Os Deuses Mortos - Nove Anos

Os Deuses Mortos - Nove Anos

Translate/traducción

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Kamen Rider Fourze


Feita em comemoração aos quarenta anos da franquia Kamen Rider o Fourze subverte algumas regras de Kamen Rider, inova e consegue ser uma das melhores encarnações do herói. Quer um programa divertido, descompromissado, mas que traga muitas lições? Kamen Rider Fourze é a pedida certa.
Bastaram poucos minutos do primeiro episódio para Fourze me conquistar, o fato de gostar do tema "escolar" ajudou, mas poderia atrapalhar. Quanto mais gosto de um gênero, mais exigente eu sou e esse Kamen Rider passa com louvor no meu critério.


Ele quer ser amigo de todo mundo


Gentaro Kisaragi é um estudante do colegial que facilmente colocaria medo em qualquer pessoa, com cara de malvado, uniforme e penteado de delinquente Kisaragi parece não querer saber de ninguém. Ai está o primeiro trunfo de Fourze.
Minha primeira associação é com GTO, ambas séries são protagonizadas por alguém muito fora dos padrões que desejam ser amigos de todo mundo e construir um mundo melhor. 
Em ambas as séries esse protagonista não é lá muito inteligente, nem inspira respeito. Mas sua sinceridade e dedicação ao que acredita conquista as pessoas.
Kisaragi tem uma meta na vida, ser amigo de todo mundo, não interessa quem. O motivo é simples a vida fica melhor assim. Ao chegar na nova escola ele se depara com uma antiga conhecida a Yuki Jojima (ela é uma gracinha) membro dos nerds.
Kamen Rider FourzeYuki tem um amigo, galã da escola, muito inteligente e arrogante Kengo Utahoshi. Os dois trabalham secretamente em um projeto que envolve a roupa do Kamen Rider e uma base secreta dentro da escola que os leva para lua (é tokusatsu gente!). Os dois estão percebendo seres estranhos, os Zodiarts.
Kamen RiderKamen Rider Fourze prova que coisas distônicas podem conviver em harmonia, ao misturar programa espacial com vida escolar a série divide sua narrativa entre dramas juvenis - Bullying, aceitação, busca por popularidade, ciclos sociais com tecnologia aeroespacial e vilões baseados nas constelações (não, os Cavaleiros do Zodíaco não aparecem).
Não vou dizer como, mas Kisaragi vira o Kamen Rider da vez e acaba se reaproximando de Yuki, faz amizade com Kengo (mesmo esse não reconhecendo).  Ao passar dos episódios vai conhecendo antagonistas que podem ou não integrar o grupo dos protagonistas.
Temos a líder de torcida arrogante e autoritária, que é musa da escola, Miu Kazashiro (você vai ficar a série inteira na dúvida se a odeia ou a ama); Shun Daimonji estrela do time de futebol americano da escola e metido a pica das galáxias; Tomoko Nozama uma garota gótica que esconde algum segredo e JK Uma espécie de prestador de serviços que arranja qualquer coisa e está sempre em festas.
Temos alguns professores e alunos secundários estruturando a hierarquia da escola, que aos poucos Kisaragi vai remodelando com sua ideologia de ser amigo de todo mundo. Com isso cria-se o Clube Kamen Rider, onde estudantes que jamais seriam amigos convivem e se divertem.
Do outro lado temos a trama da série o pai de Kengo foi morto no passado na lua (essa é a primeira cena do primeiro episódio) e isso o motivou a construir a roupa do Kamen Rider, porém sua saúde frágil o impede de ser o herói; quem está produzindo os Zodiacs e porque existe uma sala dentro de um colégio japonês que funciona como portal para uma base lunar?
A única coisa que sabemos de início é que os zodiacs são criados a partir dos sentimentos represados dos alunos, assim uma grande raiva, inveja ou sensação de injustiça riam monstros (de fato criam) em algum momento a série vai explicar quem está por detrás e qual o interesse nessa escola.


