sábado, 26 de março de 2016

Os Heróis no Cinema

Nos dias de hoje é praticamente impossível ir aos cinemas e não ver nenhuma adaptação de quadrinhos, quem tem menos de trinta anos pode pensar que sempre foi assim, ao contrário, estamos vivendo a quarta era dos quadrinhos nos cinemas, até chegarmos a este patamar muita coisa rolou, fica difícil imaginar que houve uma época em que adaptações de quadrinhos eram um fracasso de bilheteria. Essa é o primeiro de quatro posts sobre o tema
Tudo Começou com Superman
Superman foi o primeiro herói a ser criado, nada mais justo que fosse o primeiro a ser adaptado. Anunciado um ano antes de ser produzido pela Warner os produtores contrataram Marlon Brando e Genne Hackman criando um trailer improvisado filmado de dentro de um avião. Porém faltava um diretor e mais importante, um interpreta para o homem de aço, com o sucesso do filme “A Profecia” o diretor Richard Donner foi contratado e os testes de elenco revelaram Christopher Reeve.
Em 1979 “Superman – O Filme” foi lançado com uma sequencia programada para 1980 tornando-se rapidamente um sucesso de bilheteria o trailer prometia: “Você vai acreditar que um homem pode voar” e cumpriu. Infelizmente discussões entre Donner e os produtores resultaram na demissão do diretor Brando e Hackman afastaram-se do filme e “Superman II” foi uma produção inferior, porém com um sucesso do mesmo tamanho.
Décadas depois Richard Donner teve a chance de editar “Superman II” a sua maneira lançando “Superman II Richard Donner´s Cut”, infinitamente superior ao filme lançado nos cinemas, esta versão foi lançada no Brasil está disponível apenas no BOX “Superman Antology”.
Em 1982 um jovem Arnold Schwarzenegger empunhou uma espada e partiu em busca de vingança em “Conan – O Bárbaro” outro sucesso de crítica e público – o filme contava a história de um ladrão que tornou-se o mais temido dos guerreiros até descobrir a tribo que matou seus pais. A cena final é antológica. Infelizmente a personagem não teve tanta sorte Schwarzenegger retornou em 1984 “Conan – O Destruidor” e 1985 com “Guerreiros do Fogo” ambos inferiores.
Schwarzenegger em "Conan o Bárbaro"
A partir dai as produções baseadas em heróis dos quadrinhos começaram a patinar em 1983 foi lançado “Superman III” um filme com claros problemas de roteiro, diferente dos dois primeiros este aqui é uma comédia. A produção deu lucro, mas esteve longe do sucesso dos dois primeiros.
Nesta época “Homem-Aranha” quase ganhou um filme. A produtora picareta Cannon comprou os direitos da personagem e escalou Tobe Hooper , diretor de o “Massacre da Serra Elétrica”, para dirigi-lo a falta de dinheiro fez com que o estúdio produzisse “Superman IV” na esperança de usar os lucros para pagar o filme do cabeça de teia.
“Superman IV Em Busca da Paz” estreou em 1987 e foi um enorme fracasso de bilheteria, com isso o filme do cabeça de teia foi cancelado, juntamente com outro projeto do estúdio “Mestres do Universo 2” – a Cannon juntou o roteiro de Mestres do Universo com partes do set de Homem Aranha e produziu “Cyborg – O Dragão do Futuro” estrelado por um jovem Van Damme.

Assim terminou a primeira fase das adaptações de heróis no cinema com mais fracassos do que sucessos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Os Deuses Mortos" Sete Anos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...