domingo, 30 de setembro de 2012

Caroline Italiani

Gata escolhida pelos leitores do Blog
Carol foi escolhida para ser a gata deste mês em uma enquete inédita realizada com outras três modelos, a loira venceu com 41% dos votos. Carolzinha, como gosta de ser chamada, é uma modelo e empresária do interior de São Paulo que ganhou notoriedade com o concurso “Gatas do paulistão”.
A loira encanta por sua beleza: coxas, quadril e seios tudo em abundância, já a parte do corpo que ela mais gosta são seus olhos e barriga. Quando perguntada sobre o segredo de sua beleza a moça é espontânea “Um sorriso no rosto e bom humor”. Como mulher bonita Carol responde “Megan Fox”, vemos que além da simpatia a moça também é modesta. Nove em cada dez homens responderia que uma mulher bonita é “Caroline Italiani”.


Outro segredo de beleza é a prática de esportes, Carol foi jogadora de futebol nas categorias de base, para nossa felicidade a moça seguiu a carreira de modelo. Carolzinha se diz torcedora do Ituano, ela ainda é fã de Juninho Paulista, ex-jogador de futebol e atual dirigente do Ituano.
Sobre ela, Carol diz que não sai de casa sem levar seu celular, sua viagem inesquecível foi para Florianópolis, sua comida preferida é japonesa, ela é fã do programa Pânico e valoriza características como educação, sinceridade e bom humor. “Ética é o que você faz quando está todo mundo olhando, o que você faz quando não tem ninguém por perto chama-se caráter”. Mais do que uma linda mulher, ela é um lindo ser humano e é isto que realmente conta.

















 









 








Medidas:
Altura: 1,62 m
Peso: 61 kg
Busto: 90 cm
Cintura: 69 cm
Quadril: 105 cm


terça-feira, 25 de setembro de 2012

Nos bastidores do mensalão: O País dos Petralhas II – O Novo Livro de Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, um dos mais mordazes e contundentes críticos do governo petista, lançou seu novo livro este mês “O País dos Petralhas 2: O Inimigo agora é o mesmo”. Conhecido por seus textos inteligentes, escrita refinada e críticas feitas sem medo, Reinaldo Azevedo é um autor essencial em um país de imprensa branca.
O título do livro já mostra seu senso de humor ao satirizar o título de “Tropa de Elite 2” (O qual ele tece críticas políticas) ao mesmo tempo em que critica duramente o mar de lama no qual o governo do PT está imerso e do qual derivou o Mensalão. O nome Petralha vem de um termo cunhado pelo autor: “Neologismo criado pela fusão das palavras “petista” e “metralha” dos Irmãos Metralha, sempre de olho na caixa forte do Tio Patinhas. Um petralha defende o “roubo social”. Ele não vê mal nenhum em assaltar cofres públicos desde que seja para a construção do partido” – descreve Azevedo em seu livro “o País dos Petralhas” de 2008.

A descrição acima é perfeita para os réus (e os culpados) do Mensalão, compra de votos de parlamentares, lavagem de dinheiro, roubo do dinheiro público e corrupção visando sempre o bem do PT e de petistas.
Este volume dois segue os moldes do “País dos Petralhas” reunindo textos e ensaios publicados pelo autor em seu Blog da Revista Veja. A lacuna de quatro anos mostra que muito pouco mudou em nosso país, o que justifica este livro. O próprio Mensalão é um evento de primeiro governo Lula.
No intervalo entre estas duas obras Azevedo publicou “Máximas de um País Mínimo” um livro de pensamentos organizados em ordem alfabética com frases de efeito como: “Com o PT, o câncer deixou de ser uma metáfora e passou a ser uma solução” ou “Jamais serei grato a Lula por ele cobrar tão caro por aquilo que temos direito de graça” e a minha frase preferida: “Não se é um marxista convicto sem, ao menos, ser um idiota dedicado”.
A seguir a definição do autor sobre seu mais novo livro:
Trata-se, como já disse tantas vezes, de um livro escrito em coautoria com os leitores do blog. Afinal, nessa profissão, a gente escreve mesmo é para ser lido. É evidente que os temas vão surgindo no diálogo diário que mantenho com vocês. Neste fim de ano e início do próximo, faremos lançamentos em algumas cidades Brasil afora, mais uma oportunidade de manter contato com os leitores, o que é sempre muito agradável.
Para mim, é sempre um momento muito especial. Quando lancei este blog, no dia 24 de junho de 2006, os petralhas vieram pra cima: “Não vai durar dois meses! Quem está interessado em ler o que você escreve?”. Pois é… “O País dos Petralhas II” é o terceiro livro publicado sob os auspícios desta página. Ah, sim: milhares de pessoas renovam seu interesse pelo blog todos os dias!
Em “País dos Petralhas 2” Azevedo abriu seu leque discutindo política interna, política externa e temas como religião e aborto, é nestes dois últimos que ele se enrosca, ou melhor dizendo são nestes dois tópicos em que discordo totalmente de Azevedo, porém em nenhum momento Azevedo perde a coerência.  Principal marca de seu pensamento.
No demais seus textos continuam mordazes e divertidos, é necessário se segurar para não rir com suas críticas, sem nunca perder a seriedade indo do autoritarismo de Lula até os “intelectuais” que defenderam o mensalão, Azevedo ainda reserva um capítulo, muito corajoso, para criticar Chico Buarque, um cantor que defende Lula e o PT sob quaisquer circunstâncias.
Compre o “País dos Petralhas II O Inimigo Agora é o Mesmo” aqui






