Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 25 de janeiro de 2014

Retrospectiva "Gata do Mês" 2013

O que segue são as melhores imagens da gata do mês de 2013 vale a pena relembrar essas deusas que passaram por aqui:

Hélika Rios
2013 começou com essa linda goiana, musa do time esmeraldina e adorada pela torcida do Goiás (bobos eles?). a ninfetinha de 19 anos abriu o ano com chave de ouro. Veja o ensaio dela aqui.  




Rio Hamasaki
Em fevereiro nossa gata veio do Japão, Hamasaki é uma das ponrstars mais famosas do mundo. Pessoas de várias nacionalidades apaixonam-se por seus lindos seios. Lógico que o típico rosto nipônico e o jeito de safada ajudam muito. Quem não chegou a conhecer tem uma ótima possibilidade, clicando aqui


Isabella
Março foi um mês especial, tivemos duas gatas do mês. A primeira foi Isabella, esta maravilhosa mulata de bunda gigante que fez carreira no pornô americano.  Veja o ensaio completo aqui.  






Michele Grecco
A segunda gata do mês de março foi a modelo gaúcha Michele, absolutamente linda a moça também é tímida e já foi eleita rainha do carnaval. Veja o ensaio completo aqui e se apaixone. 







Penélope
Estamos sempre tentando inovar aqui nos “Deuses Mortos” e para o mês de abril a escolhida foi a cosplay mais sexy do Brasil, Penélope. Clique aqui e veja o ensaio completo. 







Samara Leite
 Maio foi o mês de aniversário do Blog, para comemorar a linda modelo, ex-indiana do funk Samara Leite esteve em um segundo ensaio mostrando suas curvas e um pouco mais. Em uma sequencia de fotos muito mais interessantes do que sua primeira aparição. Veja aqui



Lory Andrioli

A gata de junho foi a modelo Lory Andrioli, dona de um corpo maravilhoso, um lindo rosto e muito determinada. Lory foi musa do Botafogo em 2012 e fotografou muitas vezes. Veja seu ensaio aqui.  



Milla Jovovich

Em julho nossa gata do mês foi hollywoodiano, a atriz e modelo Milla Jovovich – saida diretamente de Resident Evil. Milla não é só linda e talentosa, como é gente boa. Veja seu ensaio aqui.  





Rafaela Ravena

A musa de agosto foi um verdadeiro monumento loiro, a modelo, concorrente do mis Bumbum e destaque da Sexy Rafaela Ravena, de 22 aninhos, prova que tem tudo para ser uma das mulheres mais desejadas do brasil. Veja o ensaio aqui




Renata Ferreira

Agosto foi o mês de Renata, a escolhida pelos leitores do Blog. Renata é uma modelo da Dreamcam que deixou  muitos leitores alucinados com suas curvas. Veja tudo isso aqui.






Chiaki kuriyama

Em outubro o “Gatas do mês” chegou ao número trinta, para comemorar Chiaki Kuriyama, que inaugurou o marcador teve um segundo ensaio, um dos mais populares do ano. De uma olhada nessa gatinha japonesa. Veja aqui.







Nicole Bahls

Novembro foi o mês da mulher mais desejada do brasil pintar por aqui. Nicole já foi paniquete, fazendeira, musa do brasileirão, capa da Playboy. A cada ano que passa ela fica mais gostosa e mais polêmica. Quem não ama essa mulher? Veja mais aqui






Regiane Brunnquell


A ultima gata do mês do ano de 2013 foi Regiane, também conhecida como Sandy Capetinha. Modelo, ex-paniquete e uma pessoa maravilhosa Regiane alia beleza e inteligência. Formada em administração a moça seduz a medida que encanta por suas ideias. Veja o ensaio aqui

