Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

TOP 10 As Mais Gostosas dos Comics 2

Toda lista é falha, nomes são esquecidos, outros são deixados de fora. Para reparar injustiças fiz uma segunda pista:  TOP 10 As Mais Gostosas dos Comics 2 fiquem com mais dez beldades que faltaram dos quadrinhos, como sempre em ordem alfabética:

Caçadora
Mais do que uma heroína ou vilã, depende muito do momento, a Caçadora é um símbolo que aterroriza criminosos. Achou a premissa familiar? É porque a caçadora pertence ao universo do Batman. A primeira a vestir o manto foi Paula Brooks, como heroína ela chegou a enfrentar alguns nazistas, mas acabou cedendo aos encantos do lado negro transformando-se na Tigresa; a segunda e provavelmente mais famosa é Helena Wayne: em uma dimensão paralela Batman e Mulher Gato tiveram uma filha. Helena foi protagonista da série de TV Birds of Prey;  atualmente quem veste o manto é Helena Bertinelli, última sobrevivente de sua família massacrada pela máfia de Gotham.
Essa última inspirou-se no morcegão para fazer justiça, mas acabou rejeitada por ele. Batman considera seus métodos muito violentos, Bertinelli teve um caso com Asa Noturna e integra as Aves de Rapina.

Caitlin Fairchild
Fruto de experiências genéticas promovida pelo governo americano, o programa gênesis, a transformou numa heroína, antes da transformação Caitlin era uma nerd magricela e atarracada, amante de ciências, após a transformação sua vida virou de cabeça para baixo. Descobriu que seus pais não eram seus pais, mas seus tios. O pai de Caitlin é um ex-agente secreto fugido.
A garota integrou e foi eleita líder do recém criado Gen 13, equipe composta por membros do programa gênesis, sua maturidade e preocupação com os amigos fizeram com que fosse eleita a líder da equipe. Seus poderes envolvem ganho de força, capacidade de voar e massa muscular, ela ficou mais alta e mais forte (e mais gostosa também) no erro chamado Novos 52 a garota tornou-se coadjuvante do Superboy.

Druuna
Criação da revista Heavy Metal Druuna vive em um futuro pós-apocalíptico, onde um vírus transforma seres humanos em mutantes e os piores elementos comandam a sociedade, sem a menor boa vontade ou respeito, para se ter uma ideia o namorado de Druuna fica doente, uma pessoa pode salva-lo, em troca do medicamente Druuna precisa se prostituir e ela o faz!
Sua HQ costuma ter belos traços, no melhor estilo italiano, imagens artísticas, alta dose de erotismo e sexo. A anatomia de Druuna é perfeita. 
                                 
Elektra
Saída diretamente da cabeça de Frank Miller para as páginas do Demolidor, ainda hoje a melhor saga do herói cego, Elektra foi de coadjuvante a protagonista em sua mini série Elektra Assassina. Eternamente entre o bem e o mal nossa musa grega nunca foi boazinha, pelo contrário chegou a ser uma assassina de aluguel pertencente ao tentáculo. Após passar pelas mãos de vários desenhistas, e gerado polêmica, a Marvel se comprometeu a não usa-la sem a autorização de Miller.
Fora dos quadrinhos ela foi vivida por Jennifer Garner em dois filmes e por Élodie Yung na séria Demolidor.

Espectral
Quando Alan Moore criou Watchmen ele queria usar personagens do terceiro escalão da DC, a editora não aceitou e ele foi obrigado a criar suas personagens, nós agradecemos por isso. Espectral é a segunda geração de heroínas em sua família, filha da Espectral original com o Comediante – que estuprou sua mãe e mais tarde tentou estuprar a filha.
Casada com Sr. Manhattan ela não aguenta estar ao lado de um homem sem sentimentos e nem deixar de ser heroína. A garota cede aos encantos do Coruja e segue para salvar o mundo. No universo de Watchmen ela é um símbolo sexual que vive a sombra da mãe.
  
Feiticeira Escarlate
Mais uma personagem complicada que ora é vilã, ora é heroína. Filha de Magneto, um dos mutantes mais poderosos da Marvel, ela possui tanto poder que fica instável, Wanda Maximoff (seu nome real) tem a capacidade de destorcer a realidade. Por anos integrou a Irmandade Mutante, grupo terrorista comandado por seu pai, com o tempo abandonou o grupo fazendo parte dos Vingadores.
No cinema foi interpretada por Elizabeth Olsen em Vingadores 2; já em X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido ela é apenas citada.  

Hera Venenosa
Poucos universos contêm tantas tentações como o de Batman, fica difícil criar uma lista sem enche-la com as garotas de Gotham City. A doutora Pâmela Isley foi envenenada durante um roubo ecológico sofrendo mutações, dentre eles a capacidade de se comunicar e comandar plantas e imunidade a vários venenos. Como consequência tornou-se letal ao contato humano. Ela já enfeitiçou Superman, com quem teve um romance forçado, e se envolveu com a Arlequina (que a troca constantemente pelo Coringa) ao lado da palhacinha e da Mulher Gato Hera integra As Sereias de Gotham.

Mary Jane Watson
Ela não possui superpoderes, nunca salvou o mundo, não tem uma revista própria, mesmo assim é uma das personagens mais conhecidas e queridas da Marvel. Mary Jane tornou-se a namorada mais famosa do Aranha, e pensar que no começo o rapaz não queria saber dela – a tia May deu uma de cupido (agradeça cabeça de teia).
Mulher moderna e de personalidade forte Mary Jane é modelo e atriz, chegou a casar com Peter Parker, se separar, ser morta, voltar a vida, engravidar e abortar (graças ao Duende Verde em uma das melhores sagas do aracnídeo) 

Supergril
Eis uma garota azarada Kara-El era uma adolescente que vivia alegremente em seu planeta natal, curtindo a ideia de se tornar prima de Karl-El, ainda não nascido, quando as previsões de seu tio mostraram-se verdadeiras. Em pouco tempo Krypton entrou em ebulição ela foi enviada a terra com a missão de cuidar de seu primo, porém sua nave ficou presa em bifurcações no tempo e espaço acabando por aterrissar na Terra quase trinta anos depois.
Com os mesmos poderes de seu primo, mas sem o treinamento e a experiência Kara é atrapalhada como qualquer adolescente, seus salvamentos costumam terminar em destruição, por algum tempo ela integrou os Titãs (a pedido de seu primo) e tem uma revista solo publicada.

X 23
Fruto do programa Arma X a garota nasceu artificialmente a partir do genoma de Wolverine, foi treinada para ser a arma de matar perfeita, mais rápida, com os mesmos poderes generativos X 23 possui esqueleto de adamantium. Inicialmente ela deveria matar Logan, esse sentiu pena da garota a ajudando, com o tempo ela seguiu os passos de seu doador genético integrando os heróis da Marvel chegando a fazer parte dos X-Men.
Uma curiosidade X 23 foi criada na animação X-Men Evolution, sendo integrada ao universo dos quadrinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...