Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 4 de janeiro de 2014

Lula o Informante da ditadura

Quando Romeu Tuma Jr. Escreveu seu livro “Assassinato de Reputações” houve grande rebuliço. Finalmente alguém de dentro do governo iria falar, o que ninguém imaginava é o quanto ele iria falar. Seu livro, dedicado a revelar os métodos ilegais pelos quais o governo do PT destruía quem se opunha. O Ex-ministro do governo Lula acabou assassinando a reputação do próprio ex-presidente.
Lula foi e é aclamado como líder sindical, herói da luta contra a ditadura e como preso político. O que pouquíssimas pessoas sabiam é que Lula tinha outro codinome. Agente Barba, informante do Dops.
Os informantes, também chamados de “Judas”, “alcaguetes” ou “gansos” vendiam informações em troca de dinheiro ou favores. No caso de Lula este trocava por favores. Quais? Favores políticos Lula pode conhecer as engrenagens do poder, para aplica-los num futuro ou passado se olharmos para o início de seu governo.
Outro favor era uma certeza de proteção, quando Lula fora preso em 1980, o delegado destinado a sua prisão foi ninguém menos que Romeu Tuma Jr. Filho do delegado do Dops a quem Lula informava.
Lula, o agente barba, é preso por Romeu Tuma Jr. 
Outro favor explica uma estranha relação envolvendo Tumão (ex-senador) e Lula quando este fora preso sua mãe, Dona Lindu, já adoentada fora poupada da verdade. Lula tinha o privilégio de sair da cadeia e visitar a sua mãe, algo impensável para quem se opunha aos militares. Os policiais que acompanhavam Lula tinham ordens expressas de se disfarçarem como operários e proibidos de revelarem para Dona Lindu que Lula estava preso. Quando sua mãe morreu Lula teve o direito de ir ao seu funeral. Esses dados sempre soaram estranhos, foram utilizados para demonstrar a humanidade de Tuma e justificar a aliança política dos dois após a queda do regime.
Que outro motivo Tuma teria para ser tão generoso com Lula enquanto outros presos políticos não gozavam da sua sorte? Lula era informante de Tuma, esta é uma das bombas que Tuma Jr. Trás em seu livro:
“Quando Lula foi preso, comigo atrás dele, como mostra a foto, ele terá passado só um ou dois dias no xadrez, se tanto. Ele tinha os seus privilégios de informante. Dormia no sofá de couro vinho, no quarto andar do Dops, no Largo Geral Osório, no centro de São Paulo. (...) Repito: Lula não dormia no xilindró, como os demais. Instalava-se no bem-bom, em um sofá de couro. De vez em quando ele ficava na carceragem (...) Acho até possível que tenha ficado uma ou duas noites lá, estrategicamente, para mostrar a cara para os detentos e marcar presença na história”.
Em seu livro Tuma Jr. Afirma que Lula nunca foi maltratado, ao contrário ele e sua família tinham privilégios. Sua esposa Dona Marisa tinha um motorista particular do Dops para leva-la onde quisesse: “era como um agente especial em missão secreta. Privilégio que nem a Dona Zilda, mulher do diretor, jamais tivera”.
 O livro ainda trás um trecho do livro “O Brasil” editor da revista “Carta capital”, publicação semanal dedicada a puxar o saco do PT, em seu livro Mino relata que Marisa tinha uma perua a sua disposição para visitar o marido, os privilégios estendiam-se para seus filhos, e ainda confirma as visitas que Lula fazia a sua mãe. Destacando que Tuma sempre o tratou muito bem.
Tanto Mino Carta quanto Lula tinham privilégios e acesso facilitado ao delegado Tuma no Dops. Mino era um jornalista, já o tratamento oferecido a Lula é uma prova cabal de seu papel como informante.

Havia um acordo entre Lula e Tuma. O delegado inseria as informações recebidas na “cadeia de difusão” dos militares e jogava a responsabilidade em cima de Lula. Tuma Jr. Descreve um diálogo entre os dois. “Olha, barba, a responsabilidade de segurar as massas e contê-las nos seus limites é sua. Você é líder respeitado por elas. Você conhece o seu poder de comando sobre a as ações dessas maças então, se algo ocorrer de grave, o exército vai responsabiliza-lo”.

Assassinato de Reputações

Autores: Claudio Tognolli e Romeu Tuma Jr.
Editora: Topbooks
Páginas: 560
Preço: entre R$ 70.00 e R$ 60.00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...