Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

TOP 10 - Episódios Perdidos

Existe um episódio perdido de “Os Simpsons” onde Bart morre, cujo final prevê a morte de todos os convidados especiais; que tal uma fita de VHS de Dragon Ball Z que trás a morte a quem assiste; Doug é abusado sexualmente; Angélica uma esquizofrênica; Patrick mata Bob Esponja em um episódio atormentador e que tal um filme perdido da Nickelodeon com canibalismo e pedofilia? Bem vindo ao mundo dos episódios perdidos da Creepypasta.
São todas lendas urbanas criadas para “explicar” buracos no roteiro de desenhos animados ou para brincar com situações absurdas dos mesmos ou apenas para se divertir. Sempre narrados em primeira pessoas essas histórias encontram-se em sites dedicados ao terror ou sobrenatural. Aqui vão alguns desses episódios perdidos.

Os Rugrats – aqueles que tem entre 20 e 30 anos devem se lembrar desse desenho exibido pelo SBT com o título “Os Anjinhos” narrava a história de quatro bebês e a prima chata e mimada de um deles, Angélica, em uma outra série os Rugrats cresceram e eram adolescentes. Pois bem uma das teorias trás uma versão mais sombria. Analisem os fatos.
Angélica é uma esquizofrênica, ela criou os Rugrats em sua mente, logicamente ela baseou-se em fatos reais. Chuckie, aquele garoto ruivo, morreu em um acidente de carro com sua mãe, por isso seu pai vive tenso; Tommy, seu primo, é um natimorto e seu pai incapaz de aceitar a realidade vive em seu porão fazendo brinquedos para o filho que morreu antes mesmo de nascer; os gêmeos foram criados a partir de uma criança abortada, Angélica nunca soube se seria um menino ou menina, portanto os gêmeos.
O universo de Rugrats se passa na adolescência de Angélica, onde ela imita sua mãe, morta por Overdose, e passa a consumir drogas, o que agravam sua doença, fazendo-a confundir passado com futuro. Cynthia, sua boneca, é uma imagem da mãe morta de Angélica. Gradativamente Angélica isola-se do mundo, passando a brincar com suas criações até sua morte por overdose aos 13 anos. Quando a série fora cancelada.

O espírito vingador de Yamcha – Narrado em primeira pessoa um fã de Dragon Ball Z encontra uma VHS do anime em um sebo especializado em filmes, a capa chamava a atenção por ser antiga e ter a imagem de Yancha borrada. Ao chegar em casa o narrador e seus amigos assistem ao VHS.
A abertura do anime era estranha, pois trazia uma imagem borrada de Yamcha ao lado dos outros personagens, o título do anime era “A Vingança de Yamcha” animados por estarem vendo um episódio perdido todos se concentram na história. Os guerreiros Z comemoravam o fato de terem vencido Majin Boo quando Kuririn entra na casa, Goku pergunta sobre Yamcha. A tela fica negra, os personagens gritam, ao voltar à imagem todos estavam mortos, Yamcha olha para a tela e diz “não há como fugir de mim”.
Todos que estavam assistindo ficaram com medo, durante a noite o narrador acorda e vê seus amigos mortos, ele tenta jogar o VHS no esgoto, mas a fita voltava para sua casa, no dia seguinte ele jogou a fita de volta no sebo onde comprou. Seu primo teria comprado à fita e sido morto durante a noite.

Doug é molestado pelo Sr. Dink – Doug foi um grande sucesso da TV Cultura, que depois passou em outras emissoras, também era transmitido pela Nickelodeon, que produzia a série. Segundo teorias o Sr. Dink seria um pedófilo que abusaria de Doug.
O Sr. Dink não tinha filhos, ele vivia aparecendo atrás de Doug, o convidada para ir a sua casa mostrar as compras e ainda era líder dos escoteiros. Em um dos episódios Doug encontra o Sr. Dink sem calças na floresta.
Para suportar os abusos Doug usava LSD, roubados de sua irmã, por isso tantas viagens e a raiva de sua irmã quando Doug entrava em seu quarto.

