Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 17 de agosto de 2013

O Black Bloc – por trás das manifestações ou Viva l'anarchie !


Para quem não relacionou o nome a situação “Black Bloc” é o nome de um grupo organizado que participa das manifestações iniciadas em Junho, é deles a responsabilidade pela destruição, que muitos insistem em chamar de vandalismo.

Antes de mais nada é necessário entender quem são eles. Sua origem se deu na década de 1980, na Alemanha, servindo de escudo humano para manifestantes contra o governo. Seu objetivo era simples, enquanto as pessoas iam às ruas protestarem contra o descaso dos governantes o Black Bloc ficava na linha de frente usando seus corpos contra a habitual violência policial.

Ainda na década de oitenta o grupo se expandi pelo mundo, usando roupas pretas e máscaras, sempre para se defender de policiais sedentos por espancarem manifestantes democratas. No Brasil não foi diferente.
Black Bloc pacíficos com o povo

Nas primeiras manifestações a tropa de choque, facção da polícia militar criada durante a ditadura para coibir, bater e torturar os amantes da democracia, foi para cima dos manifestantes. O Black Bloc se pôs como escudo humano.

Seus membros são pessoas cultas e socializadas, em geral universitários que visam uma estrutura mais humana. Uma cartilha do Black Bloc apreendida pela polícia civil do Rio Grande do Sul determinava como alvo de destruições: “bancos, grandes empresas e imprensa mentirosa”. Deveriam ser evitadas depredações em “carros particulares e pequenos comércios”.

Por trás deste exagero existe uma linha de
O importante é a dúvida
pensamento que visa defender as pessoas de um governo desumano. Quem depende de órgãos públicos para sua saúde ou locomoção compreende este sentimento, o de total abandono, a revolta é uma consequência lógica e esperada. Seu ideal? O crepúsculo dos deuses.

O Black Bloc carioca elegeu o governador Sérgio Cabral como alvo, há meses eles se alinham na frente de sua mansão exigindo maior justiça social, fim da corrupção e prestação de contas como o alto custo da construção do maracanã e pedindo a não destruição de patrimônios como o complexo aquático Maria Lenk e a escola Friedenreich, já os paulistas ainda não tem um alvo determinado, mas já invadiram a câmara.

O grande problema do grupo é a penetração de membros que não se identificam com a causa e possuem histórico de movimentos puramente oportunistas e políticos, de ideais vazios, como membros do MST.

 

O que é anarquia?

 

Anarquia vem do grego anarkhos que significa sem governantes ou sem poder. Engana-se que
acredita que a anarquia é uma zona, sua filosofia não prega a falta de ordem, mas sim a falta de coerção. Esta visão equivocada foi propagada por nacionalistas, membros de um pensamento que autoriza o fascismo e o nazismo.

 O anarquismo advém do livre pensamento, de indivíduos que distanciam-se da ordem nacional e fazem seu próprio código. Um ser de espírito livre pode seguir o mesmo código de ética de qualquer pessoa, ele paga suas contas, é bondoso com seus semelhantes, não rouba, não mata, não vandaliza, mas por que ele assim o escolheu e não por uma ordem superior.

Talvez o grande problema do anarquismo tenha sido se tornar naquilo que ele combate um modelo político. William Godwin é considerado o pai do anarquismo moderno, mesmo sem ter dado este nome a sua teia de pensamentos. Alguns de seus pensamentos são a base do anarquismo:

“O soldado é um indivíduo cujo ofício é matar quem nunca o ofendeu” (William Godwin).

“A sociedade nasce das nossas carências; o governo da nossa maldade” (William Godwin).

2 comentários:

  1. A causa é justa, mas os atos de destruição são vandalismo.

    ResponderExcluir
  2. Adorei blog, realmente muito bom os posts..
    Parabéns 
    Continuando desse jeito, você vai realmente muito longe !
    Se quiser conhecer o meu também, tem post novo lá..


    http://bruhbrito.blogspot.com.br/



    Beijos e sucesso pra ti ;*

    ResponderExcluir

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...