Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Elizabeth Berridge

Elizabeth é uma atriz americana mais conhecida pelo público brasileiro por seu trabalho em “Pague para entrar e Reze para sair” um cult movie nacional. Os brasileiros fãs de terror se lembram com carinho deste filme exibido nas madrugadas da Globo onde quatro amigos passam a noite em um parque de diversões e são perseguidos por um assassino usando máscara de Frankenstein.
Filha de um advogado e uma assistente social Elizabeth nasceu em Nova Iorque a dois de maio de 1962. Ainda na infância a moça começou a cantar e dançar na escola onde estudava.
Sua dedicação as artes cênicas eram tamanhas que Elizabeth recebeu um diploma por meio de uma escola independente de atores a Mamaroneck High School – um colégio público localizado em Nova Iorque.

Carreira no Cinema

Sua estreia deu-se com “Natural  Enemies” um drama de 1979 – na trama um homem contrata cinco prostitutas para realizarem suas fantasias sexuais antes de matar a família. Elizabeth interpreta uma das primas (e por consequência uma das principais personagens). O filme não teve grande repercussão e acabou esquecido.
Nos anos oitenta Elizabeth atuou um ano no mega sucesso da televisão “Dalas”, em 1981 atuou em outra série “The Guiding Light” sobre uma disputa de famílias em uma cidade fictícia.
Seu primeiro papel de destaque acabou sendo em 1981 onde a moça protagonizou “Pague para entrar, Reze para sair”. O diretor Tobe Hooper – no auge de sua carreira – filma dois casais de amigos que optam por passar a noite em um parque de diversões, dento do trem do terror eles observam um homem vestindo máscara de Frankenstein assassinar uma mulher
pague para entrar reze para sair
após não conseguir fazer sexo com ele.
Os amigos acabam descobertos e perseguidos pelo assassino, um homem deformado, e seu pai. Elizabeth faz tudo o que se espera de uma screan queen sua primeira cena é nua se preparando para o banho, durante o filme ela convence como mocinha apavorada que foge do assassino. Incluindo a forte cena final.
Seu grande papel no cinema veio apenas em 1984 com “Amadeus” – drama que conta a vida de Wolfgang Amadeus Mozart aqui Elizabeth interpreta Constanze Mozart – interpretação pela qual até hoje ela é lembrada. No mesmo ano a moça contracenou com o então iniciante Charlie Sheen em “Silence of the Herat”.
Amadeus
Em 1985 ela atuou em “Conversa Suave” um thriller sobre uma jovem de 15 anos que seduz um estranho e perigoso homem mais velho e acaba tendo que se deparar com as consequências. No decorrer dos anos oitenta vieram alguns papéis intermediários em filmes medianos sem grande sucesso e participações em seriados como “Miami Vice” e “The Equalizer”.
Os anos oitenta começaram no mesmo ritmo atuando no western “Montana” e na comédia dramática “... E A festa Acabou”. Ainda vieram papéis menores em “O Troco” de 1999 e em “Broke Even” um filme sobre investigação criminal.
Atualmente a moça está casada e tem uma filha, ela segue interpretando sempre em pequenos papeis e participações em seriados importantes. Talento é uma coisa que não se perde.

Porém sempre vamos nos lembrar de Elizabeth em seu momento de glória no cult “Pague para entrar, Reze para sair” sua atuação envolveu uma geração.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...