Um Kamen Rider Único


Fourze é único de várias maneiras a começar pelo
clima colegial, esse é a primeira (e infelizmente única) série a se passar em ambiente escolar, já tivemos Kamen Rider policial, viajante no tempo, morto, mago, vingador. Mas não é só ai que a série se distingue.
Fourze trata Kamen Rider como uma lenda urbana, prestando homenagem aos quarenta anos da franquia, mas deixando claro que as pessoas já ouviram falar no Kamen Rider como um mítico herói que surge quando necessário.
Algumas outras séries tratam o Kamen Rider dessa maneira, mas aqui fica explícito, temos um fortalecimento da mitologia.
É comum (o que não quer dizer regra) em séries Kamen Rider um grupo onde o herói convive, mas só algumas personagens protagonizam as histórias, os demais são meros coadjuvantes tendo destaque em um ou dois episódios. Em Fourze essa dinâmica não existe. Os integrantes do clube Kamen Rider se dividem protagonizando a série. 
Em geral o herói é mais sério, seus colegas mais descontraídos e um ou dois personagens fixos funcionam como alívio cômico. Algumas séries da franquia Kamen Rider contam com um comediante no elenco de apoio. Em Fourze o herói, Kisargi, é o alívio cômico, ele é responsável pela maioria das piadas e trapalhadas.
Outro ponto muito interessante os heróis em geral se preocupam com sua identidade secreta, sabendo que essa pode ser uma arma usada contra eles por algum vilão, em Kamen Rider não costuma ser diferente. Exceção é claro a Kisaragi que transforma-se sem nenhuma cerimônia na frente de qualquer pessoa ou pessoas. 
Seus colegas se preocupam muito mais com esse "detalhe" do que ele.
Kamen Rider Fourze tem mais um detalhe, que faz muita gente virar fã a enorme quantidade de meninas bonitas na série. Todas de pernas de fora. É um mar de beleza sem fim.


As Gatinhas de Kamen Rider Fourze


As série de Kamen Rider se notocrisa pela presença de beldades desfilando e enfrentando monstros, mas Kamen Rider Fourze exagera. Conheça um pouco mais das três principais.


kamen rider girls
Fumika Shimizu da vida a Yuki Jojima, ela é uma gracinha: toda animada com o herói com cara de foguete vibra junto e imita o grito de hensin - impossível não se apaixonar. Porém ela só tem olhos para a engenharia astrofísica, seu principal passa tempo é passear pelo museu aeroespacial e seus interesses são aviões, foguetes e satélites artificiais.
Gravure Idol e atriz Fumika tem alguns filmes bem interessantes em seu currículo como o terror Avatar, o live action de Tokyo Ghoul e as duas paródias Hentai Kamen, sobre o herói peladão que combate o crime usando (apenas) uma máscara.









kamen rider girls
Rikako Sakata é a líder de torcida e rainha da escola Miu Kazashiro, sim ela se comporta como rainha distribuindo ordens por ai. No começo da série ela vive como se fosse superior aos demais se isolando. Depois de conhecer Kisaragi ela começa a fazer amizade com as pessoas "normais" e se diverte, mas sem descer do salto - literalmente.
Rikako tem mais destaque na modelagem que na atuação, seus principais títulos são da franquia Kamen Rider tendo destaque no dorama de sucesso no Japão (que contou com duas temporadas) Switch Girl!








kamen rider girls
Por fim, mas não menos importante temos ela que virou musa dos fãs Shiro, que dá vida a gótica Tomoko Nozama, garota estranha, retraída, tímida que esconde alguma coisa de muito estranho. É interessada em lendas urbanas e assuntos relacionadas ao sobrenatural.
Basicamente uma modelo puco conhecida que explodiu depois de Kamen Rider vem fazendo muito sucesso no Japão entre filmes, dramas, singles e principalmente seu trabalho como modelo - Gravure Idol, uma das mais belas da ásia. O que não é pouca coisa.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Roxanne Kernohan