Grimland o filme cancelado da Nickelodeon – Narrado por um funcionário da Nickelodeon nos anos 90 o cara comenta sobre um projeto de uma série de terror para crianças e um filme para a TV dessa mesma série. Na época as animações tornavam-se cada vez mais adultas introduzindo assuntos perturbadores como Helga obcecada em Hey Arnold! Ou A Vida Moderna de Rocko.
Existe uma fita em áudio narrada por um produtor do canal que explica o seriado/filme - Duas crianças pedalavam juntas em uma noite de outono, tendo um nevoeiro ao fundo, uma delas cai, se machuca e pede ajuda, na cena seguinte vemos um garoto arrastando o outro em sua bicicleta, seguido por um barulho de carne sendo rasgadas e gritos de crianças. Essa era a abertura de Grimland.
O enredo era sempre alterado, mas tinha como base dois amigos um de 13 anos e outro de 16 anos.  O de 13 tinha um pai abusivo, que estuprou uma garota, a mesma ingressou a bruxaria onde evocou o nevoeiro, composto de canibais que matavam crianças!
A história era intercalada por suicídios, cenas de cérebro espalhadas pelo chão, canibais devorando crianças incluindo um suicídio que “não fora encenado”. Em completo desespero o entrevistador narra que quase foi demitido quando perguntou sobre o filme e dizia-se atormentado pelas imagens, uma de suas ultimas lembranças onde uma menina de seis anos de idade foi estuprada por seu pai, pouco depois o relator se suicidou.

Os Muppet recebem o diabo – Narrado por um fã que jura ter visto na infância uma edição de “The Muppet Show” onde o convidado chamava-se Satan, um boneco cor de laranja com dois chifres e dentes de morcego. A cena muda para uma porta entreaberta, ruídos substituem as músicas alegres.
Quando a imagem volta ela mostra Caco um pouco diferente, detalhes estavam mudados, muda-se novamente a cena, caco estava estirado em um sótão sendo puxado por uma força invisível enquanto se retorcia. Esse episódio nunca mais foi ao ar e poucas pessoas se lembram.

Cry baby Lane – Um filme perdido d Nickelodeon, exibido uma única vez onde dois irmãos descobrem uma história de assassinato. Duas irmãs siamesas uma boa e outra má foram mortas pelo pai e cerradas ao meio, sendo enterradas em lugares diferentes. Ao saberem da história os irmãos tentam entrar em contato com a boa e despertam o espírito da má. Que acaba por possuir toda a cidade.
O filme fora criticado pelos pais e nunca mais fora exibido, hoje em dia existe uma versão na internet, porém é uma versão amenizada. Uma outra versão narrada por um funcionário da produção do filme trás dados mais sinistros. O narrador da história conta que trabalhou com o diretor Peter Lauer, um colecionador de Snuffs movies.
A ideia era mostrar dois irmãos trazendo um espírito à tona e se esforçando para fazer tudo voltar ao normal, assim como aqueles seriados dos anos 90 com histórias de terror. O narrador relata que ele era o único livre do poder de persuasão do diretor, algumas de suas ideias eram estranhas como matar um dos protagonistas no meio do filme ou gêmeas siamesas canibais.
O narrador afastou-se do filme após ver fotos de uma criança mutilada, provavelmente retirada de um snuff do diretor, a qual entraria no filme. Porém ele nos afirma que as cenas do menino mutilado foram inseridas de maneira subliminar e as crianças que assistiram ao filme tem essas memórias em nível inconsciente.

Influências Macabras na Nickelodeon – Durante a produção de “Cry baby Lane” Lauer deu algumas ideias que não entraram no filme, mas acabaram sendo usadas nos desenhos da Nick. São elas:
Lauer sugeriu que um homem com nariz de Lula aparecesse na frente de dois irmãos, tirasse suas calças na frente deles e os estuprassem. Pouco depois estreou “Bob Esponja” com Lula Molusco entre os personagens principais. Em outra cena os irmãos capturariam um esquilo, o colocasse em uma jarra com areia e o afogasse em um lago, Sandy (areia em inglês) é outra personagem de Bob Esponja.
Outra ideia era fazer dois meio irmãos morarem juntos após sua mãe ter sido canibalizada pelo pai meteorologista. Pouco depois estreou o seriado Drake e Josh sobre dois meio irmãos cujo pai é meteorologista.
Lauer haveria sugerido que o irmão mais novo tivesse uma casinha de cachorro onde guardaria fetos juntamente a uma substância que ele envenenaria sua mãe para ter relações sexuais com seu padrasto. Ginger estreou logo em seguida.  