domingo, 23 de setembro de 2012

Quando os mangás e animes viram filmes

Não é só em Hollywood onde os produtores sofrem com a falta de imaginação e recorrem a adaptações dos Comix. Do outro lado do mundo a lista também é longa de animes e/ou mangás que são adaptados. Aqui  vairiedade é maior indo desde sucessos absolutos até mangás pouco conhecidos ou de um público restrito.
Assim como nos EUA estes filmes e séries são muito populares arrecadando mais fãs para seus produtos, os japoneses são mestres nesta arte há anos os animes alavancam a venda dos mangás e os mangás arrecadam audiência para seus respectivos animes. O mais novo exemplo foi “Ranma ½” um mangá/anime clássico que recebeu ano passado sua versão com atores.
A listra é longa e seria necessário ser um aficionado pela cultura pop japonesa para conhecer todos os mangás publicados - muitos dos filmes desta lista eu descobri por acidente que seriam adaptações ou assisti pelo elenco ou pura curiosidade. Claro que existe aqueles que eu vi pela curiosidade para saber "o que fizeram com meu anime querido" como foi o caso de Hitsuji no uta.

Alguns filmes baseados em animes e mangás que puxei pela memória. Para facilitar sua escolha fiz uma pequena tabela envolvendo a qualidade do filme; do elenco; fidelidade quanto à obra original e a diversão é isto que importa não?

Hitsuji no Uta ou Lament od the Lamb (seu título em inglês) é uma história de vampiros com toques de drama contando a história da família Takashiro que são amaldiçoados por sua genética, aqueles que nascem nesta família sofrem de uma rara doença precisando se alimentar de sangue humano. Quando Kazuna descobre que não tem como fugir do seu destino, vai ao encontro de sua irmã de quem foi separado na infância. Somente ela poderá ajudá-lo a entender e conviver com sua maldição e controlar a sua sede. Cuidado ao assistir, este não é uma história de terror, na verdade passa longe estando mais para um romance trágico.

Filme: 7.5
Elenco: 9.0
Fidelidade: 7.0
Diversão: 8.0


Saikano (anime e mangá)

Shuuji e Chise são namorados e estudante do terceiro colegial, a vida dos dois parecia ser perfeita. A tímida Chise finalmente consegue confessar seu amor para Shuuji, os dois começam a trocar diários ao mesmo tempo em que o Japão entra em guerra com um inimigo desconhecido. Um dia, Shuuji tenta escapar-se de uma invasão inimiga em Sapporo quando vê Chise, com armas saindo de seu corpo, enfrentando os inimigos. Aparentemente, Chise é a arma final, alterada geneticamente pelo exército japonês, para derrotar seus inimigos. Como pode Shuuji enfrentar a realidade que sua namorada não é o que parece e como Chise lida com o fato de ser uma assassina comandada pelo exército e onde entram os direitos das pessoas durante uma guerra?

