VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Vai começar a temporada 2013 da Fórmula 1


Dia 17/03 começa a temporada 2013 da Fórmula 1 com o GP da Austrália, nesta temporada teremos dois brasileiros disputando, apenas Felipe Massa e Luiz Razia irão defender as cores de nossa bandeira. Isto deve-se a total falta de incentivo no esporte, o Ministério dos Esportes não se importa com o automobilismo, vide a destruição do autódromo Nelson Piquet no Rio de Janeiro.

No demais temos poucas mudanças nas equipes, a principal foi a mudança de Lewis Hamilton da McLaren para a Mercedes e a contratação do mexicano Sergio Pérez pela equipe inglesa. Os favoritos seguem sendo Red Bull, McLaren e Ferrari. Veja a seguir as equipes e pilotos:
 
Red Bull Renoult
1 Sebastian Vettel (Alemanha)
2 Mark Webber (Austrália)
Vettel é favorito ao quarto título consecutivo e aproxima-se do recorde de Schumacher e Fanjo podendo tornar-se o maior campeão de todos os tempos, a Red Bull segue sendo uma das principais equipes. Já o piloto australiano segue fazendo figuração, mas deve conseguir alguns pontos para ajudar sua equipe na conquista do mundial de construtores.
 
Ferrari
3 Fernando Alonso (Espanha)
4 Felipe Massa (Brasil)
Depois de muito tempo a Ferrari surgi como forte candidata ao título, após três temporadas dependendo do talento do espanhol a escuderia deve fazer frente a Red Bull e McLaren. Massa vinha mal das pernas, porém terminou bem 2012 e ganhou mais uma chance enquanto Alonso segue sendo o melhor piloto da categoria. Esta combinação pode dar o título para o espanhol.
 
McLaren Mercedes
5 Jason Button (Inglaterra)
6 Sergio Pérez (México)
A McLaren conseguiu se livrar do talentoso, porém encrenqueiro, Hamilton, conservou Button – provavelmente o piloto mais técnico da categoria e trouxe o talentoso Pérez, uma das poucas revelações da ultima temporada. O mexicano deve encontrar dificuldades por ser seu primeiro ano, já Button precisa contornar sua ultima temporada, que foi fraca.
 
Lotus Renoult
7 Kimi Raikkonem (Finlândia)
8 Romain Grousjean (França)
Melhor do que ver a Lotus de volta a F1 é vê-la competitiva, Rikkonem surpreendeu ao voltar tão bem e deu um ultimato a equipe se a Lotus não disputar vitórias ele vai mudar de equipe em 2014, será este um incentivo suficiente para a Lotus? O ponto negativo fica para o fraco Grousjean, imposto pela francesa Renoult e por seus patrocinadores.
 
Mercedes
9 Nico Rosberg (Alemanha)
10 Lewis Hamilton (Inglaterra)
A equipe alemã deixou de ser a quarta força da categoria e decaiu com um carro fraco e um Schumacher decadente e melancólico. 2013 é o ano da redenção para isto a equipe conta com o bom Rosberg; o piloto problema Hamilton e Ross Brawn o homem dos bastidores dos títulos de Schumi e vencedor com sua equipe novata a Brawn GP, vendida para a Mercedes que vêm despejando rios de dinheiro sem conseguir resultados.
 
Sauber Ferrari
11 Nico Hülkemberg (Alemanha)
12 Esteban Gutiérrez (México)
A Sauber é uma equipe interessante, teve tudo para ser grande, mas seu dono, Peter Sauber, sempre teve medo do sucesso, sua relutância custou os motores Mercedes (em uma época pré-parceria com a McLaren) levando a equipe suíça a contar com motores de segunda mão da Ferrari; vendida para a Toyota a Sauber voltou a existir ano passado. Em 2013 Peter Sauber vendeu suas duas vagas a primeira para o alemão Hülkemberg que foi mal na Force India e a segunda para o estreante-mexicano-e-cheio-de-dinheiro Gutiérrez e de quebra dispensou o ótimo Kamui Kobayashi por falta de patrocínio. Não esperem muito desta equipe.
 
Force India Mercedes
14 Paul di Resta (Inglaterra)
15
A boa equipe indiana vem crescendo ano a ano, atingindo o status de time médio, seus planos são ainda mais ambiciosos, mas antes deve superar os resultados fracos de 2012, a Force India manteve o jovem e bom di Resta, porém ainda não fechou sua segunda vaga.
 
Williams Renault
16 Pastor Maldonado (Venezuela)
17 Valteri Bottas (Finlândia)
A Williams segue decadente e rumo ao fundo do poço, de mal a pior a equipe é mais uma que vendeu suas duas vagas uma para o fraco Maldonado, patrocinado pelos petrodólares de Chavez e outra para o iniciante finlandês.
 
 
Toro Rosso Ferrari
18 Jean-Eric Vergne (França)
19 Daniel Ricciardo (Austrália)
A Toro Rosso é uma equipe satélite da RBR que tem como objetivo descobrir novos talentos e realizar alguns testes. O curioso é que a Toro Rosso conquistou sua primeira vitória antes da Red Bull. O piloto? Sebastian Vettel. Seus dois pilotos são jovens e estão em sua segunda temporada pela equipe o francês foi um pouco melhor que seu companheiro, mas não esperem grandes resultados desta equipe, mesmo porque sua verba foi diminuída após a saída de Vettel e nenhum dos dois pilotos parece ser um gênio esperando ser descoberto.
 
Caterham – Renoult
20 Charles Pic (frança)
21 Giedo van der Garder (Holanda)
A melhor das piores é assim que a equipe malaia vem se apresentando, ainda em busca de seus primeiros pontos na categoria a Caterham consegue se destacar, mas ainda assim não deve somar pontos – salve alguma corrida apocalíptica. Suas principais mudanças: a saída dos pilotos mais rodados Kovalaine e Petrov e a contratação de jovens pilotos. Giedo foi piloto de testes da Force India e Pic sofreu ano passado na Marussia, vai sofrer de novo.
 
Marussia – Coswort
22 Luiz Razia (Brasil)
23 Max Chilton (Inglaterra)
A Marussia é a pior equipe da categoria, seus dois pilotos vão disputar para ver quem não vai chegar em ultimo lugar. Não dá nem para mostrar serviço, mas dá para aprender. Quem pilota um carro assim consegue dirigir qualquer coisa. Vejamos como Luiz Razia se sai.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...