Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 20 de outubro de 2012

Segundo turno das eleições: A posição do PSOL, Plínio de Arruda Sampaio declara apoio a Serra e declaração de voto ou A espera de algo melhor!

No tópico de hoje vou fazer um três em um: Começando com uma notícia surpreendente, que vem causando a revolta de alguns dirigentes mais radicais do PSOL – O candidato do Partido Socialismo e Liberdade Clécio disputará o segundo turno em Macapá contra o Roberto do PDT, para ganhar força política Clécio aceitou o apoio do DEM.
Vários dirigentes, tais como Carlos Gianazzi (SP); Luciana Genro (RS) e João Batista babá (RJ) enviaram um pedido formal ao presidente nacional do Partido, o deputado Ivan Valente, para que este se justifique pelo acordo.
Ivan deixou bem claro que não existe uma aliança entre DEM e PSOL e sim um apoio formal a candidatura de Clécio. Que deixou bem claro “Não há qualquer tipo de cessão a qualquer um dos candidatos que manifestaram apoiar nossa candidatura no segundo turno”. Mantendo assim a coerência dentro do partido.
A mesma coerência se vê em São Paulo, onde Carlos Giannazi obteve apenas 1% dos votos, o PSOL conseguiu eleger seu primeiro vereador. Um motivo para comemorar! O partido declarou que não irá apoiar nenhum dos candidatos que foram para o segundo turno.
Segundo o PSOL nem Serra e nem Haddad se aproximam daquilo que o partido acredite ser o melhor modelo político, em outras palavras nenhum dos dois candidatos representa uma verdadeira renovação.
Reconheço um excesso de esquerdismo* ao acusar Serra de ser a principal fonte dos problemas sociais de São Paulo. Sim Serra possui uma visão antiquada de direitos sociais, educação e saúde, muito diferente de FHC, por exemplo. Porém ele não é nenhum monstro, é apenas alguém com ideias diferentes.
Ao mesmo tempo o PSOL critica Haddad por ter uma campanha milionária, com apoio de empreiteiras, e claro com o apoio de Paulo Maluf – quem tem um mínimo de coerência não pode admitir uma aliança como esta.
O PSOL sugere o voto nulo aos seus eleitores, embora reconheça que alguns de seus eleitores se posicionarão contra Serra, ignorando a possibilidade de algum eleitor do PSOL votar em Serra. Mas isto seria possível?
No dia 17 deste mês Plínio de Arruda Sampaio de 82 anos, fundador do PT e candidato a presidência do Brasil em 2010, escreveu em seu Twitter preferir Serra a Haddad: “O importante agora é derrotar o Haddad porque ele é incompetente e porque sua vitória fortalece o Lula e a turma do mensalão”.
Posteriormente Plínio “se defendeu” no Facebook dizendo que votará de acordo com o partido, é um absurdo alguém ter que se defender de uma opinião democrática. Já dizia Voltaire: “Posso não concordar com uma só palavra sua, mas defenderei até a morte o seu direito de dize-la”.
Felizmente Plínio reafirmou sua posição a Folha de São Paulo: “O Haddad é incompetente. É só ver o estrago que foi esse ENEM” Plínio ainda declarou “Acho péssimo ele estar na frente. Imagina o Lula se ele vencer”.
Declaração de Voto:
Eu vejo muitos amigos meus defenderem motivos para NÃO votar no Serra ou motivos para NÃO votar no Haddad. Porém não vejo ninguém postar motivos para votarmos no Serra ou para votarmos no Haddad.
No que diz respeito à saúde (especialmente a saúde mental) o PT possui uma postura muito melhor que o PSDB, por outro lado a vitória do PT é a vitória do Lula, a vitória da glorificação da ignorância, a vitória do assistencialismo e a vitória dos mensaleiros.
Ao mesmo tempo o Serra está a quilômetros de distância de ser o prefeito que São Paulo precisa, Haddad provou ser incompetente quando foi ministro da educação.
Sendo o mais coerente possível eu sugiro aos meus leitores que anulem seu voto no dia 28 de Outubro.
 
*Tomo aqui a palavra “esquerdismo” como uma licença poética, pois ideias como esquerda e direita não existem mais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...