sábado, 19 de julho de 2014

Raio X Aécio Neves

O ex-governador e atual senador por Minas Gerais Aécio Neves enfrenta o maior desafio de sua carreira – tornar-se conhecido em todo o território nacional, para assim, tornar-se presidente da república. Aécio busca votos na região sudeste onde tenta conquistar votos de cariocas e paulistas, tentando assim compensar o baixo índice de votos no Nordeste, redulto da maioria dos bolsistas e eleitores de Dilma.
Atualmente 12% dos eleitores do sudeste não o conhecem – o que gira em torno de 7.4 milhões de eleitores que estão descontentes com o coronelismo petista e ignoram os nomes dos opositores. Segundo pesquisas a cada 3% no aumento de pessoas que conhecem Aécio sua taxa de intenção de votos sobe em 1%.
A medida em que o número de pessoas que dizem conhece-lo aumentam a porcentagem de intenção de votos aumenta, na mesma medida sua rejeição diminui – esta que girava em torno de 26% caiu para 16% o que sugere que os petistas eram seus maiores conhecedores. Atualmente as intenções de voto em Aécio flutuam em torno dos20%.

Plano de Governo de Aécio Neves

·         Reforma Tributária: Unificar impostos que incidam sobre uma mesma base e criar um cadastro único para pessoas físicas e jurídicas, de maneira justificada e sistêmica;
·         Macroeconomia: Manter seu “compromisso inequívoco” com a preservação do tripé câmbio flutuante, metas de superávit primário e metas rígidas de inflação;
·         Banco Central: Conceder autonomia operacional à instituição;
·         Inflação: Baixar a taxa de 6.5% ao ano para que alcance a meta atual de 4,5% ao ano;
·         Superávit primário: Cumprir “sem recorrer a artifícios”, um superávit capaz de diminuir a dívida pública;
·         Bolsa Família: Transformar o benefício em política de estado, incorporando-o ao conjunto de ações sociais garantidas por lei;
·         Segurança: Criar um fundo de valorização da polícia, com metas para transferência de recursos;
·         Combustíveis: Aumentar o uso de gás natural veicular para reduzir a importação de gasolina;
·         Petróleo: Criar um calendário de leilões de petróleo e gás natural a fim de atrair investimentos de outras empresas;

·         Educação: Investir 10% do PIB na área, sendo 7% até 2019, conforme prevê o Plano Nacional de Educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os Deuses Mortos" Sete Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...