Filme: 6.0

Elenco: 8.0

Fidelidade: 6.0

Diversão: 7.0
Vampire Girl Vs. Frankenstein Girl (Mangá)
Duas colegas de um liceu gostam do mesmo rapaz. O que parecia ser uma inocente história de amor torna-se uma história insólita... Mizushima é um jovem atraente que recebe no Dia dos Namorados um bombom de Monami, a nova estudante do colégio, o que o rapaz não sabia é que Monami é uma vampiresa. A moça colocou seu sangue dentro do chocolate para que ambos possam viver para sempre juntos como vampiros.
Só que outra garota também gosta de Mizushima e ela não acha graça nenhuma na ideia. Para fazer frente aos poderes da rival, ela recorre ao seu pai, um cientista louco, que a transforma numa espécie de monstro de Frankenstein, feita de pedaços dos cadáveres dos seus colegas de escola. Imperdível!

Filme: 9.0
Elenco: 8.0
Fidelidade: não li o original
Diversão: 10


Last Quarter (Mangá)
Todos os anos, durante A Última Fase da Lua, ('Kagen no Tsuki'), um milagre acontece e um romance tem início. Muzuki (Chiaki Kuriyama) descobre que foi traída pelo seu namorado Tomoki (Hiroki Narimi) com sua amiga no dia do seu 19º aniversário. Sentindo-se só e sem local para onde ir, a garota ouve repentinamente uma música de guitarra que lhe soa familiar. Segue a melodia até uma velha casa, onde se encontra com Adam. Os dois apaixonam-se e combinam encontrar-se uma semana depois. No entanto, na noite da última fase da lua, Muzuki é atropelada por um carro. Acorda e constata que está na velha casa, sem lembrar de sua identidade.

Filme: 9.0
Elenco: 10
Fidelidade: Não li o original
Diversão: 9.0

Kids (Mangá)
Asato e Takeo se conhecem numa lanchonete em uma cidade decaída. A amizade dos dois começa quando Takeo descobre o segredo de Asato. Ele pode curar qualquer ferimento e transporta-lo para seu corpo.
Asato é tímido e tem um ar infantil em sua feição. Takeo não possui sonhos nem desejos, violento ele já foi preso.
Mesmo aparentando não terem nada em comum, a amizade dos dois começa quando Takeo socorre Asato, que acaba se metendo com os trombadinhas da cidade. Além disso, eles também estão sob liberdade condicional por conta de algo que aconteceu.
Os dois se tornam amigos de Shiho (Chiaki Kuriyama), uma garota que carrega uma cicatriz no seu rosto e que trabalha na lanchonete, e juntos eles vão se divertir bastante descobrindo a verdadeira amizade
.

Filme: 7.5
Elenco: 10
Fidelidade: não li o original
Diversão: 8.0

O Pacto/Suicide Club (Mangá)
Esta é a macabra história do suicídio coletivo de 54 garotas e também um dos melhores filmes do moderno cinema japonês. O suicídio coletivo gera uma comoção popular, uma série de suicídios e teorias conspiratórias por parte da polícia japonesa, incapaz de entender a juventude, esta por sua vez encontra-se sem perspectiva, a deriva e abandonada pelos adultos – tema recorrente no cinema japonês.  
Filme: 10
Elenco: 9.0
Fidelidade: não li o mangá
Diversão: 10


Ichi O Assassino (Mangá)

O cineasta Takashi Miike veio ao mundo para chocar. Seus filmes contêm imagens fortes e personagens que fariam o mais bárbaro dos seres humanos corar de vergonha. No Japão, Anjo, um chefe da máfia Yakuza, desaparece com três milhões de yens. Os membros de sua gangue, liderados pelo masoquista Kakihara, iniciam uma busca, mas a agressividade de seus métodos sangrentos aborrece os membros de outra gangue Para complicar ainda mais, um assassino conhecido como Ichi (um) vem assassinando os membros da máfia. Ichi – O Assassino é um dos filmes mais esquisitos filmado pelo cinesta, conhecido por suas esquisitices brilhantes.  