Roxanne Kernohan
Chegou aquela hora de prestar homenagem as musas do cinema de horror que dedicaram sua carreira ou parte dela a esse gênero tão querido. Para começar 2019 com o pé direito uma atriz que estou há tempos querendo falar, mas por falta de tempo ou por outros tópicos fui adiando. Até agora.
Roxanne Kernohan, mais conhecida por sua participação em  - quem assistia ao Cine Trash, na Band, deve ter visto o filme. As Criaturas já ganharam um post aqui - são alienígenas esfomeados que por acidente vieram a terra, seu apetite demonstrou uma predileção pela carne humana.
Na trama existem caçadores alienígena sem rosto, que assumem a face de algum nativo. Um deles copiou uma modelo da playboy. Quem assistiu deve se lembrar, quem não viu corre que você acha.


Um Talento Abreviado


Enquanto pesquisava para esse post percebi que Roxanne tem poucos filmes em sua carreira, ou melhor tinha. O motivo acaba sendo triste, essa linda atriz faleceu em 1993, aos 32 anos de idade em um acidente de carro em Santa bárbara.
Se estivesse viva certamente seria celebrada como atriz cult pelos seus filmes, todas produções B. Criaturas 2 foi a produção mais caras que participou.
Descrita pelo IMDB como "belíssima, vibrante, uma loira de beleza escultural" a moça começou sua carreira em 1987 com pós-apocalíptico Phoenix A Guerreira que possui três títulos em inglês: She-Wolves, Phoenix The Wariors e The Wasteland - tendo sido lançado algumas vezes. Algo comum em produtoras picaretas.
O filme fala de amazonas sobrevivendo em um mundo devastado. Uma mistura de barbarismo com Mad Max


Bem vinda ao Terror


No ano seguinte ela estreou em Fatal Pulse de 1988 várias garotas começam a ser mortas em um
fatal pulse
campus. Mesmo sendo um filme bem comum acabou fazendo sucesso e chamando atenção para a moça que naquele mesmo ano estrelou a Playboy Americana.
Ainda em 1988 esteve em Criaturas 2 e no clássico trash Vampiro das Estrelas (Not of this Eart) produção de Roger Corman, responsável pela estréia de Traci Lords no cinema.
A trama é bem simples alienígena assume a identidade de homem adoentado para criar aparelho que vai dominar o mundo, nesse meio tempo uma enfermeira gostosa (Lords) vai cuidar dele.
O que não falta nesse filme são situações absurdas e mulheres gostosas tirando a roupa. Recomendo veementemente.
Ainda deu tempo para uma ponta em Angel 3: The Final Chapter
loira pelada
Not of this Eart
No ano seguinte Roxanne participou de Tango & Cash: Os Vingadores - Quem é da época do cinema em casa lembra desse aqui: Stallone é Raymond Tango, um policial certinho que precisa juntar forças com Gabriel Cash (Kurt Russell) seu extremo oposto.
Ela viveu uma das dançarinas amiga da irmã de Tango (Teri Hatcher, a Lois Lane de Lois e Clark the new adventures of Superman). O vilão é vivido pelo folclórico Jack Palace (acredite se quiser).
Criaturas 2 caçadora pelada

Em 1991 a moça fez seu último filme Scream Queen  Hot Tube Party de 1991 - cinco atrizes de filmes de terror se encontram em uma mansão decrépita, onde dão uma festa.  Mistura de terror, comédia e homenagem ao gênero.
O mais legal é que o filme conta com várias atrizes do gênero vivendo elas mesmas, na mira de um assassino: Monique Gabrielle, Linnea Quigley e Michelle Bauer entre outras. 
Em 2014 foi creditada postumamente no curta de 7 minutos Criaturas: Caçadores de Recompensas, mostrando que não foi esquecida.


