VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Aécio Neves: 30 Anos Depois

No ano de 1984 o Brasil estava em crise a inflação crescia a doses galopantes, o país parara de crescer o governo militar, que anos atrás fora adorado pelo público, era hostilizado. A população que aplaudiu os presidentes Costa e Silva e Médici estava descontente e vaiava o presidente Figueiredo.
O governo militar fez o Brasil crescer, se tornar uma das principais economias do mundo, trouxe distribuição de renda, durante o governo Geisel a economia começou a entrar em colapso. Em 1984 o governo militar garantiu a realização de eleições indiretas para presidente. Tancredo Neves tomou a iniciativa para tornar-se o primeiro presidente civil em 20 anos.
Após manobras eleitorais Tancredo montou uma chapa agrupando candidatos do PMDB, PDT e da Frente Liberal (futuro PFL que se transformaria em DEMOCRATAS) vencendo o candidato dos militares Paulo Maluf. Infelizmente Tancredo faleceu pouco depois de assumir a presidência (alguns dizem que ele faleceu antes e fora empossado já embalsamado para evitar um novo golpe) o Brasil sofreu tendo que engolir José Sarney, seu vice, imposto pela frente liberal.
Tancredo Neves
Trinta anos depois a história se repete – Lula assumiu a presidência, revelou-se um fenômeno de popularidade. Após a explosão do mensalão Lula fez tudo para ficar no poder amplificou seus métodos assistencialistas, investiu em marketing e contou com uma oposição ineficiente.
O ultimo ato de Lula na presidência foi eleger o poste Dilma, a qual teve um começo surpreendente e um meio desastroso. O que parecia improvável um ou dois anos atrás passa a acontecer: políticos petistas são vaiados pela população que insatisfeita com o atual governo deseja mudanças. O motivo é o mesmo a economia – enquanto o governo militar mantinha a inflação sob controle e o país crescia o povo aplaudia; o mesmo ocorreu com o PT enquanto o modelo econômico (herdado de FHC) estava funcionando o povo aplaudia. Dilma usou estratégias semelhantes a dos generais – medidas populistas como diminuição da conta de luz, muita propaganda nacionalista e a invenção de inimigos – que Lula também fazia.

Em um cenário tão semelhante eis que o neto de Tancredo Aécio Neves está disputando a presidência como opositor de um governo desgastado, repleto de escândalos e censuras. Trinta anos depois Aécio tenta fazer o que seu avô não conseguiu ser presidente da república para mudar o país.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Cassia Mello

Recentemente Cassia Mello “causou” (no melhor de todos os sentidos) ao ir ver um jogo de seu amado Corinthians nua com a camisa do clube pintada em seu corpo. Logicamente Cassia é muito mais do que fruto de uma polêmica.
Aos 31 anos a modelo e musa do octógono atua como modelo tendo ensaios publicadas pelo site Uol, Fotosurf e disputado o concurso musa da Copa de Confederações.
Absolutamente linda Cassia divide atenções entre seu rosto de anjo e corpo perfeito, a moça ainda é fã de samba. A boa notícia é que Cassia está solteira e ai quem está a fim de conquistar uma linda morena apaixonada por futebol?

















quarta-feira, 16 de abril de 2014

Luisa Mell Vs. Roger

Semana passada Luisa Mel foi ao programa “The Noite” falar sobre adoção de animais abandonados. Uma iniciativa louvável que recebeu todo o apoio de Danilo Gentili e que deve sim ser apoiado pelas pessoas. Ao invés de agirem como frescos comprando pela raça as pessoas deveriam adotar mais. Porém o programa acabou marcado pela discussão entre Luisa e Roger, líder do Ultraje a Rigor.
Discussão é um modo de falar – para haver uma discussão precisamos de duas pessoas no mesmo nível. A loira estava contrariada com uma frase que Roger publicou no twitter sobre o veganismo e sua imposição a sociedade. Roger os chamou de idiotas, Luisa foi dizendo que ela é um desses idiotas. Roger tentou explicar que era contra qualquer tipo de imposição e quem impõe uma ideia é um idiota, Luisa Mell soltou a pérola “posso ser uma idiota, mas sou uma idiota do bem” – a partir dai não havia mais nada a ser dito.
Durante a entrevista Roger e Danilo deram um show e arrasaram qualquer tipo de ideologia superficial/autoritária, Luisa ria nervosa e respondia “vai estudar” o raciocínio de Roger – “faça o que você quiser, mas não me obrigue a fazer o mesmo” não foi aceito por muitas pessoas que pensam como Luisa. A moça afirmou que todas as pessoas do mundo deveriam adotar o estilo de vida do veganismo para salvar o mundo e chamou pessoas que comem carne de assassinos.
Irritados com o radicalismo desmedido Roger e Danilo começaram a rir da situação provocando-a com ironias, que foram levadas a sério por muitos adeptos ao veganismo, como “você vai desmatar uma floresta para plantar couve”.
O golpe de misericórdia veio quando Danilo questionou se Luisa não teria um organismo defasado em virtude das proteínas, a loira comentou triunfante que bebia um leite derivado da maconha – Roger comento “está explicado” – logo em seguida a moça se enrolou dizendo que tal leite era proibido no Brasil por vir da maconha – como ela bebe o leite da maconha se a maconha é proibida no brasil? Luisa não sabia se explicava de onde veio o leite ou se o leite não tinha os efeitos colaterais da maconha. Ela não explicou nenhum dos dois. Em seguida danilo mudou de assunto, possivelmente compadecido, e seguiu a entrevista.
Existe uma grande diferença em usar animais para diversão como rodeios  - você pode ler aqui um post deste Blog criticando os rodeios e denunciando maus-tratos diferente do uso de animais em pesquisa sérias e importantes.