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Zuando o Fluminense

Depois da virada de mesa, de ter enviado seu advogado para rebaixar a Portuguesa, de ser o time preferido do tribunal de justiça desportiva o que resta para nós, pessoas honestas que gostam do futebol decidido dentro do campo é brincar com os tricolores carioca. O mínimo da justiça seria fazer com que o torcedor fluminense sentisse vergonha de vestir a camisa de seu clube. Para isso vamos lembra-lo que o Fluminense é sinônimo de tapetão.







sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O Verdadeiro Che Guevara

Quando Lobão foi entrevistado por Danilo Gentili o roqueiro definiu o “herói” Che Guevara como: “Um facínora, um cafajeste. Esse era um racista, um homofóbico, genocida, um psicopata. Ai tem gente querendo defender os direitos humanos com uma camiseta desse psicopata. Agora para você ver que esse cara é um psicopata não basta ter um QI maior do que o necessário para amarrar seu sapato não é só entrar na internet tem ele mesmo dizendo atrocidades ‘fuzilo, fuzilo sim’ como tem contemporâneos dele, tem documentos, tem uma farta documentação. Só não quer porque levou uma lavagem cerebral ou é muito burro mesmo”.
Decidi fazer uma procura em busca do verdadeiro Che Guevara seria ele um herói humanitário ou um homem cruel. Homens humanitários que amam a paz raramente pegam em armas, mesmo assim fui atrás, me deparei com a mesma frase batida frase “Há de endurecer, sem jamais perder a ternura”. Tem outra muito bonita “Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo então somos companheiros”.
Che fala muito de uma figura intitulada “os poderosos” mas quem são eles? Que comanda? E um revolucionário não seria um homem que troca poderosos por outros poderosos? Ainda procurando pela verdade, que Nietzsche dizia não existir, combinei os termos usados por Lobão com o nome de Che. Abaixo estão as frases, ditas pelo próprio Che, que encontrei.
Por que a verdade não existe? Porque ela é relativa, cada um vê o seu ângulo de vista. Dai o título do post, retiro o ideal “bonitinho” de Che e exponho seu lado humano, retiro o ídolo da esquerda e exponho o homem sem as ocultações de seus apaixonados.
Certas pessoas querem tanto enxergar um herói que acabam ignorando suas falhas. Certos homens possuem falhas menores, outros falhas gigantescas.

Antes das frases de Che uma frase de Nietzsche: “Como? Um homem notável? Vejo apenas o ator representando o seu próprio ideal”.








quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Natasha L.

Alguém ainda duvida que o Brasil está correndo sérios de perder seu status de terra das mulheres mais bonitas? Natasha mostra o que a colombiana tem. Absolutamente linda a moça é dona de um corpo delicioso, rosto angelical e uma bunda merecedora de estátuas em praça pública. daquele que dá vontade de devorar.
Natasha foi mais uma colombiana a agraciar o mundo com suar curvas – que país generoso- revelada por Nacho Vidal. A ninfetinha arrasa.
Não sabemos muito sobre ela, exceto sobre seu belo rosto e bunda maravilhosa. A moça alia meiguice a safadeza, ela sabe muito bem o que faz e se diverte muito. Para nossa alegria.

Sua estreia se deu em “Made in Colonbia” da produtora Evil Angel, o que combina perfeitamente. 





















sábado, 11 de janeiro de 2014

Desmascarando o programa “Mais Médicos”

Desde seu planejamento até sua execução o programa “Mais Médicos” serviu a um único propósito propaganda política gratuita, o programa veio mascarar programas estruturais gravíssimos com material humano.

O que segue é o relato de uma médica sobre como médicos brasileiros foram proibidos de trabalhar para que cubanos possam servir de propagando política. Segue o texto integral em destaque:

MENTIRAS TÊM PERNAS CURTAS!

Compartilhem este post com este depoimento!

Precisamos desmascarar essa mídia marrom do

 governo federal.

Estão fazendo campanha política com nosso dinheiro

 às custas da difamação do médico brasileiro.