Legado



famosa playboy
Fica difícil falar em legado tendo tão poucos filmes em sua carreira, sem nem mesmo ter chegado a ser protagonista. 
Escrevendo esse post me dei conta que assisti a quase todos os seus filmes, isso sem ter procurado especificamente.
Tem por hábito buscar um ator, atriz ou diretor e ver o máximo possível de files com eles. Nunca fiz nada parecido com a Roxanne. Fico a vontade em dizer que ela marcou terreno e foi importante no cinema.
Os filmes em que ela participou marcaram uma geração, quem não assistiu diversas vezes ao menos um desses na lista? Sua presença em Scream Queen  Hot Tube Party mostra que ela estava começando a chamar a atenção e logo estrelaria alguma bagaceira candidata a cult no século XXI.
Estamos nos esquecendo que ela não fez só cinema, era uma modelo de sucesso e até hoje lembrada pelos fãs da Playboy e admiradores de belas mulheres.

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

O filme O Grito (Ju-On) é baseado em fatos?

Ju-On é uma série de filmes ambientados em uma casa amaldiçoada, nessa moradia morreram violentamente Kayako e seu filho Toshio. O rancor por terem sua vida ceifada tão precocemente não permitiu que as almas descansem, assim nasceu uma maldição.
Inicialmente feito para a televisão Ju-On teve uma continuação e duas versões feitas para o cinema em 2002, ganhando uma continuação em 2003. No ano de 2004 o diretor Takashi Shimizo foi convidado para fazer o remake americano do filme.
O Grito (The Grudge) se ambienta em Tóquio com os atores Sarah Michelle Guellar e Bill Pulman no elenco, por ser feito para o mercado ocidental é mais conhecido que o japonês (e só por isso escrevi O Grito no título desse post), e inferior a sua versão original, uma pena muitos estão perdendo um excelente filme de terror.


Baseado em Fatos

Me surpreendeu a versão de que essa pérola do horror moderno pode ter sido baseado em fatos (sim, pois fatos reais é um pleonasmo) a informação veio de canal do youtube Camila Pipoka, uma brasileira
radicada no Japão desde os três anos de idade.
Camila conta o cotidiano, curiosidades e cultura japonesa sempre com bom humor e muito respeito - ao Japão e ao seu público - por isso acredito nela.
A youtuber revela ter muito medo do sobrenatural, dizendo ser uma coisa que não se brinca, a expressão de horror em seus olhos quando fala das lendas japonesas revela que ela não brincaria com o tema, dando ainda mais credibilidade para ela.
Um dos quadros mais populres de seu canal (se não o mais popular) é o Lendas Urbanas Japonesas, foi lá que ela postou o vídeo, para assistir clique aqui.
Escrevo abaixo a história que pode ou não ter acontecido.