Para terminar recomendo este vídeo sobre o episódio dos Beagles questionando depoimentos de Luisa Mell.

sábado, 12 de abril de 2014

Alicia de SmallVille

Tanto o Superman clássico como Clark de Smallville não possuem grandes vilãs. Os maiores antagonistas do homem de aço são do sexo masculino: Lex Luthor, Zod, Apocalipse, Darkside. São todos homens. Isso ajuda a aumentar o brilho de Alicia - a principal vilã de Smallville.
Alicia apareceu pela primeira vez na terceira temporada os alunos de Smallville High visitavam um prédio da LuthorCorp. Clark acaba ficando para trás e deve pegar o elevador sozinho com Alicia uma das mais bonitas e antipáticas alunas do colégio.
Clark tenta quebrar o gelo algumas vezes, mas a loira limita-se a ignora-lo. Uma vez no elevador este despenca, sem alternativa Clark quebra a parede do elevador com um soco e sua sua mão para frear o elevador. Alicia fica surpreendentemente feliz com e revela seus poderes. Sua capacidade de se tele transportar.
   A moça rapidamente apaixona-se por Clark, finalmente existia alguém que poderia entende-la; com Clark acontece a mesma coisa ele não tinha porque manter segredos. Porém Alicia tinha dois grandes problemas ela era ciumenta e aterrorizava seus pais com seus poderes.
Alicia ganhou seus poderes durante a chuva de meteoros, assim como muitos em Smallville a moça foi vista como estranha, seus pais não souberam como lidar com a situação e tentaram tranca-la em um quarto de chumbo. Alicia percebeu a passou a ameaça-los para conseguir o que queria.
Smallville Obsessão
Alicia faz de tudo para prender Clark como: se tele transportar para sua cama, segui-lo a todo lugar e tentar matar Lana Lang. Ao final do episódio Clark a para dando-lhe um banho com tinta rica em chumbo.
A loirinha chamou tanta atenção que ela acabou voltando na quarta temporada, após ser tratada no hospital Belle Reve Alicia estava curada, ela tenta ter uma vida normal e mais uma vez vai atrás de Clark, que dá uma segunda chance para a moça.
O que Clark não sabia é que Alicia estava sendo assediada pelo psiquiatra que a tratou. O Dr. McBride estava apaixonado pela moça passando a ameaça-la com uma reinternação caso não se afastasse de Clark. Sofrendo conflitos éticos ela planeja ela voltaria a utilizar seus poderes e viveria com Clark de forma nômade.
Alicia invadiu o escritório da Tocha, o jornal escolar onde Clark fazia reportagens com Chloe, rouba um anel de kryptonita vermelha, que modifica a
personalidade de Clark fazendo vir a tona seu outro lado, foge para Las Vegas onde os dois se casam.
Após o casamento Alicia abre o jogo, Clark fica furioso, todos nós sabemos que o Superman tem o coração mole, ele ajuda Alicia com seu psiquiatra manipulador e dá uma segunda chance para Alicia.
Só que agora Alicia estava com uma péssima reputação como se não bastasse ter mantido seus pais como reféns e ter tentado matar Lana ela era conhecida como “a louca da cidade que fugiu para casar com Clark”. Não ajudou muito uma onda de assassinatos estar acontecendo em Smallville. Todos culpam Alicia, menos Clark que a defende publicamente.
Alicia usava uma pulseira de chumbo que a impedia que seus poderes se manifestassem, Clark descobre que Alicia não estava mais usando a pulseira e a acusa de ser assassina. Acuada ela sequestra Chloe e simula um acidente de carro para revelar os poderes de Clark.
Lua de Mel entre Alicia e clark kent
O casal Alicia e Clark não teve um final feliz, dessa vez a moça era inocente, ela acabou sendo morta pelo assassino. Clark nunca se perdoou por não ter acreditado em seu amor. Evento que ajudou a moldar a personalidade do Superman, um herói que luta por quem não pode lutar por si e acredita no lado bom de todos.
Afinal Alicia era má? É uma pergunta difícil, eu diria que não. Ela era bem diferente de Lionel Luthor, por exemplo, a loirinha cresceu isolada do mundo, seus pais não souberam como ajuda-la a controlar seus poderes.
Subitamente o amor que seus pais lhe davam foi substituído por medo, o que facilitou seus distúrbios de personalidade tais como o ciúmes e o medo de perder as pessoas que ama. O apoio de Clark a ajudou muito, Alicia estava decidida a mostrar para todos que era uma nova mulher.  Infelizmente não teve a chance. Após sua morte Clark limpou seu nome e carregou a culpa de sua morte.