Vejam o depoimento desta colega:

"Fui chamada para dar plantão nos abrigos que 


acolheram as pessoas desabrigadas pela chuva entre 

os dias 24/12 e 05/01.
Não pude ir no dia 24, pois já estava de plantão, mas 

os que foram aos abrigos dar o referido plantão para 

ajudar os desabrigados, se depararam com a 

informação de que foram TROCADOS PELOS 

CUBANOS...

Ou seja, chegaram 7 h da manhã para trabalhar e 

foram mandados embora.
Coincidentemente, isto ocorreu durante a estadia da 

digníssima presidenta Dilma Rousseff ao Estado.

E logo veio a explicação (já esperada!) no jornal, com 

os dizeres: "Médicos cubanos ajudam vítimas!"

Que melhor poderia ser: "MEDIDA ELEITOREIRA"

E o pior é querer dizer que foi trabalho voluntário, já 

que eles ganham em torno de R$ 16 mil com todos 

os 

auxílios, muito mais que os outros médicos na 

mesma 

função.

Ou seja, Cubanos não são mais "humanos" que os 

brasileiros, eles apenas são beneficiados pela mídia e 

por esse governo populista, que faz tudo por uma 

reeleição."

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Tudo o que você sempre quis saber sobre Superman, mas não sabia para quem perguntar

Você sabia que Superman foi criado como um vilão? Que sua primeira publicação foi em formato de texto em 1933? Que Lois Lane foi baseada num amor não correspondido de um dos criadores? Que mesmo depois de virar um herói Superman nem sempre foi bondoso?

Origens

Todos conhecem a história: Krypton era um planeta que atingiu seu ápice e entrou em autodestruição, a arrogância impediu que seus nativos sobrevivessem exceção feita ao maior cientista de Krypton Jor-El que enviou seu único filho a Terra para se salvar e nos guiar rumo a um mundo melhor.
Não é dessa origem que estou falando, mas sim a origem do herói. Publicado pela primeira vez em 1938 na Action Comix n° 1 Superman havia sido criado em 1933 pelos amigos Jerry Siegel e Joe Shuster, ambos filhos de imigrantes judeus eles foram criados na cidade de Cleveland.
Fãs de SCI-FI, de Pulps Fiction e de programas de rádio, que traziam histórias de heróis, os amigos
Reign of the Superman publicado em 1933
trazia Superman como vilão.
juntaram-se para criar o Superman – a personagem foi criada como um vilão! Em formato de prosa a história conta como um cientista careca, Ernest Smalley, transforma um homem comum Bill Dunn, em um homem com poderes de um deus. Embriagado com seus novos poderes Bill mata o cientista e faz tudo o que nunca pode até descobrir que os efeitos eram temporários. Sem sucesso ele tenta recriar a fórmula e termina a história voltando a seu um homem comum.
“The Reign of the Superman” foi mimeografado e vendido pelos irmãos, sem sucesso. O Nome Superman veio de Nietzsche o Smalley diria a certo ponto “Vou ensinar-lhe o Superman!”. O tempo passou e os dois amigos não desistiram de seu sonho de virarem artistas e muito menos de sua criação.
Jerry Siegel e Joe Shuster os pais do Superman
Siegel e Shuster mudaram o Superman de vilão para herói e apresentaram sua criação para diversas editoras, muitas vezes eles foram ridicularizados, quase cinco anos se passaram e eles continuavam ouvindo não. Seu objetivo era criar uma tira de jornal, onde a publicação seria mais fácil.
Em 1934 Jerry Siegel passou uma noite em claro criando o conceito do Superman moderno, reza a lenda que ao terminar Siegel correu doze quarteirões a pé até a casa de seu amigo onde mostrou seus esboços. Nessa nova versão Superman vinha de um planeta distante, chegando a Terra em um foguete, crescendo como uma criança comum determinada a fazer o bem. Vemos aqui a influência do SCI-FI.
A partir dos esboços de seu amigo Shuster desenhou a personagem. A capa e o S no peito foram ideias de Siegel “vamos dar a ele um grande S no peito e uma capa; torna-lo o mais colorido e distinto possível”. O objetivo era destacar a personagem e dar impressão de dinamismo, dai a função da capa.


