Os Deuses Mortos - Nove Anos

Os Deuses Mortos - Nove Anos

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Verdades Inconvenientes Sobre a traição

Vamos ser sinceros a traição nunca é 100% de responsabilidade do traidor, ninguém trai ou é traído sozinho, em última instância a traição só acontece quando o relacionamento já não existe mais e os envolvidos não querem enxergar esse fim.  Assim a traição apenas explicita o que estava encoberto.
Alguém pode argumentar: "Existem casos onde o traidor se aventura guiado apenas por seus desejos sexuais". Pois bem ele é o único culpado pela traição? Difícil de imaginar que apenas uma pessoa seja responsável pelo que acontece em uma relação a dois. 
Novamente o casal não quis enxergar a relação. Um seria incapaz de viver na monogamia e o outro não quis ver com quem se casou. O traído pode ser um cego ou um dissimulado, mas nunca uma vítima.
É muito fácil para alguém que foi traído vir chorar, dizendo que dedicou seu tempo a uma pessoa que não valia nada. Será mesmo? O traído nunca percebeu? Nunca fez nada para garantir a fidelidade? A sedução deve ser feita todos os dias, por um simples motivo ninguém é obrigado a amar ninguém. 
Dizem que a pessoa traída é a última a saber. Mentira! A pessoa traída é a última a querer perceber, em geral ela o faz quando não pode mais fechar os olhos, quando não adianta mais tentar negar a verdade: Seu relacionamento não existe e ela está vivendo em uma mentira.
Menos mal se estivermos falando de um namoro, quantos casamentos são falsos? Quantas pessoas casam para cumprir uma obrigação social? Quantas mulheres não acreditam que aquela festa digna de uma princesa resultara em amor e alegria eterna? Quantos homens não casam com medo que sua sexualidade venha a ser questionada? Quantos casamentos acontecem por pressão social? O que começa errado nunca pode acabar bem.
O pior de todos os relacionamentos é aquele que existe por medo da solidão, uma pessoa não consegue ficar sozinha, então ela acha outra pessoa e percebe que sua solidão não passa. O relacionamento se desenvolve, cria-se uma dependência e o sofrimento aumenta.
Não devemos cair em armadilhas como: O casamento é uma instituição falida. Ou a família é uma instituição falida? O mais correto seria: o casamento não é para todo mundo. E para aqueles que se dedicam, não será fácil.
O casamento é o relacionamento ideal para uma parcela da população, não para todos. Cada pessoa tem a obrigação de parar e pensar “qual a melhor relação para mim?” caso contrário irá sofrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...