Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Vettel é o mais jovem tricampeão de Fórmula 1 da História


 
O rei está morto, vida longa ao rei: No mesmo final de semana em que Sebastian Vettel sagrou-se como o tricampeão mais jovem da história e o terceiro piloto a conseguir três títulos seguidos Michael Schumacher, o maior campeão da história da F1, aposentou-se. Shumacher foi o segundo a conquistar três títulos seguidos. O primeiro tricampeão foi Juan Manuel Fanjo.

O Grande Prêmio do Brasil foi empolgante, fazendo jus ao nome interlagos choveu a corrida inteira,  Vettel tinha uma vantagem enorme, ele só perderia o título acaso Alonso vencesse e ele ficasse abaixo da quarta colocação. O que parecia uma vitória certa foi construído aos poucos.

Logo na largada Vettel acidentou-se e caiu para a quarta colocação, Alonso largou muito bem e assumiu as primeiras colocações, com o passar do tempo Vettel recuperou-se, os dois pilotos conquistaram temporariamente o campeonato alternando suas posições. Ao final Alonso chegou em segundo. Na corrida e no campeonato.
Vettel Campeão
Durante todo a temporada Alonso carregou a Ferrari nas costas, Vettel começou mal no campeonato, foi crescendo aos poucos. Os dois pilotos competiram com a Mclaren que graças à instabilidade de Hamilton e o mal ano de Button não conseguiu disputar o título até o fim da temporada. Talvez um título de Alonso fosse mais romântico, o piloto que vence na base da garra, mas seria muito injusto colocar os três títulos de Vettel na conta da equipe. O alemão é um prodígio e pode “roubar” o título de maior piloto de todos os tempos de Schumacher: rei morto é rei deposto.

Mal o campeonato terminou 2013 já começa no mundo da Fórmula 1 Hamilton, que desde sua infância no Kart era patrocinado pela McLaren, vai para a Mercedes, muito desta mudança se deve ao seu gênio, várias vezes o piloto culpou a equipe por seus fracassos; o sucesso parece ter subido na cabeça de Hamilton, que em várias vezes abandonou as provas e ainda rompeu com seu primeiro empresário (seu pai).
Button já pensa no ano que vem, onde será o principal piloto de sua equipe em 2013, que contará com o mexicano Sérgio Perez. A crise econômica continua influenciando na F1 com a saída do bom Kobayashi não terá equipe para o ano que vem devido à falta de patrocinadores. Devemos ter algum” cabeça de bagre” cheio da grana ano que vem.
 
 
 
 
 
 
 
Classificação Final:
 
 
 
 
 
S. Vettel (Alemanha/Red Bull Renoult) – 281 pontos
F. Alonso (Espanha/Ferrari) – 278 pontos
K. Raikkonen (Finlandia/Lotus Renoult) – 207 pontos
L. Hamilton (Inglaterra/McLaren Mercedes) – 190 pontos
J. Button (Inglaterra/McLaren Mercedes) – 188 pontos
M. Webber (Australia/Red Bull Renoult) – 179 pontos
F. Massa (Brasil/Ferrari) – 122 pontos
R. Grosjean (França/Lotus Renoult) – 96 pontos
N. Rosberg (Alemanha/Mercedes) – 93 pontos
S. Pérez (México/Sauber Ferrari) – 66 pontos
N. Hulkemberg (Alemanha/Force índia Mercedes) – 60 pontos
K. Kobayashi (Japão/Sauber Ferrarri) – 60 pontos
M, Schumacher (Alemanha/Mercedes) – 49 pontos
P. Di Resta (Escócia/Force India Mercedes) – 46 pontos
P. Maldonado (Venezuela/Willians Renoult) – 45 pontos
B. Senna (Brasil/Willians Renoult) – 31 pontos
J. Eric Vergne (França/Toro Rosso Ferrari) – 16 pontos
D. Ricciardo (Australia/Toro Rosso Ferrari) – pontos
 
Mundial de Construtores
Red Bull-Renoult – 460 pontos
Ferrari – 400 pontos
McLaran-Mercedes – 378 pontos
Lotus Renoult – 303 pontos
Mercedes – 142 pontos
Sauber-Ferrari – 126 pontos
Force India-Mercedes – 109 pontos
Willians-Renoult – 76 pontos
Toro Rosso-Ferrari – 26 pontos
Catherham-Renoult – 0 pontos
Marussia-Cosworth – 0 pontos
HRT-Cosworth – 0 pontos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...