Porque Carlos Villágran abandonou o seriado “Chaves”? – segundo rumores um TCC apresentado em Curitiba trazia uma investigação sobre a saída de Villágran, interprete do Quico, do seriado. O motivo teria sido um episódio polemico.
Bolaños, criador do seriado e interprete do Chaves, apresentou um episódio a Televisa que fora considerado repulsivo e inadequado para qualquer pessoas assistir. Uma cópia pirata circula por ai. Em 1074 Chaves, Quico e Chiquinha entram na casa de Dona Clotilde e descobrem que ela realmente é uma bruxa! Os eventos desse episódio repercutiriam nos próximos episódios; o episódio onde os moradores comem insetos também seria mais sombrio. Ambos foram alterados pela televisa.
Nada se comparava ao que estava por vir. O episódio perdido de Chaves começa de maneira comum Chaves brinca com um patinete do Quico, que fica com ciúmes. É ai que as coisas mudam.  Seu Madruga recebeu um bofetão de Dona Florinda, seu nariz começa a sangrar e ele morre. Como ele fora boxeador no passado seu cérebro possuía hematomas, um deles estourou com a bofetada.
Dona Florinda fora presa diante de Quico. Chiquinha tenta suicídio. Relatos de pessoas que assistiram ao episódio contam que Dona Clotilde carregava um enorme livro negro e numa cena seguinte Chiquinha sorri ao ver o que parece ser um homem magro envolto em um lençol branco.

  “Patrick’s Leg” – Trata-se de um episódio perdido de Bob Esponja, encontrado apenas em sites obscuros, Bob e seu amigo Patrick vão surfar na areia, algo sai errado e Patrick quebra a perna. A abertura é sóbria e a estrela do mar gritava de maneira desesperada.
A perna quebrada de Patrick chama a atenção de garotas peixe, deixando Bob com ciúmes, após discussões Bob atinge a perna de Patrick com uma pedra, a tela fica preta, estática e dublagem fora de tempo. Temos outra cena Patrick abre o estômago de Bob Esponja com um pedaço de coral e retira seus órgãos internos sussurrando “eu sabia que esse dia chegaria” enquanto Bob ria baixinho.

A Morte de Bart – Reza a lenda que existe um episódio perdido de Os Simpsons, mais especificamente o ultimo episódio da primeira temporada. O número do episódio é 7G44 intitulado Dead Bart escrito pelo próprio Matt Groening. Atualmente o episódio é considerado maldito e um incômodo quando mencionado em convenções.
Este episódio é narrado por um fã, após uma convenção conseguiu encontrar-se com Matt. Ao ouvir a pergunta sobre o episódio perdido Matt ficou pálido, a cor de seus olhos desapareceu, tremendo o criador dos Simpsons escreveu algo num pedaço de papel, deu ao fã e foi embora.
A anotação de Matt era um endereço na Web que logicamente o fã digitou o endereço na barra de busca. O site destruiu a memória de seu computador, mas havia um episódio de baixa qualidade, igual aos primeiros, nele Homer estava mais bravo que o normal, Bart parecia ter raiva dos pais, Marge estava deprimida e Lisa ansiosa.

Durante uma viajem de avião, de tanto aprontar Bart quebra a janela do avião e é sugado para fora, com um close no corpo de Bart. No segundo ato os Simpsons estavam chorando, o terceiro ato se passa um ano depois Homer, Lisa e Marge estavam mais magros, não havia sinal de Maggie ou dos animais. Os três vão ao cemitério visitar o túmulo de Bart. A cena se afasta, vemos lápides com os nomes dos convidados especiais de todas as temporadas de os Simpsons, com nomes que ninguém tinha ouvido falar em 1989, todos com datas de morte. Em casos como Michael Jackson a data confere com a da lápide.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...