Sarah Carter
Alicia foi interpretada pela atriz canadense Sarah Carter. Atualmente com 33 anos. Quando filmou Smallville ela tinha 24 anos. Em ambos os anos a moça é de tirar o fôlego. O seriado marcou sua melhor interpretação rendendo um convite para filmar D.O.A Viva ou Morra de 2006.

Dentre seus principais trabalhos estão “O Mestre dos Desejos 3”, “Premonição 2” e participação no seriado “Shark”. 

quarta-feira, 9 de abril de 2014

“Eu vou ganhar esta eleição. E, se a Dilma continuar me ajudando, ganho no primeiro turno”

A frase acima foi dita pelo presidenciável Eduardo Campos (PSB) para aliados após assistir seu primeiro programa eleitoral ao lado de Marina Silva. Os dois candidatos (a presidente e a vice) conversam sobre problemas do país.
Em seu programa Campos elogiou a conquista tucana da estabilidade financeira, os avanços sociais do governo Lula e criticou a gestão da Petrobrás e a bagunça que a economia virou nas mãos de Dilma.
Campos não dá ponto sem nó, meses atrás ele havia encomendado pesquisa sobre intenções de votos onde constatou que 2/3 da população não está satisfeito com Dilma, porém não conhece nenhum nome da oposição. A ultima pesquisa de intenção de votos comprovou que a maior parte da população quer mudanças na gestão econômica e não acredita que Dilma irá promover tais mudanças. Outro dado da pesquisa - os nomes de Eduardo Campos e Aécio neves ainda são desconhecidos pela maior parte da população.
Campos enxergou outras duas brechas no eleitorado o cansaço dos eleitores da guerra iniciada por Lula entre PT X PSDB e a busca por novos políticos – dado explorado na eleição de Dilma e Fernando Haddad.
  A segunda parte da frase refere-se aos escandalos da Petrobrás – comparado com 2011 às ações da empresa petrolífera caíram 64% - uma empresa não sustentada pelo governo estaria seriamente próxima da falência. Temos também a dificuldade da presidenta em sustentar um modelo econômico que não se mantém mais.
Com o escândalo da Petrobras não apenas Eduardo Campos se apresentou para critica-la. Aécio Neves comanda a petição pela CPI ganhando uma notoriedade que nunca teve. Some a isto indícios de um desgaste após 12 anos de governo.
Nas ultimas eleições municipais Campos humilhou o PT (e Lula) elegendo seus candidatos no Nordeste, principal celeiro eleitoral petista, e agora visa São Paulo. Há cinco eleições não temos um candidato de São Paulo. O tempo dirá se Eduardo Campos está certo.