Os anos em que os dois foram sendo rejeitados favoreceu a personagem, que foi sendo refinada a medida em que os quadrinhos iam assumindo seu lugar como entretenimento/arte. Os amigos foram contratados pela Detective Comix onde trabalharam criando outros personagens. A DC estava disposta a criar uma nova revista os amigos ofereceram sua personagem ao editor Herry Donenfeld, que sua vez o enviou para Vince Sullivan que aprovou a história.
O próximo passo era adaptar uma tira de jornal para uma história de 13 páginas. A família Kent ainda não havia sido criada, o bebê Superman teria sido criado em um orfanato, os esboços já apresentavam Lois Lane como repórter do jornal Estrela Diária(!). O sucesso fora tanto que Superman ganhou uma revista própria, um programa de rádio e uma tira de jornal.

As personagens são baseadas em pessoas reais?

Um dos motivos de sucesso da revista eram as personagens realistas e cativantes. De um lado o tímido e desastrado repórter Clark Kent. Siegel e Shuster basearam-se em si mesmos para criar a face humana do herói – ambos eram tímidos, viciados em trabalho, socialmente ineptos, vindos de família pobre e mais um fator de importância. Filhos de judeus eles sabiam o que era ser discriminado e julgado por suas origens. O que vale para Kal-El, um alienígena entre nós, e Clark Kent um interiorano julgado como caipira.  
Já Lois Lane foi criada para ser namorada/fraqueza do kryptoniano, seu nome vem de Lois Amster, uma paixão da juventude de Siegel, enquanto sua personalidade veio de Torchy Blane, uma repórter enxerida de uma série de nove filmes do início dos anos 1930.

Por que o Superman e Lois Lane se apaixonam?

Você já deve ter ouvido alguém dizer que Superman deveria namorar a Mulher Maravilha pois eles combinariam mais do que o relacionamento com Lois Lane. De tanto falar os editores resolveram colocar os dois namorando nos “Novos 52” uma recriação das personagens da DC após os últimos filmes.
    Particularmente eu discordo dessas vozes existe um motivo muito simples para Superman e Lois lane se apaixonarem. Temos que levar em conta dois fatores: o ano de criação e as duas personagens. Superman invulnerável, poderoso, capaz de voar, visão de raio x, indestrutível. Virtualmente ele pode fazer o que quiser, menos ser um humano.
Superman tem apenas uma restrição, ele nunca será humano, para isso tem que se disfarçar eis que ele conhece Lois Lane, uma mulher que vive num mundo de homens. Se hoje existe machismo e discriminação contra as mulheres imagine isso em 1938. Lois Lane não era uma repórter comum era a melhor de todas, por um motivo muito simples, se não fosse assim ela não sobreviveria. Lois é uma supermulher sem a necessidade de um disfarce.

Por sua vez Lois enxerga em Superman o único homem que ela não pode superar, o que é suficiente para se apaixonar. Totalmente o oposto de Clark, a quem ela humilha e maltrata, temos ai o componente romântico tão bem retratado em “Superman O Filme” de 1979.  
Mesmo na era moderna Lois Lane segue sendo bem representada ela é a melhor jornalista do Planeta Diário, vencedora de dois prêmios Pulitzer (ganhar um já é difícil) uma mulher que renega e abraça sua feminilidade ao mesmo tempo. Embora Superman esteja dando uns amaços na Mulher maravilha ele segue fascinado por Lois.

Superman sempre foi generoso e bondoso?

