VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Lunar Edonae



Já existe um post sobre “Seto no Hanayome” no blog, o qual você pode ler aqui, por isso não vou me estender em apresentações – A Noiva de Seto (em tradução literal do título) é um dos animes mais engraçados da história da animação onde um rapaz absolutamente comum é salvo por uma sereia o detalhe é que a menina-peixe pertence a uma família yakuza e segundo a lei dos sereios um dos dois deve morrer. Como alternativa o rapaz se casa com sua salvadora.

Pois bem esse post é dedicado a Lunar, o mais próximo de uma vilã que esse anime possui, a protagonista e sereia salvadora chama-se Sun Lunar é sua amiga de infância de Lunar ou quase – o nome das duas evoca antagonismo existente sol e lua, dia e noite, delicadeza e raiva, por ai vai.



Lunar X Sun



Lunar é filha única do clã Edonae, uma família yakuza, desde pequena a menina aprendeu que a voz é a alma das sereias e apresentava-se diante de outros clãs cantando bonitinha e talentosa ela chamava atenção mas sempre era derrotada por Sun.

Sentindo-se humilhada Lunar guardou rancor por anos e usou seus sentimentos para tornar-se cantora profissional, ao atingir o primeiro lugar no ranking musical a garota prepara sua vingança – visitar Sun e esfregar na cara dela seu sucesso. Para seu desespero Sun lhe dá os parabéns e fica feliz pela amiga. Sim, Lunar é bem infantil.

Qual sua surpresa ao descobrir que Sun estava casada com Nagasumi e para piorar o rapaz viu nossa vilã como sereia, Lunar entende que Sun roubou seu momento e esfregou na cara dela algo que lhe falta (que menina complicada) furiosa resolve transformar Nagasumi em seu escravo! Acrescente escravagista a crescente lista de qualidades dela.

As coisas pioram quando Lunar matricula-se na mesma escola promovendo o ódio dos outros alunos contra Nagasumi, a final ele tem atenção de Sun e dela passando a ser visto como um conquistador, como consequência os fãs de Sun e os fãs de Lunar declaram guerra  – no Japão é relativamente comum meninas muito bonitas possuírem fã clubes em seus colégios, em geral homens que as admiram a distância e não tem coragem para se declararem.

Rapidamente os estudantes entram em guerra transformando o colégio em um deserto pós-apocalíptico no melhor estilo “Mad Max”a coisa sai de controle e ela quase inicia uma guerra entre os clás Seto e Edonae. A solução encontrada pelo casal é um duelo musical. E assim temos um dos melhores episódios do anime.

Durante o show Sun e Lunar se igualam, não satisfeita nossa estrela canta a “canção da guerra” basicamente ela leva os fãs das suas a entrarem em confronto. Não vou dar spoilers, quem quiser saber o que aconteceu que assista o episódio oito do anime.

Após o duelo musical as duas garotas se entendem, Lunar se convida para morar com eles e acaba “sendo adotada” pela mãe de Nagasumi. Isso não quer dizer que a rivalidade acabou, mas no fundo ela gosta de Sun e de seu marido a quem segue chamando de escravo.



Lunar



Lunar em momento duas caras
Lunar é uma vilã? Muito difícil de ser respondido definitivamente ela não é má embora radical em algumas opiniões. Ao tempo em que a garota é a maior duas caras dos animes na frente das câmeras e de seus fãs ela é gentil e meiga, chora a toa, é amigável e fofa todos a amam de imediato já na intimidade lunar revela-se invejosa, agressiva, autoritária, mentirosa e manipuladora. Ela faz a Asuka de Evangelion parecer uma santa.

Uma verdadeira menina mimada com poder ostentando aquela habitual risada de vilão de animes Lunar se solta após ir morar com Nagasumi e Sun e não se preocupa tanto em ostentar seu lado falso dando esporros em públicos e pisoteando os “países baixos” do rapaz.

Ao mesmo tempo ela seduz Nagasumi de várias maneiras possíveis tentando provar sua superioridade sobre Sun – seus momentos sensuais são alternados com humilhações e tortura – o pobre rapaz é amarrado, apanha e deve lamber seus pés!

Outra maldade da garota consistiu em roubar o marido de sua melhor amiga a cantora seduziu Nagasumi apenas para vencer Sun, valendo-se de um mal entendido – a menina transformou-se em seria e “seu escravo” prontificou-se em seca-la, assim que sua calda voltou a ser pernas o pai da menina vislumbra a cena  “ele estava brincando com seu traseiro Lunar”. É um autentico ou casa ou morre.

Mais uma vez Nagasumi teve que escolher entre casar ou ser morto, Lunar prepara-se para vangloriar-se, mas ao ver sua amiga arrasada o remorso correi o coração de Lunar. A sereia grita ordens: “me ame” o que não funciona direito. No
final sua consciência fala mais alto.

No fundo Lunar não odeia Sun a filha do clã Seto possui tudo que a cantora não tem: sua mãe abandonou a família muitos anos atrás e Lunar não lembra de seus rosto, já seu pai é um ciborgue incapaz de demonstrar emoções o que ela interpreta como descaso enquanto Sua rival possui uma família feliz.





O pai de Lunar



Imaginem um T1000 (personagem de Arnold Schwazzeneger em “O Exterminador do Futuro”) loiro e ciumento esse é o pai de Lunar ele é o protótipo de pai coruja e chega a infiltrar-se na escola de sua filha para vigia-la.

Sun não se dá bem com seu pai, e inveja a boa relação de Sun com seu pai, calado e estranho (só ele né?) o homem não consegue expressar seus sentimentos de amor para com sua filha e o mesmo acontece do outro lado.


O pai dela chega a se vestir de colegial e frequentar a escola para cuidar de sua filha o que mata Lunar de vergonha e aumenta a raiva de seu pai – no decorrer do animes os dois conseguem, com ajuda de Nagasumi, expressar o que sentem é quando descobrimos por que Lunar inveja tanto Sun.

Tudo que a menina quer é o amor de seu pai, que a ama, mas não sabe como dizer, a família de Sun é excessivamente passional já o mundo de Lunar é frio ou era, até mudar-se para casa de Nagasumi e encontrar uma mãe amorosa. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os Deuses Mortos" Oito Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...