A História de kayako

Takashi Shimizo não tirou suas personagens do nada, no Japão muito se fala de Kayako e seu filho Toshio, os relatos se dividem, alguns dizem que a história foi real e seu fim trágico marcou a cultura japonesa, como uma lenda passada de boca em boca (como inúmeros crimes que ficaram famosos no Brasil); outras pessoas dizem que é uma lenda.
A história ganhou ares de mito, cada um que conta aumenta um ponto. Os japoneses não afirmam se Kayako existiu ou não, porém a casa existe, fica em Tóquio e atualmente está vazia.
Kayako Saeki era filha de uma exorcista - diferente do cristianismo, onde um padre ou um pastor confronta o demônio, a religião xintoísta possui pessoas capacitadas em enfrentar espíritos, fazendo disso sua profissão, não necessariamente realizam outros atos religiosos.
Desde cedo Kayako auxiliava sua mãe nos rituais de exorcismo (algo comum no Japão rural e antigo, mas não tão incomum nos dias de hoje como você pensa), em geral a profissão de exorcista é um negócio familiar e a família Saeki era bastante tradicional.
Como você pode imaginar Kayako era uma criança estigmatizada, além da aparência e vestes tradicionais japonesas ela tinha ar sombrio e era ignorada por outras crianças (você deixaria seu filho brincar com a filha de uma exorcista?).
Solitária Kayako tinha um amigo próximo, o Kobayashi, não se sabe exatamente quado os dois se aproximaram, se enquanto criança ou já jovens, Kayako se apaixonou por seu amigo. Como toda história existe mais de uma versão:
Na primeira versão os dois se amavam, mas não puderam ficar juntos. A família Saeki era muito tradicional, adepta do casamento arranjado; na outra versão Kobayashi gostava de Kayako apenas como amiga.
Ambas as versões concordam que os dois não seguiram sua história e Kayako foi obrigada a se casar com Takeo, escolhido por sua família.
Os dois casaram-se, tiveram um filho, este tinha um gato preto como mascote (já identificou as personagens do filme?) mesmo casada Kayako não conseguiu esquecer seu grande amor, mantendo um diário onde escrevia seus devaneios.
No filme japonês o diário é mostrado por cima, sendo mais explorado na sequencia; já na versão americana Kayako fica enviando cartas para a personagem de Bill Pulman.
Mias uma vez as versões se misturam, na mais aceita Kayako escrevia seus devaneios amorosos, relatando um caso de amor nunca existente com Kobayashi; em outra versão ela e Kobayashi tiveram um caso de amor que ela relatou.
Kayako descreveu encontros amorosos, noites de amor e que seu filho, Toshio, era filho de Kobayashi. Em todas as versões Takeo encontrou esse diário, ficou possuído de ciúmes e espancou sua esposa até a morte.
Furioso Takeo jogou sua esposa escada abaixo, chutou suas costelas, espancou e por fim quebrou seu pescoço - por isso o espírito de Kayako surge ensanguentado, fazendo aquele barulho, são seus derradeiros suspiros, embargados de agonia. 
Toshio estava em seu quarto, ao lado do gato de estimação, ouvindo seu pai matar sua mãe. Em desespero o garoto ouve o silêncio na casa, seguido pelos passos de seu pai, disposto a eliminar o bastardo.
A sorte do menino não foi deferente, Takeo afogou seu filho e o gato de estimação no ofurô da casa.
Após os assassinatos o homem colocou os corpos de suas esposa e filho em sacos delixo e os escondeu no guarda-roupa se matando em seguida; outras versões dizem que Takeo fugiu e nunca mais foi visto.
Algumas vertentes do budismo e do xintoísmo dizem que quando alguém morre sem realizar suas vontades seu espírito fica preso a terra, revivendo suas frustrações; essas vertentes afirmam que quando alguém morre com muito rancor, a alma não consegue descansar e assim nasce uma maldição.


Fantasmas

Particularmente não duvido que um crime assim tenha acontecido e chocado aquele país, histórias como essa tendem a ficar no imaginário popular, não é diferente do incêndio do edifício Joelma ou o crime do castelinho.
Toda história de fantasma gira em torno da repetição sem fim, não existe descanso, nem perspectiva, apenas aquilo que me atormenta vindo de novo, de novo e de novo... daí o medo que nos controla: a impossibilidade de escapar do que nos controla e não conhecemos.
Poucas agonias são tão terríveis do que conhecer seu destino e não conseguir escapar, daí a proximidade entre loucura e horror, estampado na expressão das vítimas dos espíritos vingativos do terror japonês.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