O ultimo filho de Krypton é, indiscutivelmente, o ser mais poderoso dos quadrinhos, tantos poderes exigiriam um rígido código de ética. Uma dos principais de Kal-El é até onde ele poderia ir se não se segurasse. Em uma fase recente ele depara-se com outro kryptoniano H´El muito mais poderoso que nosso herói. O motivo seria que H´El não se segura e para vence-lo Superman deveria quebrar seu juramento de não matar.
Em “O que Aconteceu ao Homem de Aço” escrito por Alan Moore vemos a “ultima história do Superman” mostrando o dia de sua morte.  Não vou estragar a alegria de quem ainda não leu, mas em determinado momento Superman entra em crise por ter tirado uma vida e tenta cometer suicídio.
Porém em seus primórdios Superman não era este ser bondoso e piedoso, capaz de entender os sentimentos de seus inimigos e sempre disposto a resolver as desavenças na conversa. Ao contrário ele não hesitava em jogar um vilão pela janela.
O Superman original lutava pelo bem e pela justiça, protegia os inocentes e oprimidos, mas não tinha piedade dos malfeitores e valia-se de sua força para intimidar quem quisesse fazer o mal. Reflexos dos programas do presidente Roosevelt. Devemos lembrar que estávamos às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o nazismo era visto como uma ameaça real e imediata, necessitando de medidas duras e firmes. Essa foi a primeira de muitas simbologias do homem de aço.

Num segundo momento o Superman abraçou as resoluções pacíficas, o discurso de amor ao próximo. Sua imagem foi alterada para uma figura cristica. Mais uma vez bem representada em “Superman O Filme”. Um ser superior envia seu único filho para viver entre nós, nos proteger até que consigamos nos desenvolver superando nossos traços negativos.

sábado, 4 de janeiro de 2014

Lula o Informante da ditadura

Quando Romeu Tuma Jr. Escreveu seu livro “Assassinato de Reputações” houve grande rebuliço. Finalmente alguém de dentro do governo iria falar, o que ninguém imaginava é o quanto ele iria falar. Seu livro, dedicado a revelar os métodos ilegais pelos quais o governo do PT destruía quem se opunha. O Ex-ministro do governo Lula acabou assassinando a reputação do próprio ex-presidente.
Lula foi e é aclamado como líder sindical, herói da luta contra a ditadura e como preso político. O que pouquíssimas pessoas sabiam é que Lula tinha outro codinome. Agente Barba, informante do Dops.
Os informantes, também chamados de “Judas”, “alcaguetes” ou “gansos” vendiam informações em troca de dinheiro ou favores. No caso de Lula este trocava por favores. Quais? Favores políticos Lula pode conhecer as engrenagens do poder, para aplica-los num futuro ou passado se olharmos para o início de seu governo.
Outro favor era uma certeza de proteção, quando Lula fora preso em 1980, o delegado destinado a sua prisão foi ninguém menos que Romeu Tuma Jr. Filho do delegado do Dops a quem Lula informava.
Lula, o agente barba, é preso por Romeu Tuma Jr. 
Outro favor explica uma estranha relação envolvendo Tumão (ex-senador) e Lula quando este fora preso sua mãe, Dona Lindu, já adoentada fora poupada da verdade. Lula tinha o privilégio de sair da cadeia e visitar a sua mãe, algo impensável para quem se opunha aos militares. Os policiais que acompanhavam Lula tinham ordens expressas de se disfarçarem como operários e proibidos de revelarem para Dona Lindu que Lula estava preso. Quando sua mãe morreu Lula teve o direito de ir ao seu funeral. Esses dados sempre soaram estranhos, foram utilizados para demonstrar a humanidade de Tuma e justificar a aliança política dos dois após a queda do regime.
Que outro motivo Tuma teria para ser tão generoso com Lula enquanto outros presos políticos não gozavam da sua sorte? Lula era informante de Tuma, esta é uma das bombas que Tuma Jr. Trás em seu livro:
“Quando Lula foi preso, comigo atrás dele, como mostra a foto, ele terá passado só um ou dois dias no xadrez, se tanto. Ele tinha os seus privilégios de informante. Dormia no sofá de couro vinho, no quarto andar do Dops, no Largo Geral Osório, no centro de São Paulo. (...) Repito: Lula não dormia no xilindró, como os demais. Instalava-se no bem-bom, em um sofá de couro. De vez em quando ele ficava na carceragem (...) Acho até possível que tenha ficado uma ou duas noites lá, estrategicamente, para mostrar a cara para os detentos e marcar presença na história”.
Em seu livro Tuma Jr. Afirma que Lula nunca foi maltratado, ao contrário ele e sua família tinham privilégios. Sua esposa Dona Marisa tinha um motorista particular do Dops para leva-la onde quisesse: “era como um agente especial em missão secreta. Privilégio que nem a Dona Zilda, mulher do diretor, jamais tivera”.
 O livro ainda trás um trecho do livro “O Brasil” editor da revista “Carta capital”, publicação semanal dedicada a puxar o saco do PT, em seu livro Mino relata que Marisa tinha uma perua a sua disposição para visitar o marido, os privilégios estendiam-se para seus filhos, e ainda confirma as visitas que Lula fazia a sua mãe. Destacando que Tuma sempre o tratou muito bem.
Tanto Mino Carta quanto Lula tinham privilégios e acesso facilitado ao delegado Tuma no Dops. Mino era um jornalista, já o tratamento oferecido a Lula é uma prova cabal de seu papel como informante.

