu estou normalmente atraída.  E o tempo todo eu tenho que me certificar de que não começar foder o cara de verdade ou algo assim. Eu prefiro não conhecê-lo antes da minha cena de amor com ele. Houve uma vez com um ator chamado Scott Styles que eu fiquei muito contente em trabalhar com ele. Porque na verdade ele é um cara muito inteligente, que costumava trabalhar para a NASA.

D.M: Você acredita em maldições da lua cheia ou em fantasmas? Você ama o Halloween?
G: A cabine para eu fiquei em um dos meus filmes era assombrada.

D.M: Sério? O que aconteceu?
G: Ah meu Deus. No meio da noite, algo estranho acontecia. Foi realmente assustador. As coisas estavam se mexendo. Pedaços de papel que ninguém poderia encontrar de repente desapareciam. Houve um trenó pendurado na parede que se mexia. Eu fui e coloquei minha mão sobre ele e minha mão começou a balançar com junto. Eu não consegui fazer o trenó parar de balançar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...