A Posse de Bolsonaro

Bolsonaro discurso
Foi de carro aberto, até a chuva parou para ver a posse de Bolsonaro, que decidiu pelo desfile em carro aberto. As medidas de segurança mostraram-se altamente eficaz, uma vez que não se fez necessário nenhuma intervenção.
Foi aos gritos de "ÔÔÔ O Capitão Chegou!" e "Mito" que o presidente eleito chegou ao congresso, onde foi empossado. Em seu discurso lembrou o Brasil o porque foi eleito, afirmando estar lá para combater o marxismo cultural, resgatar a família das garras de ideais progressistas e combater ideologias de esquerda.
Foi assim mesmo, enfiando o pé na porta que o presidente Bolsonaro disse para que veio, seus principais alvos devem ser desinfectar a educação de ideologias esquerdistas e das ideia asquerosas e doutrinadores de Paulo Freire
Bolsonaro também confirmou seu compromisso em acabar com a deidicação estatal em bancar a farsa chamada ideologia de gênero que ofendem a biologia, o bom senso e a comunidade LGBT, que fora tomada refém por radicais ensandecidos.
Os compromissos liberais também foram lebrados como desinchar o estado, facilitar a vida dos micro e pequenos empresários.
Já no discurso ao povo Bolsonara, diversas vezes acusado de ser machista e misógino quebrou o protocolo e ofereceu o microfone a primeira dama. Depois dela o presidente falou: "O dia em que o povo começou a se libertar do socialismo".


O choro de Bolsonaro


Já no desfile em carro aberto Bolsonaro chorou ao mostrar. Suas lágrimas possuem muitas interpretações, acredito que todas certas e complementares.
A mais óbvia é a emoção ao chegar ao auge de sua carreira, mundo afora ex-presidentes abandonam as disputas por cargos públicos sabendo que não existe nada a ser alçado após seu período de governo (a exceção é um notório criminoso de nove dedos).
o povo começou a se libertar do socialismoOutra interpretação possível se dá por sua trajetória política, apesar dos anos como deputado escanteado e ridicularizado, sempre que convidado para algum programa ele era visivo era apresentado como "polêmico", suas propostas ridicularizadas ou ignoradas.
Bolsonaro surgiu para o país durante a tentativa de Fernando Haddad (também conhecido como marmita de presidiário) emplacar o Kit Gay, seu objetivo era implantar a ideologia de gênero nas escolas.
Ao defender valores tradicionais Bolsonaro começou a aparecer e os brasileiros perceberam que ele era diferente; por combater ferozmente os progressistas, feminazis, radicais LGBT (aqueles que gritam heteronormativo para todo mundo), comunistas de iphone e ouros do gênero. Ele foi ganhando espaço no boca-a-boca.
Nas manifestações pelo impeatchment seu nome começou a ser ventilado pelos manifestantes, atrás do tucano Aécio Neves, derrotado naquelas eleições. O tempo passa, Aécio deve ser preso e Bolsonaro é presidente.
Ao se anunciar pré-candidato analistas sérios duvidaram de sua eleição - esses estavam fazendo seu trabalho e deram uma opinião profissional; diferente daqueles que debocharam de Bolsonaro: Folha de São Paulo, Veja, Carta Capital, Rede Globo e outros veículos o chamaram de louco, criminoso, agressivo. A difamação segue até hoje.
Quarta interpretação: Bolsonaro é tão perigoso para as esquerdas que quase foi assassinado por um militante, que fora filiado ao PSOL e cobrava do PT ações mais enérgicas para solar Lula.
No discurso de diplomação ele agradeceu por estar vivo, essa luta e superação seriam suficientes para fazer chorar o mais forte dos homens.
Outra interpretação vai de encontro ao caráter de Bolsonaro, ele tinha tudo para viver tranquilamente ganhando seu salário de deputado e dando entrevistas ocasionais. Convenhamos nosso presidente ganharia facilmente a eleição para deputado federal, ele escolheu o caminho mais difícil. O motivo? Lutar pelo que acredita.
Suas lágrimas podem ser entendidas como alguém feliz por poder fazer sua parte, são lágrimas de um guerreiro que chega ao front pronto para defender as cores de sua batalha.