Havia um acordo entre Lula e Tuma. O delegado inseria as informações recebidas na “cadeia de difusão” dos militares e jogava a responsabilidade em cima de Lula. Tuma Jr. Descreve um diálogo entre os dois. “Olha, barba, a responsabilidade de segurar as massas e contê-las nos seus limites é sua. Você é líder respeitado por elas. Você conhece o seu poder de comando sobre a as ações dessas maças então, se algo ocorrer de grave, o exército vai responsabiliza-lo”.

Assassinato de Reputações

Autores: Claudio Tognolli e Romeu Tuma Jr.
Editora: Topbooks
Páginas: 560
Preço: entre R$ 70.00 e R$ 60.00

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Amanda Victorino


Começamos 2014 com o pé direito, nossa primeira gata do mês é a loirinha linda Amanda Victorino, Musa da Portuguesa em 2012 e modelo profissional. Mas até hoje seu ensaio é comentado na Internet, assim como celebrada pelos torcedores da Lusa. “Ser musa é maravilhoso”.
Quando questionada sobre como sua beleza ajuda em seu trabalho Amanda agradece os elogios e é sincera “Eu acho que ajuda muito, infelizmente ou felizmente para mim! (rs). Porém não é só um belo corpo. Acho que devemos ter conteúdo e princípios! Não somente um rosto bacana”.
A moça não segue nenhum tipo de dieta especifica, para manter seu corpo ela faz musculação e dança ballet clássico e jaz, não é baladeira “não saio muito para baladas devido a minha vida e ao meu trabalho !”.
Como ela lida com o assédio dos fãs “Pra mim é tudo normal! Não existem muitos assédios, sei lidar muito bem com isso, e sei também qual é o meu lugar e como meus fãs devem me tratar! Com muito respeito”. Quer conquista-la Amanda dá a dica “Deve ser homem. Saber respeitar uma mulher como Diva! Além é claro de me fazer rir, ser trabalhador e muito sincero! Porque quem fala a verdade não merece castigo”.

No de mais Amanda é uma mulher simples, gata e divertida, infelizmente está em um relacionamento sério. Sabem qual a parte preferida do seu corpo? “Minha boca”. 
























Perfil:


Idade: 25 anos
Altura: 174 cm
Busto: 84 cm
Cintura: 66 cm
Quadril: 102 cm
Coxa: 58 cm







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...