Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

35 anos e em crise

O mês de fevereiro deveria ser de festa e celebração para os petistas, uma vez que o partido dos trabalhadores comemora trinta e cinco anos, doze anos a frente do poder encaminhando para dezesseis o maior período no poder desde a democratização. Pois é deveria. Enfrentando a pior crise de sua história os níveis de popularidade bate recordes negativos e a palavra impeachment começa a ser sussurrada entre os políticos.
Pesquisa datafolha deste mês trouxe que a popularidade de Dilma caiu de 42% (em dezembro) para 23% já aqueles que consideram o governo ruim/péssimo subiram de 24% (em dezembro) para 44% é a maior queda em início de governo desde o governo Collor.
Os motivos são muitos: temos o petrolão, o
Aprovação de Dilma despenca
esquema de lavagem de dinheiro onde políticos usavam a Petrobras para extorquir dinheiro de empreiteiras para enriquecer os cofres do partido e pagar campanhas eleitorais do PT; a crise energética que desde o ano passado ameaça, juntamente com a crise hídrica, acreditava-se que apenas São Paulo corria o risco de ficar sem água, agora o Brasil inteiro paga o pato; a inflação e a economia aumentaram devido a medidas populistas de Dilma como diminuir a conta de luz e água fazendo o governo pagar por parte da conta. Porém o principal problema do país, segundo os entrevistados é a saúde.
Semana passada Zé Dirceu, um dos fundadores do PT, preso por corrupção, afirmou que o petrolão pode ser a “pá de cal” sobre o partido – atualmente em prisão domiciliar Dirceu publicou um artigo em seu Blog onde critica a política econômica de Dilma em seu segundo mandato.  Independentes de seus motivos Dirceu é um homem astuto e sabe que a principal diferença deste escândalo para o mensalão é o apoio popular, nesses últimos doze anos o PT vem se desgastando, porém os últimos quatro anos foram determinantes, o partido que chegou a presidência sob a bandeira da ética e de uma política nova já está marcado como detentor da velha política suja, onde o interesse de poderosos é a moeda de troca.
Um dos motivos da queda vertiginosa de popularidade do partido são algumas invenções de Lula, a própria Dilma é uma destas invenções, que rebelou-se contra Lula, acusada pelo ex-presidente de não ouvir ninguém. Dilma não está sozinha, outra invenção Lulista responsável pela crise na imagem do PT é o prefeito de São Paulo Fernando Haddad.
A mesma pesquisa datafolha revelou que a porcentagem aqueles que consideram o governo de Haddad ótimo/bom caiu de 22% para 20% enquanto aqueles que consideram seu governo ruim/péssimo subiu de 28% para 44%. Haddad é um fenômeno em seu primeiro mês como prefeito sua reprovação chegou a 40% (que consideram seu governo ruim/péssimo).
Haddad havia respirado um pouco quando começou a pintar o chão de vermelho, 80% dos paulistanos aprovaram as ciclovias, este número já caiu para 60% e deve seguir em queda. O motivo? A incompetência do prefeito que aplica medidas necessárias de qualquer maneira as ciclovias, por exemplos, foram feitas sem maiores estudos, em sua maiorias elas são esburacadas, desertas, começam e terminam do nada e são perigosas para os ciclistas, suas medidas para melhoras o trânsito – ciclovias e faixas de ônibus pioraram o trânsito ao invés de ajuda-lo.
Outro motivo para a queda da popularidade do PT é a informação a internet somado aos veículos sérios, a jornalistas independentes, que não se deixam intimidar pelo poderio petista, com certas pessoas públicas levam a informação mais longe. Na mesma pesquisa datafolha 86% dos entrevistados afirma estar ciente da prisão dos executivos envolvidos com o petrolão. Destes:
30% estão bem informados sobre as prisão dos empresários; 44% se dizem mais ou menos informados e 12% estão mal informados.
Quando o assunto envolve o conhecimento da presidente Dilma Rousseff sobre o escândalo da Petrobras os números são mais contundentes e menos ingênuos do que se pode imaginar:  52% dizem que Dilma sabia e deixou acontecer; 25% afirmam que Dilma sabia, mas não pode fazer nada para evita-lo e 14% dizem que Dilma não sabia.

Agora só nos resta esperar o desenvolvimento desta trama tão embaralhada que começa a se revelar ou nas palavras de Abraham Lincoln: “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...