Filme: 9.0

Elenco: 10

Fidelidade: não li o original

Diversão: 9.0
Batalha Real/Battle Royale (Mangá)
Em um futuro não muito distante o sistema educacional falhou, os adultos sentem-se assustados pela rebeldia dos jovens e furiosos por terem perdido o controle, cria-se então a lei “Batalha Real” onde uma classe de graduandos será levada para uma ilha e deverão lutar até que apenas um saia vivo.
Aqui o sadismo dá o tom em lutas reais, comandadas pelo desespero de quem quer continuar vivo e daqueles que se recusam a matar seus amigos, vemos sociedades alternativas sendo criadas, namorados se suicidando juntos, colegas revelando seu amor por outros e a paranoia crescendo entre amigos. Filme do veterano Kinji Fukasaku.
Batalha Real foi um dos filmes que inspirou Quentin Tarantino a criar “Kill Bill”, a personagem GoGo Yubari foi interpretada por Chiaki Kuriyama, repetindo seu papel de assassina.

Filme: 8.5
Elenco: 10
Fidelidade: 6.0
Diversão: 9.0

Dororo (Mangá/Anime)
Um homem de nome Lorde Daigo faz um pacto com 48 demônios e em troca do poder ele oferece partes do corpo de seu filho que está para nascer. Assim o bebê nasce completamente desfigurado, mas continua vivo inexplicavelmente. Um curandeiro de nome Jukai encontra a criança e constrói membros e órgãos substitutos para o menino. Anos mais tarde, já adulto, o jovem descobre que terá de matar cada um dos 48 demônios para recuperar as partes de seu corpo e parte em sua jornada de vingança.

Filme: 7.0
Elenco: 8.0
Fidelidade: não li o original
Diversão: 7.5

Dragon Ball Evolution (Anime/Mangá)
Ao completar 18 anos Goku (Justin Chatwin) ganha de presente de seu avô, Gohan (Randall Duk Kim), uma esfera do dragão. Existem apenas outras seis esferas idênticas, sendo que quem tiver todas em seu domínio terá um desejo perfeitamente realizado. O passado de Goku está relacionado à existência das esferas, mas ele mesmo não o conhece. Gohan promete contar a verdade em seu jantar de aniversário, mas o jovem foge para ir à festa de Chi Chi (Jamie Chung), sua colega de escola. No período em que está ausente uma tragédia ocorre em sua casa, o que faz com que Goku e seus amigos partam para reunir as sete esferas do dragão.
Filme americano que tentou abrir as portas para uma nova leva de adaptações de mangás em Hollywood, todos os elementos de DB estão no filme, mas tem algo estranho no ar, o filme ficou muito mais uma releitura do que uma adaptação.


Filme: 5.0
Elenco: 5.0
Fidelidade: 1.0
Diversão: 5.0


O combate Lágrimas do Guerreiro (Mangá)
O filme conta a história de Emu, uma mulher discreta e solitária, que testemunhou um assassinato enquanto pintava nas colinas de São Francisco. Curiosamente, sente-se atraída pelo bonito e misterioso assassino, que se apresenta como YO (Mark Dacascos). Mesmo sabendo que será eliminada por ter testemunhado o crime, Emu espera seu assassino pacificamente, e quando ele surge em sua casa no meio da noite, ela lhe pede um favor: que ele se torne seu amante antes de matá-la.


Filme: 8.5
Elenco: 7.5
Fidelidade: não li o original
Diversão: 8.5

Big Tits Zombie (mangá)
O apocalipse Zumbi está acontecendo e apenas cinco zumbis podem nos salvar! Pior do que parece uma stripper gótica é a responsável por invocar os mortos. Na verdade o filme não tem muito história, são 90 minutos de muita diversão e mulheres lindas matando zumbis saídos do clip triller, muito engraçado e repleto de ação.

Filme: 7.5
Elenco: 7.0
Fidelidade: não li o original

Diversão: 10
Sailor Moon (Anime/Mangá)
Tsukino Usagi é uma garota normal que vive em Tóquio, uma menina chorona, desajeitada e está constantemente atrasada para a escola. Um dia, no caminho para o colégio, um gato de pelúcia cai do céu em suas mãos. Esse gato se transforma em uma gata mágica chamada Luna, que veio ajudar Usagi a se transformar em Sailor Moon, a guerreira da justiça. Seu trabalho é lutar contra o Reio das Trevas que está atacando a Terra, encontrar as outras sailors e proteger a rainha da lua. Usagi logo é acompanhada por outras amigas que começam a descobrir a verdade sobre suas vidas passadas e seus destinos na Terra.

Série: 9.0
Elenco: 10
Fidelidade: 7.5
Diversão: 10

"Os Deuses Mortos" Sete Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...