Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

sábado, 10 de outubro de 2015

Linnea Quigley



Existem atrizes dedicadas ao cinema de terror e existe Linnea Quigley quem não conhece a trajetória do cinema de horror, mais especificamente da década de 1980 para cá pode não saber, mas Linnea é tão importante ao gênero quanto Freedy ou Jason.

A loira cunhou o termo Scream Queen literalmente “rainha do grito” com suas atuações - figura frequente em filmes B aparecia apenas para ficar nua e ser morta, com o tempo Linnea foi ficando famosa e sendo convidada para produções mais requintadas (ou não) o espectador assistia seus filmes esperando por sua cena de sexo/nudez e por sua morte, sempre bem feita. Não demorou para virem as “imitadoras” atrizes sempre lindas que serviam de sacrifício ao assassino deleitando o público.

Lennea Barbara Quigley nasceu em Davenport Iowa em 27 de maio de 1958 ela mudou para Los Angeles ainda muito nova indo trabalhar no “Jack LaLanne´s Spa” ondo, por incentivo dos amigos, começou cursos de atuação, modelagem e guitarra – sim, ela é multitalentosa – após sucessivas pontas em filmes menores ela foi chamada para o filme “Auditions” de 1978 uma comédia que satirizava a seleção de atores.

No mesmo ano a moça teve seu primeiro papel relevante em um filme de terror “Don´t go to the park” de 1979 sobre transeuntes atacados próximos de um parque se não fosse a primeira aparição de Linnea no terror o filme passaria despercebido – disponível no youtube sem legendas (raríssimas) pesquisei e não encontrei indícios do filme ter sido lançado no Brasil.

Como se pode perceber o filme não fez sucesso e Linnea continuou desconhecida realizando pequenos papeis em filmes inexpressivos, seu primeiro
Dia de Formatura
“clássico” veio em 1981. Linnea foi convidada para viver Dolores em “Dia de Formatura” uma produção da Troma Filmes – após uma estudante morrer acidentalmente estranhas mortes começam a acontecer em uma escola. Típico slasher movie onde Linnea faz tudo àquilo que a tornaria famosa.

Nos próximos anos ela atuou em papeis pequenos ou pontas até 1984 onde participou do controverso “Natal Sangrento” por mostrar um assassino vestido como Papai Noel pais de toda a América protestaram contra o filme, que virou cult vivendo uma vítima do assassino, literalmente ela aparece para fazer uma cena de sexo e ser morta (quantas pessoas podem se gabar de terem sido mortas pelo papai Noel?). No mesmo ano atuou ao lado de Linda Blair em “Ruas
Natal Sangrento 2
Selvagens” sobre uma gangue de motoqueiros.

No ano seguinte ela estrelou o filme que a faria famosa “A Volta dos Mortos Vivos” baseado em “fatos reais” mostrados no documentário “A Noite dos Mortos Vivos” em clima de diversão os mortos ressuscitam após uma chuva tóxica sedentos por cérebros – Linnea faz aqui uma de suas cenas mais clássicas: um strip-tease no cemitério. Nascia ali um fenômeno.

O Retorno dos Mortos Vivos
Foram mais alguns anos fazendo comédias até 1987 quando ela vai ao espaço buscar novos lares para a humanidade pós-terceira guerra mundial “Creepzoids” é claramente inspirado em “Alien o Oitavo Passageiro”, em alguns momentos aproxima-se perigosamente do plágio com uma diferença Linnea Quigley dá de dez a zero em Signore Weaver – principalmente na sua cena do chuveiro – filme raríssimo disponível no Youtube sem legendas, com muito custo encontrei legendas em espanhol.

O ano de 1988 foi muito bom para nossa estrela que protagonizou “Holywood Chainsaw Hookers” onde um detetive é contratado para encontrar uma garota desaparecida (Linnea) e descobre que ela

Holywood Chainsaw Hookers
envolveu-se com uma seita que cultua o deus egípcio da motosserra (é sério) logo no começo do filme temos um aviso desaconselhando o espectador de misturar sexo com serras a motor. O absurdo é tão grande assim como as cenas de nudez de todo o elenco que o filme tornou-se cult com direito a um blu-ray especial de 30 anos de lançamento (disponível nos Estados Unidos).

No mesmo ano ela é convidada para uma festa de Halloween em uma mansão assombrada estou falando de “A Noite dos Demônios” vestida de bailarina a moça é uma das possuídas e dá um show tanto que no remake de 2009 foi convidada para uma ponte repetindo uma de suas cenas clássicas.

Ela virou o ano realizando comédias, dessa vez em papeis importantes, ela já era reconhecida e o público assistia a seus filmes por ela. Em 1989 ela
Adicionar legenda
retornou ao gênero em “Witchtrap: A Noite das Bruxarias” uma parapsicóloga investiga estranhos acontecimentos em uma antiga mansão que pertenceu a um psiquiatra satanista.

No mesmo ano vieram “Sex Bomb” uma homenagem aos filmes B; “Blood Nasty” e Robot Ninja”.

Em 1990 Linnea decidiu ensinar o que sabia ela estrelou “Linnea Quigley´s Horror Workout” basicamente uma fita de vídeo onde ensinava a jovens atrizes tudo que uma sceream queen deveria fazer: como tomar banho na frente das câmeras, gritas corretamente e exercícios físicos para dar maior flexibilidade se a essa altura alguém ainda duvidava da sua importância ao cinema de terror fica ai um marco. Também disponível no youtube.

Na década de 1990 ela participou de filmes como “Pumpkinhead: O Retorno” de 1994 e “Jack-O – O Demônio do Halloween” de 1995; “Roedores da Noite” de 1995 e “Death Mask” de 1998.
Atualmente ela segue na ativa e vive como musa cult entre 2015 e 2016 ela vai estar em seis produções. Quem já foi rainha jamais perde a majestade e Linnea merece todas as jóias da coroa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...