Esperança de um Brasil melhor


"Bolsonaro Presidente" essa frase estava entalada em nossa garganta, ele não é apenas um político tentando seu melhor em uma profissão nobre que fora corrompida, ele sintetiza a esperança de uma nação.
E aqui é importante entender "esperança do que" em uma análise mais superficial poderíamos dizer de um país ético e sem corrupção ou de um crescimento verdadeiro - o crescimento do Brasil no governo do PT foi ilusório, nós estamos pagando o preço por acreditarmos em contos de fadas.
Em maio o blog Os Deuses Mortos completa dez anos, desde 2008 venho sistematicamente criticando o PT, não apenas pela corrupção, principalmente por sua ideologia torpe: sua truculência e discurso de vitimização; sua hipocrisia que defendia os valores de ser pobre, enquanto Lula bebia champanhe importado; do estímulo a ignorância, onde Lula dizia feliz não ler livros por lhe darem dor de cabeça e se vangloriava por não ter estudo.
Bolsonaro discurso
A principal falha de caráter dos petistas é a escravidão que impõe as pessoas, seus programas assistencialistas começaram de vagar dando migalhas em troca da obediência. Quantas vezes o Bolsa Família foi usado como arma eleitoral? Lula, Dilma e Haddad afirmaram que seus opositores acabariam com o programa.
Na campanha de Dilma Lula se chamou de "pai dos pobres" e nomeou Dilma a "mãe dos pobres" que tipo de pais prendem seus filhos, não os deixam crescer e ainda ameaçam quem não os adora?
Bolsonaro é a esperança de mudar essa crueldade implantada pelo PT - através da educação verdadeira - orientado pelo professor Olavo de Carvalho, maior intelectual brasileiro. com Sergio Moro e Paulo Guedes como escudeiros/conselheiros. Bolsonaro representa uma humanização necessária.
Agora podemos esperar os primeiros movimentos de seu governo, esse blog vai estar aqui para desmentir as falsas acusações contra nosso presidente, esclarecer as críticas mentirosas e cobrar quando necessário. Dez anos de luta ensinaram muita coisa, inclusive a ter esperança.  

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Lucie Wilde

Big Boobs
Começando 2019 com o pé direito apresentamos esse monumento tcheco de 22 aninhos que encantou o mundo com seus belos (para não dizer gigantes) e naturais seios - Lucie Wilde, não basta ser muito gostosa ela Lucie também é linda.
Lucie chamou a atenção modelando para a revista Busty, logo enveredou para o pornô fazendo sua primeira cena no dia que completou 18 anos - pelo visto o presente foi nosso.
A combinação de beleza natural, pouca idade, o rosto inocente e os fartos seios fez dela uma sensação mundial ficando muito famosa nos EUA, Japão e Europa. Curiosamente ela é quase uma desconhecida em sua terra natal.
Lucie afirma ter sido levada ao pornô pelo namorado  (agora você sabe a quem agradecer), com quem fez várias cenas. 
Seu nome artístico revela um pouco de sua personalidade: "Escolhi esse nome porque meus seios são selvagens". E sobre seu debute ela é sucinta: "Foi uma experiência interessante".
Lucie encontra-se entre as cinco principais descobertas do universo pornográfico: "Eu percebo e estou muito feliz com isso", sobre sua carreira ela é bem sincera: "Eu decidi que continuaria fazendo as cenas desde que estivessem me fazendo feliz".
Uma das curiosidades levantadas em sua carreira foram sobre as cenas de DP (dupla penetração): "Foi um pouco difícil, mas me acostumei rapidamente. Meu primeiro DP foi na frente de uma câmera".
Longe das câmeras Lucie é uma garota bastante meiga: "Eu sou tímida e gosto de abraçar", se define como: "uma preguiçosa que adora relaxar na frente da TV" e avisa "meu sexo é muito mais doce e fofo em particular". Tem como não se apaixonar?


atriz pornô mais linda

atriz pornô mais linda

novinha peituda

loira peituda

atriz pornô mais gostosa

atriz pornô peituda

atriz pornô mais linda

atriz pornô mais bonita

atrizes pornôs mais gostosas

big boobs masturbating

peituda anal



Perfil
novinha peituda
Altura: 168 cm
Busto: 103 cm
Cintura: 66 cm
Quadril: 94 cm
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...