Anos de Os Deuses Mortos

VIII Oito Anos de Os Deuses Mortos

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Vende Tudo Dória! ou Como Dória caminha para ser o melhor prefeito de São paulo

João Dória está empenhado em ser o melhor prefeito da história de São Paulo, após um começo avassalador limpando a cidade e otimizando a prefeitura via parcerias que economizaram fortunas chegou a vez de se livrar do obsoleto e privatizar estatais.
João Dória (PSDB) viu sua proposta de privatização ser ser aprovada pela Câmara dos vereadores. Dentro desse pacote encontram-se serviços públicos como administração de parques, pontos de ônibus, estádio do Pacaembu e a recarga do bilhete único.
Por que privatizar? Empresas públicas adquiriram duas funções nada nobres: lavagem de dinheiro e/ou troca de indicações de cargos públicos com apoio no governo e sustento de pelegos em troca de votos;
A privatização elimina essas ervas daninhas e ainda alivia o bolso do estado, que não deve ter empresas.
A privatização também melhora os serviços, o exemplo mais clássico é a telefonia. 
Quem se lembra como era no começo dos nos 1990? Poucas pessoas tinham aparelhos telefônicos, se você precisasse fazer uma ligação tinha que ir a um vizinho ou um estabelecimento (que cobrava por telefonema) ou buscar um orelhão. Por que isso? Porque a venda de linhas telefônicas era feito pelo estado. Se hoje você acessa a internet pelo seu celular saiba que só foi possível depois da privatização.
Voltando ao projeto de Dória, pense no bilhete único: Se você perdeu seu bilhete prepare-se, vai ser mais fácil achar um gnomo correndo por ai do que conseguir comprar outro, uma vez em mãos vai precisar de sorte para encontrar um terminal eletrônico que funcione com todas as funções disponíveis ou uma atendente de bom humor.
Uma vez privatizado esses inconvenientes devem sumir, por que? Simples, uma empresa visa lucro, vender bilhetes dá lucro. Logo vão surgir mais pontos de vendas, a recarga dá lucro, assim terminais que funcionam são mais vantajosos. É assim que a privatização melhora sua vida.
Outro fator positivo é a geração de empregos. Toda estatal tem aqueles empregados que não fazem nada e matam tempo por saberem que não podem ser demitidos, em empresas privadas esses tipos não tem vez, sendo substituídos por quem está a fim de trabalhar. 
Com a melhor produção e aumento de renda as empresas expandem, contratam mão de obra para produzir e vender gerando emprego. 
Excesso de estatais, o chamado estado forte, é sinônimo de poucos empregos e programas sociais excessivos, estado mínimo significa empregos e pessoas vivendo com dignidade.
O Estádio do Pacaembu é outro que deve ser vendido, é um verdadeiro elefante branco. Com todos os times de São Paulo tendo seu estádio próprio o Pacaembu funciona esporadicamente. Sabe quanto custa manter esse estádio que ninguém usa? Cerca de 10 milhões de reais por ano, esse dinheiro poderia ser melhor empregado certo?
De olho em 2018 o prefeito defende a privatização da Petrobras, empresa que serviu para o maior escândalo de corrupção da história de nosso país e quase foi a falência, graças a dupla Lula e Dilma:
"Eu acho que a Petrobras também é um caminho de gradualização. Para que ela, gradualmente, possa ser privatizada. Tempos em tempos que diminua a presença do estado e aumente a presença privada no controle da Petrobras. Isso fará bem a Petrobras, não vai gerar desemprego, não vai gerar falta de oportunidade. Boa gestão gera mais empregos, mais oportunidades e mais benefícios" (fonte).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...