Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Tentativa de Golpe da Dilma falha


Após as manifestações que tiveram início mês passado a presidenta Dilma se viu cercada pela população no palácio do planalto, viu seu pronunciamento ser desmascarado como conversa fiada, sua popularidade despencar e ainda presenciou o congresso trabalhar.

O jornalista José Nêumane Pinto diz que presidentes são como piões em rodeio, você só sabe se o presidente é bom quando ele enfrenta uma crise. Dilma está em xeque, é hora dela provar seu valor ou não. Até agora Dilma vem se saindo miseravelmente.

Sua primeira tentativa foi promover um plebiscito, que alguns julgaram ser as pressas, a bem da verdade esse plebiscito era muito mais bem planejado do que se acredita. Dilma tentava manipular a população para legitimar algumas ideias do PT. Dentre as ideias do plebiscito estavam:

·         O uso exclusivo de dinheiro público em campanhas eleitorais, como se não bastasse trabalharmos cinco meses para pagarmos impostos teríamos que bancar a campanha política deles. A coisa piora quando a questão do plebiscito continha ideias que direcionavam a verba em porcentagem dos partidos: Dilma que tem maioria no congresso teria mais verba enquanto Marina Silva, quem mais cresceu com as manifestações, levaria uma merreca. Virtualmente Dilma usaria o resultado do plebiscito para perpetuar o PT no poder.

·         Proposta da lista fechada: é assim que funciona você não votaria mais em um candidato a deputado ou vereador, o voto iria para o partido e este escolheria quem ocuparia as vagas. Muito bem como vocês acham que os partidos escolhem seus candidatos? Qualquer um pode se candidatar, mas aquele que trás mais benefícios para o PARTIDO tem prioridade e foda-se o povo. Dilma tentou legitimar o voto de cabresto.

Depois do golpe do plebiscito ter sido derrubado, graças ao trabalho da mídia correta que vem alertando a população, Dilma tentou outra estupidez arbitrária, para solucionar o problema da saúde importando médicos cubanos. A artimanha era dar um cala a boca, contratar médicos sem conhecimento e sem validação do diploma, para aquiescer reclamações contra o falido SUS.

Mas sem conhecimento? Sim a formação médica
em Cuba é diferente lá eles se formam em médico da família, uma formação simples e barata, como Cuba não tem dinheiro para compra de equipamentos e nem força política para estabelecer relações conexões com outros países à formação fica defasada.

A segunda tentativa de golpe da Dilma para camuflar o problema do SUS é escravizar os formandos em medicina os obrigando a trabalhar dois anos pelo SUS. Como se não bastasse a atitude autoritária Dilma priva os médicos recém-formados do seu direito constitucional de escolha.

E se fosse você? Obrigado a trabalhar em um sistema falido, foco de corrupção, sem perspectiva de melhoras, sem equipamento, e sem direito de reclamação, sob pena de ser chamado de reacionário. Você trabalharia contente? Como a Dilma não usa o SUS ela não se importa.

O que fazer quanto à saúde? Temos o ministério da saúde, o ministério dos assuntos sociais (que visa o bem estar social), o ministério da educação (o que tem de errado na formação de profissionais da saúde que os afasta da periferia?) e o ministério das comunicações (que tem entre seus deveres assegurar a prestação de serviços a todas as cidades). Se nenhum desses ministérios consegue ter uma ideia melhor do que a importação de médicos despreparados ou da escravidão, isto só pode significar uma coisa incompetência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...