sábado, 5 de abril de 2014

Ditadura à Brasileira – A ditadura brasileira sem mentiras ideológicas

O grande Lobão repete para quem quiser ouvir “Eu adoro rir dos idiotas”; O filósofo Olavo de Carvalho é mais elegante “seja um estraga-prazeres. Mostre à pessoa que não vale a pena ser o que ela diz ser, mas não é”.
O livro do historiador Marco Antonio Villa surge em meio a uma enxurrada de livros sobre a ditadura brasileira e os 50 anos do início do governo militar. Marco Antonio revela fatos que enfurece aqueles que que distorcem propositadamente os fatos.
Longe de favorecer os anos de chumbo o historiador relata os dois lados de um regime marcado pela morte e pela censura. Falar sobre a ditadura nos dias de hoje trás um dejá vu. A censura, coerção e distorções de ideias são praticados por simpatizantes do governo petista. Aqueles que ousa se expressar de maneira independente é perseguido como um criminoso.
O autor defende uma ideia, no mínimo, interessante a ditadura brasileira ocorreu em um curto período de tempo iniciada em Dezembro de 1968, com o decreto do AI 5 e encerrada em 31 de Dezembro de 1978. Os outros anos não podem ser considerados uma ditadura devido aos direitos civis preservados tais como eleições para outros cargos públicos.
Ao contrário de alucinados de extrema direita Marco Antonio Villa não tenta ocultar o banho se sangue, sabemos que muitos comunistas queriam substituir a ditadura vigente por outra muito pior, também sabemos que muitas pessoas desapareceram apenas por não gostarem do regime. Balançar uma bandeira e gritar abaixo a ditadura era um crime com sentença de morte.
Um dado constantemente ocultado, que o livro
Marco Antonio Villa
resgata, foi a tentativa de golpe de Jango, através de um projeto de lei o presidente tentou perpetuar-se no poder. Haviam outros grupos que se preparavam para aplicar um golpe armado, todos eles treinados em Cuba e patrocinados pela URSS. Os militares aliaram-se aos americanos, que no mínimo, era menos piores. O que, em hipótese alguma, valida o golpe.
O livro também trás relatos do excelente desempenho econômico durante o governo militar, onde o PIB variou de 6% a 14% (o PIB do governo Lula fez média de 2% ao ano). Os militares foram responsáveis pelo avanço financeiro do Brasil, que entrou em queda após o governo Sarney, tornou-se desesperador com o governo Collor e começou a melhor no governo Itamar Franco até estabilizar-se e crescer no governo FHC.

Marco Antonio faz mais uma provocação muitas figurinhas mantearam-se alheios à perseguição e hoje batem no peito dizendo que combateram o regime são nomeadas. Analisando ano-a-ano o período do governo militar Marco Antonio Villa faz uma análise completa em linguagem simples e direta, sem enrolações, leitura obrigatória para quem quer entender o regime militar, só não é recomendado para idiotas.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Fernanda Passos

"Não acredito em fidelidade masculina"

Esta linda paulistinha surgiu para mídia em 2010 como musa do corinthians foi eleita gata do paulistão do mesmo ano, desde então Fernanda saiu de São Paulo para o mundo. Adepta de uma beleza natural, algo cada vez mais raro nos dias de hoje, a moça fez um ensaio sensual sem utilizar foto shop. Como se não bastasse ela foi capa da Sexy "isto me envaidece. Eu acho lindo me ver na revista".
O fato curioso fica por conta do carnaval; há mais de 10 anos que Fernanda é passista da Rosas de Ouro, uma escola de samba aqui de São Paulo, onde foi eleita a primeira princesa do concurso Musa do Samba, promovido pelo Jornal da Tarde e pelo Portal Estadão. Fernanda destoa das demais musas de ouro que optam por desfilar pela Gaviões da Fiel.
Pequenininha (165 cm de altura) a moça chama atenção por onde passa, ela já fez matérias para o Pânico (na época da Rede TV!); no programa da Sônia Abrão (em uma clinica de estética) e na banheira do Ratinho. Atualmente ela está se recuperando do carnaval.
Já no quesito amor a moça surpreende ao ignorar jogadores de futebol "gosto de homem mais velho, que use terno", não gosta de torcedores fanáticos. Tanto que parou de ir no estádio porém não iria para cama com um palmeirense. Por falar na cama a moça é quente "Já vesti uma lingerie especial, fantasia de Mulher-Maravilha, de colegial... já transei em praia, montanha, trailer, laje de prédio". Para ela vale tudo e todas as posições "Ah, vale tudo entre quatro paredes". Insaciável Fernanda comenta feliz sobre seu recorde "Teve a goleada dele que foram cinco em uma noite, e teve a minha, que foram cinco orgasmos na mesma transa, em duas horas" (risos).
Mas como conquistar este furacão? "sussurro no ouvido me deixa arrepiada do cabelo aos pés". Mas não é tão fácil assim. O homem deve conquistar sua atenção "Não sou fiel, mas aprendi a ser. O homem conquista a fidelidade da mulher", sobre fidelidade masculina Fernanda parece desiludida "Não acredito em fidelidade masculina". 

Ela utiliza seu twitter para divulgação "não fico dizendo 'estou na academia' não, eu faço minha divulgação". Eventualmente comenta algumas matérias que saem na mídia, não necessariamente dela. Meiguinha e educada, sem exagerar na vaidade "eu tenho celulite e não ligo, me incomoda mais uma espinha". Linda por completo. 



















Ficha:
Altura: 165 cm
Peso: 57 Kg
Busto: 90 cm
Cintura: 65 cm
Quadril: 101 cm
Coxa: 59 cm






"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...